28 de abril

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Notícias

O Distrito Federal ganhou, desde o ano passado, dez terminais de ônibus — novos ou reformados — em oito regiões administrativas de Brasília. Outros cinco serão inaugurados ainda em 2016 e mais dois até o início de 2017. Com as novidades, mais de 720 mil pessoas serão beneficiadas.

Dez plataformas foram entregues desde 2015. Ainda para 2016, estão previstas cinco inaugurações, como a de Samambaia, cujas obras estão em fase final.

 

 

Dez plataformas foram entregues desde 2015. Ainda para 2016, estão previstas cinco inaugurações, como a de Samambaia, cujas obras estão em fase final. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

 

Os terminais (oito construídos e nove reformados) têm a arquitetura bem diferente da anterior, com soluções que garantem acessibilidade. “Os espaços estão mais seguros, há mais facilidade no embarque e desembarque e na regulação das viagens”, detalha o secretário de Mobilidade, Fábio Ney Damasceno, ao acrescentar que os motoristas e cobradores também foram priorizados. “O prestador de serviço ganha qualidade no trabalho, e isso ajuda a melhorar o que está sendo ofertado à população.”

Para o secretário, que tomou posse na sexta-feira (16), as novas plataformas influem no desenvolvimento da região. “O terminal gera empregos, influencia na melhoria do comércio à volta e facilita a integração entre as regiões administrativas.” Nos locais, há lanchonete, banheiro com acessibilidade e paraciclos.

Neste ano, as estruturas foram entregues no Cruzeiro, no Guará I e no Guará II, no Paranoá e no Recanto das Emas (dois). Em 2015, foram inaugurados os deCeilândia, do Gama, do Riacho Fundo II e de Sobradinho II. Neste ano, serão os de Ceilândia, Taguatinga (M Norte), Taguatinga Sul, Samambaia e Samambaia Sul. No início de 2017, Núcleo Bandeirante e Planaltina.

Mapeamento para definir próximos terminais

De acordo com Damasceno, a Secretaria de Mobilidade e o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) começaram a fazer um levantamento georreferenciado da situação de todos os terminais no Distrito Federal. A medida possibilitará ao governo definir quais os próximos espaços que passarão por obras. Por enquanto, de acordo com ele, há áreas como Itapoã, Sobradinho II e Asa Norte entre as prioritárias.

Novos Terminais do DF - Agência Brasília

O mapeamento apontará, por exemplo, há quanto tempo cada lugar não passa por reforma e o número de baias construídas. “Muitos dos terminais reformados agora não recebiam reparos há décadas”, diz, ao citar a plataforma de Planaltina, cujas obras começaram em 13 de julho deste ano.

Segundo o secretário, o projeto para as próximas intervenções deve ficar pronto até o fim deste ano.

Quatro estações do Expresso Sul devem começar a operar nos próximos meses

Outra medida para melhorar o transporte público em Brasília é a abertura, nos próximos meses, de quatro estações doExpresso Sul que nunca operaram (Estação Granja do Ipê, Estação Vargem Bonita, Estação Catetinho e Estação SMPW Q. 26). Previstas no projeto, elas estão prontas e ficam na parte Sul da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia).

Fonte: Agência Brasília

Começou na manhã desta terça-feira (13) e seguirá, pelo menos, até o fim da semana, uma operação de remoção de barracos no Recanto das Emas. Por se tratar de uma área pública, não houve a necessidade de notificação prévia.

Começou na manhã desta terça-feira (13) e seguirá, pelo menos, até o fim da semana, uma operação de remoção de barracos no Recanto das Emas.

Começou na manhã desta terça-feira (13) uma operação de remoção de barracos no Recanto das Emas. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

 

A ocupação irregular teve início no ano passado. Ao menos 450 edificações de madeira, lona e telha rodeadas por estacas e arame e outras 30 de alvenaria estão espalhadas por um espaço de 200 mil metros quadrados ao final da Avenida Monjolo. Boa parte dos barracos está desabitada, tendo em seu interior somente utensílios velhos como televisores, camas e geladeiras sem condições de uso. Ao menos dez deles serviam como currais para animais e cavalos.

No local há muito entulho espalhado, propiciando a proliferação de insetos como o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus da zika. Havia também ratos e baratas por toda parte durante as remoções, o que pode caracterizar, segundo a Vigilância Ambiental, um ambiente propício ao aparecimento de escorpiões.

Companhia Energética de Brasília (CEB) eliminou ligações irregulares de eletricidade, e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) identificou e desligou pontos de coleta clandestinos de água. Por volta das 11h15, um dos barracos começou a pegar fogo, e, cerca de dez minutos depois, outra edificação também foi incendiada, ambos possivelmente de forma intencional, segundo o Corpo de Bombeiros. As chamas, que acabaram alcançando aproximadamente 200 construções, foram controladas em quase uma hora pelos militares.

Três caminhões da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) seguiram com mudanças para locais indicados pelas pessoas. O entulho foi levado para o aterro controlado do Jóquei, e os pertences deixados para trás foram encaminhados para o depósito da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), no Trecho 4 do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Dois agentes da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos ofereceu encaminhamento para abrigos, mas nenhum dos ocupantes aceitou.

A operação contou com cerca de 170 servidores, 12 caminhões e sete tratores, além de viaturas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Entre os demais órgãos envolvidos estavam a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), a Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e a Subchefia da Ordem Pública e Social, da Casa Militar.

FONTE: Agência Brasília

Foi lançado, na manhã desta sexta-feira (9), o Geoportal (Sistema de Informações Territoriais e Urbanas do Distrito Federal). Prevista em lei, a ferramenta oferece dados georreferenciados oficiais, alimentados por diversos órgãos. O conteúdo, que pode ser acessado por qualquer pessoa e envolve desde a malha cicloviária aos lotes registrados no DF, vai auxiliar o planejamento urbano e os processos de planejamento e gestão de políticas públicas.

De acordo com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, que fez o lançamento da tecnologia, trata-se de mais um instrumento para garantir a transparência.

 

 

De acordo com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, que fez o lançamento da tecnologia, trata-se de mais um instrumento para garantir a transparência. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

De acordo com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, que fez o lançamento da tecnologia, trata-se de mais um instrumento para garantir a transparência. “Temos condições de ter no sistema todos os equipamentos públicos do Distrito Federal, com informações mais detalhadas das escolas, por exemplo, com números de professores e alunos, desempenho escolar; unidades de saúde, com, inclusive, escala dos médicos; informações de segurança pública.”

O sistema é uma plataforma de governo e terá os dados atualizados pelos responsáveis por eles. Para manter a novidade, o governador Rodrigo Rollemberg assinou hoje o decreto de criação da Infraestrutura de Dados Espaciais do Distrito Federal (IDE/DF), que estabelece a promoção da transparência ativa por meio da divulgação das geoinformações referentes a Brasília. Ou seja, incentiva todos os órgãos governamentais a incluir no local dados de relevância pública.

“A alimentação permanente e o enriquecimento das informações dependem do engajamento dos gestores”, disse Rollemberg, ao pedir para que todos contribuam. O lançamento, no Palácio do Buriti, contou com a participação de gestores e representantes de vários órgãos do Executivo local.

Sem custo extra para os cofres públicos, o Geoportal já havia sido apresentado internamente no governo pela Secretaria de Gestão do Território e Habitação, que presidirá o comitê gestor da IDE/DF. Somente no mês passado, foram cerca de 3 mil acessos. A pasta é a responsável pela construção e operacionalização da ferramenta.

Podem participar entidades públicas locais, federais e até particulares; estas, desde que atendam a interesses públicos e sigam as regras e padrões daInfraestrutura de Dados Espaciais. O sistema tem, atualmente, informações de órgãos como a Agência de Fiscalização do DF (Agefis), a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e as Secretarias de Educação, de Fazenda e de Infraestrutura e Serviços Públicos.

Como funciona o Geoportal

Assim que acessar o sistema, o internauta terá acesso ao mapa do DF. Na parte superior, abaixo das abas do menu, ele poderá abrir uma das 43 camadas disponíveis até agora. Ao clicar em Escolas, por exemplo, aparecerão pins sinalizando as instituições públicas e privadas de Brasília. Ao selecionar uma, aparecerão endereço, telefone e modalidade de ensino. Essas informações, no caso, são de responsabilidade da Secretaria de Educação, que já mantém os dados em seu banco.

“A informação é gerenciada pelo órgão responsável, dentro do órgão. Se ele muda alguma coisa, isso muda dentro do sistema”, detalha o secretário deGestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade. Segundo ele, a novidade descongestiona as demandas por informação pública.

Se escolher a opção Mobiliário Esporte e Lazer, o visitante poderá ver a localidade exata de parquinhos, quadras de futebol, pontos de encontro comunitário e outros. Ao pressionar em Legenda de Camadas, no canto direito superior, ele saberá o que cada símbolo na tela significa, o que facilitará a busca. Ainda estão disponíveis informações de levantamento topográfico, ocupação irregular do solo e itens presentes no Plano Diretor de Ordenamento Territorial.

Portal Nós Urbanos reúne projetos de urbanização

Durante a manhã, também foi lançado o portal de interação Nós Urbanos, que reúne as ações de planejamento, projeto e gestão urbana da Secretaria de Gestão do Território e Habitação.  São mais de 80 iniciativas previstas, em andamento e concluídas. A expectativa, segundo Thiago de Andrade, é que no futuro o endereço também tenha informações de outras secretarias. “Isso evita a sobreposição de ações dos órgãos.”

Também por meio de um mapa e por uma barra lateral, o usuário consegue escolher a situação do projeto e em que região administrativa está. Ao selecionar um, tem informações sobre aquela determinada ação, como documento técnico e fotos. Em três abas ao fim da página, é possível abrir um fórum para debater algum dos projetos, participar de enquetes ou de consultas públicas, quando estiverem abertas.

Fonte: Agência Brasília

Lote_Legal_AgenciaBrasiliaO rigor do governo do Distrito Federal com as ocupações irregulares em áreas públicas é um dos pilares para a consolidação do Habita Brasília, o novo programa habitacional da capital do País. A atuação de grileiros conta com a má-fé de muitos compradores, mas há também gente honesta enganada por estelionatários. A Agência Brasília separou dicas para quem deseja adquirir sem sustos uma área para morar ou para abrir o próprio negócio.


Ao se deparar com um anúncio de venda de lotes, o interessado deve pedir um documento oficial da propriedade. Essa informação pode ser obtida no cartório de registros de imóveis da região. Se não constar a inscrição da certidão de ônus da terra — onde se encontra a matrícula —, há grande chance de o lote ser irregular.

Caso o imóvel ou a gleba estejam em área com processo de regularização em curso, eles não terão matrícula. Nesse caso, o possível comprador precisa checar algumas informações relevantes antes de fechar o negócio. Com endereço em mãos, ele deve verificar a procedência do terreno na Secretaria de Gestão do Território e Habitação, na Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) e na respectiva administração regional.

Um bom filtro é consultar o site do Sistema de Informação Territorial Urbano, no qual todos os projetos de parcelamentos urbanos do Distrito Federal estão registrados. Pelo mapa de combate à grilagem e ocupações irregulares, disponível no site da Agência de Fiscalização (Agefis), é possível saber se o lote é irregular. Se ele estiver em algumas das zonas vermelhas do mapa, não pode ser vendido.

Há situações em que o ocupante do terreno tem autorização para manter-se no local, mas é proibido de vendê-lo sem anuência de órgãos governamentais. O lote, por exemplo, pode estar numa área de preservação permanente e, portanto, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) deve ser consultado antes de qualquer intervenção. Por isso, uma documentação em nome da pessoa que está vendendo a propriedade é insuficiente para levar o processo adiante.

Punições para quem ocupa ou vende áreas irregulares

Somente em 2015 a Agência de Fiscalização já desocupou 1,5 milhão de metros quadrados. Eram casas, barracos, muros, cercas vivas erguidas em terrenos do governo. Quem ocupa indevidamente uma área pública está sujeito a receber punições nos mais variados graus. A mais branda é uma advertência e notificação, mas a Agefis tem a prerrogativa de demolir edificações irregulares sem consultar os invasores.

A Agefis e a administração regional ainda podem aplicar multa, calculada de acordo com o tamanho da obra. Além do prejuízo de perder todo o investimento, o ocupante de área irregular pode responder pelos crimes de falsidade documental e até mesmo por associação criminosa, caso a Polícia Civil comprove alteração de documentos.

Entraram no ar nesta segunda-feira (8) os novos sites das 31 regiões administrativas de Brasília. Com novo leiaute, eles têm serviços e notícias mais organizados e navegação simplificada. Outra grande mudança é a unidade estabelecida nos 31 endereços, que agora levam o nome da região administrativa seguido de df.gov.br. Antes, eles tinham endereços eletrônicos diferentes e excesso de guias, o que dificultava o acesso a determinadas informações.

Além de dar a opção para que cada lugar liste serviços básicos como saúde, educação, segurança e assistência social, com endereço e telefone, os sites priorizam a identidade das regiões administrativas. Ao entrar na página, o internauta logo verá uma foto daquela localidade no alto da página. “Queremos que o morador se sinta representado e que as pessoas saibam que estão no site daquela determinada região”, resume a subchefe de Interação Social, da Comunicação Institucional e Interação Social, da Governadoria, Adriana Caitano.

“Queremos que o morador se sinta representado e que as pessoas saibam que estão no site daquela determinada região.”Adriana Caitano, subchefe de Interação Social, da Comunicação Institucional e Interação Social, da Governadoria

A arquitetura, o leiaute e a criação do projeto para as novas páginas ficaram a cargo da equipe de Adriana; a programação e o desenvolvimento, da Coordenação de Tecnologia da Informação da Casa Civil; e a alimentação de conteúdo será responsabilidade da própria administração. Os novos portais não tiveram custo extra para o governo.

Os sites têm a mesma identidade visual do portal do governo de Brasília, lançado em 23 de fevereiro. Também arquitetado pela equipe de Comunicação Institucional e Interação Social, o site do Executivo local começou a ser desenvolvido em agosto de 2015. O processo envolveu uma série de perguntas aos cidadãos sobre o que eles queriam ver na página, que também serviram de base para a construção dos endereços das administrações regionais.

Outra etapa para o atual projeto foram conversas com os responsáveis pelo provimento de conteúdo dos sites em cada administração regional. Eles puderam opinar e destacar os ícones mais acessados em cada localidade e receberam capacitação e um guia sobre como lidar com a ferramenta. Com a mudança da plataforma, ficará mais fácil e rápido publicar informações e notícias sobre a região.

Áreas comuns em todos os portais das regiões administrativas

Apesar de os sites respeitarem as necessidades de cada região, algumas características serão unanimidade em todos os 31 endereços. Além da foto no alto da página inicial (que será de cada local), assim que entrar no site, o usuário terá acesso às abas Sobre a RA [Região Administrativa]ServiçosNotícias e Onde Encontrar. Mais abaixo, virão as notícias locais e, descendo, um espaço com link para a ouvidoria e uma área para busca do Diário Oficial do Distrito Federal.

Os novos portais também terão disponíveis a Carta de Serviços ao Cidadão, instituída pelo Decreto nº 36.419, de 25 de março de 2015. Os textos entregues à Ouvidoria-Geral do Distrito Federal são uma espécie de cardápio de tudo o que é oferecido nos órgãos, nas entidades, nas autarquias e nas empresas públicas.

No fim da página, como no portal do governo de Brasília, haverá uma área específica convidando o leitor para conhecer a região. Ali será encontrado um resumo da história local.

Sites das secretarias de Estado

A equipe de Comunicação Institucional e Interação Social trabalha ainda na construção de todos os sites das secretarias de Estado. O modelo seguirá a identidade visual do portal do governo de Brasília, com os ajustes de acordo com a função de cada uma delas. Quando todas as páginas estiverem adaptadas ao novo formato, a busca de informações será integrada. Ou seja, os resultados aparecerão em todos os sites desenvolvidos.
 

Fonte: Agência Brasília

Cerca de 70 mil pessoas serão beneficiadas com o novo terminal rodoviário no Recanto das Emas, inaugurado nesta quarta-feira (3) pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. A estação terá 16 linhas e 72 ônibus e será responsável por 327 viagens que serão feitas pelas empresas Urbi, São José e Marechal. O terminal faz parte do programa de mobilidade urbana Circula Brasília.

“Essa obra vai melhorar o transporte público da cidade. Fazemos um esforço muito grande no âmbito do Circula Brasília para isso, com a colocação de terminais, que dão segurança e conforto para a população, e a revisão de linhas”, disse Rollemberg durante a cerimônia de inauguração na manhã de hoje.

A nova estação rodoviária tem oito pontos de embarque e de desembarque e 22 de estocagem. Além disso, há 19 vagas de estacionamento para particulares, lanchonete, banheiros com acessibilidade e paraciclos. Ainda conta com cinco salas administrativas que serão usadas pelo Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), pela administração do terminal e pelas operadoras do sistema. 

O investimento para a reforma do terminal Recanto das Emas II foi de R$ ​2.984.120,91. O recurso é proveniente dos R$ 33 milhões de contrato firmado em 2008 com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A Secretaria de Mobilidade é a unidade responsável pelas obras nos terminais.

Entre os 70 mil beneficiados está a dona de casa Charlane Ribeiro, de 26 anos. Acompanhada do filho Felipe, de 9 meses, ela aprovou a construção do terminal. “Ter um novo local é bom, traz infraestrutura e deve melhorar o transporte”, disse.

 

Itinerarios_Terminal_Recanto_das_Emas_AgenciaBrasilia

Outros terminais inaugurados em Brasília

Esse é o segundo terminal do Recanto das Emas. O primeiro foi entregue em 28 de julho e conta com 10 plataformas, 45 vagas de estocagem e 13 de estacionamento. Desde 2015, oito estações foram inauguradas por meio do Plano de Transporte Urbano (PTU), que faz parte do Circula Brasília. Entre as entregas feitas à população, cinco são novos terminais (CeilândiaGamaRiacho Fundo II,Sobradinho II e Recanto das Emas) e duas são reformas (Guará II e Paranoá). O de Planaltina teve a melhoria iniciada.

Outros reparos continuam a ser feitos em terminais de Ceilândia (P Sul), do Cruzeiro Novo, do Guará I, do Núcleo Bandeirante, de Planaltina, de Taguatinga (Setor M Norte) e de Taguatinga Sul.  Além desses, o governo deverá entregar duas novas estruturas, ambas em Samambaia.

Também compareceram os secretários de Mobilidade, Marcos Dantas, e o da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal; o diretor-geral do DFTrans, Léo Carlos Cruz; e o administrador regional do Recanto das Emas, Fábio Viana Ávila.

O itinerário da linha circular 814.1, que liga o Recanto das Emas a Samambaia, vai mudar parcialmente a partir de segunda-feira (1º de agosto). A alteração será na região do Fórum do Recanto das Emas. A partir de agora, os ônibus passam pela Quadra 206. Antes, eles seguiam apenas pela avenida que dá nome à região administrativa.

As mudanças no trajeto, operado pela Mobilidade Urbana (Urbi), não implicam mudança na tabela de horários, de acordo com o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans). A tarifa permanece R$ 3.

A população do Recanto das Emas tem um novo terminal de ônibus à disposição. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, entregou a nova estrutura, situada na Quadra 311, na manhã desta quinta-feira (28). As 31 linhas que vão operar no local atenderão 50 mil pessoas. Rodoviária do Plano Piloto, W3 Norte e Sul, Cruzeiro, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Águas Claras e Guará estão entre os destinos. A ação integra o Circula Brasília, principal programa da Secretaria de Mobilidade.

São dez pontos de embarque e desembarque e 45 vagas de estocagem, além de 13 vagas de estacionamento para automóveis particulares. O terminal também conta com lanchonete, banheiros com acessibilidade e bicicletário com 20 vagas. O Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), a administração do terminal e as empresas que operam o transporte vão oferecer, ainda, cinco salas administrativas. “Esse terminal é mais um que, a partir de agora, vai garantir mais conforto e segurança ao cidadão que precisa do transporte público em Brasília”, afirmou Rodrigo Rollemberg.

Terminal faz parte das ações do Circula Brasília

A reforma faz parte do Programa de Transporte Urbano (PTU), que integra oCircula Brasília, e custou R$ R$ 3.371.170,75. Os recursos são provenientes de um contrato de empréstimo de R$ 33 milhões firmado entre o governo de Brasília e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A inauguração está na agenda das comemorações de aniversário dos 26 anos da região administrativa. “É um espaço que traz dignidade para a população e para os trabalhadores, que antes se acomodavam em um local sem nenhuma condição”, afirma o administrador regional do Recanto das Emas, Fábio Ávila.

Esse terminal é o terceiro a ser entregue em 2016. O do Guará II foi reinaugurado em 11 de junho deste ano e o do Paranoá, em 19 de julho. O de Planaltina teve a reforma iniciada em 16 de julho. Ainda há a previsão da entrega de mais nove neste ano, sendo três novos – dois em Samambaia e outro no Recanto das Emas – e seis reformados – Cruzeiro, Guará I, M Norte, Núcleo Bandeirante, P Sul e Taguatinga Sul. Em 2015, quatro terminais ficaram disponíveis para a população: Ceilândia (QNR)GamaRiacho Fundo II e Sobradinho II.

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração o secretário de Mobilidade, Marcos Dantas; o diretor-presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto; o diretor do DFTrans, Léo Cruz; o deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB); o administrador regional da Estrutural, Evanildo Macedo; e a administradora do Gama, Maria Antônia Magalhães.

Moradores do Recanto das Emas terão acesso a serviços públicos nesta quinta-feira (28), na Praça de Atendimento. O evento ocorrerá na Quadra 103, no estacionamento do Banco do Brasil, e faz parte da programação de aniversário dos 23 anos da região administrativa.

Estarão disponíveis ao cidadão, das 8 horas ao meio-dia, postos de atendimento da Defensoria Pública do Distrito Federal, do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), do Departamento de Trânsito (Detran-DF), da ouvidoria da Administração Regional do Recanto das Emas, da Sala do Empreendedor e da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do DF. Além dos postos, haverá exposição de veículos do Corpo de Bombeiros Militar do DF, do DER-DF, do Detran-DF e da Polícia Militar do DF. Com o apoio dos laboratórios Sabin, será feita aferição de pressão e exame de glicemia.

Não é preciso fazer inscrição ou agendamento para participar do evento organizado pela Administração Regional do Recanto das Emas e pela Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais. A Praça de Atendimento é uma reivindicação da população local, e o governo pretende levar os serviços para todas as regiões administrativas. As comemorações do aniversário do Recanto das Emas ocorrem desde o dia 15.

Praça de Atendimento no Recanto das Emas
28 de julho (quinta-feira)
Das 8 horas ao meio-dia
Estacionamento do Banco do Brasil – Quadra 103

A partir deste sábado (2), na 1ª Oficina de Mobilização Social, das 15 às 18 horas, a população do Recanto das Emas poderá conhecer o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), na Quadra 113, Lote 9, e começar a escolher os nomes que representarão a comunidade no grupo gestor responsável pela administração do local. A forma de eleição será definida ao longo das outras oficinas que ocorrerão no CEU, em julho, em agosto e em setembro. O grupo será formado por 18 voluntários — seis representantes da liderança comunitária, seis da sociedade civil organizada (organizações não governamentais, associações) e seis do governo de Brasília.

Programa feito em parceria entre o Ministério da Cultura e municípios oferece espaço para atividades culturais e práticas esportivas.

Com recursos do Ministério da Cultura, o CEU integra no mesmo espaço ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital. O objetivo é promover a cidadania em territórios de vulnerabilidade social das cidades brasileiras.

O Centro de Artes e Esportes Unificados do Recanto das Emas está com a estrutura física pronta e conta com salas multiuso, biblioteca, cineteatro/auditório com 60 lugares, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada, em uma área de 3 mil metros quadrados. A previsão é que a unidade seja inaugurada em outubro.

No Distrito Federal, o centro integrará ações das Secretarias do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; da Cultura; do Esporte e Lazer; da Educação; além da administração regional e do apoio da colaboradora do governo Márcia Rollemberg. “É um projeto que estamos construindo para ser piloto de integração de políticas públicas, que funcionam de maneira isolada. Estamos construindo algo que já vai nascer integrado”, destaca o subsecretário de Direitos Humanos do Distrito Federal, da Secretaria do Trabalho, Coracy Coelho.

Como funcionam os centros de artes e esportes unificados

A gestão dos CEUs é compartilhada entre o governo local e a comunidade. O grupo gestor fica encarregado de criar um plano de gestão e conceber o uso e programação dos locais. Os projetos arquitetônicos foram desenvolvidos por uma equipe multidisciplinar e interministerial que concebeu três modelos previstos para terrenos com dimensões mínimas de 700, 3 mil e 7 mil metros quadrados. Trezentos e cinquenta e sete CEUs estão sendo construídos no Brasil, com unidades já inauguradas em todas as regiões do País.

As instituições menores estão orçadas em R$ 2,71 milhões. As de 3 mil metros quadrados têm valor estimado em R$ 2,02 milhões, enquanto as maiores custam aproximadamente R$ 3,5 milhões.

1ª Oficina de Mobilização Social

Em 2 de julho (sábado)

Das 15 às 18 horas

No Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Recanto das Emas, na Quadra 113, Lote 9

FONTE:Agência Brasília 

O Governo de Brasília lançará, no próximo dia 25 de junho, o novo programa habitacional do DF, o Habita Brasília. Considerando o planejamento das cidades, a regularização fundiária e o combate à grilagem, o Habita Brasília traz cinco soluções para proporcionar moradia digna e cidadã para quem mais precisa.

Agora, além do Morar Bem, foram criadas mais quatro linhas de ação do Estado: Lote legal; Projeto na medida; Aluguel legal e Portas abertas. O novo programa atuará de maneira mais completa, já que, no atual modelo, muitas vezes a oferta de unidades imobiliárias é distante dos serviços públicos e das opções de emprego.

A nova proposta aproveitará de modo mais racional o potencial de crescimento das áreas urbanas. O Habita Brasília compreende desde a venda de lotes escriturados – a um valor subsidiado para famílias de baixa renda – até a oferta de projetos para a construção das casas conforme a necessidade dos moradores. Conheça mais sobre as cinco linhas do Habita Brasília:

1)      Lote legal

Modalidade que oferece lotes urbanizados e regularizados para pessoas físicas e entidades inscritas no cadastro da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). Ou seja, terrenos com ruas pavimentadas e com infraestrutura de abastecimento de água, e com esgotamento sanitário, energia e iluminação pública. Além disso, próximo aos centros de emprego e a serviços públicos, como escolas e postos de saúde. Essa linha também vai disponibilizar para os contemplados projetos arquitetônicos para a construção das moradias, além da supervisão dos profissionais da Codhab para garantir a segurança do local. As ações de regularização, com a entrega de escrituras, também estão amparadas por essa ação de governo.

2)      Projeto na medida

Linha de ação que tem como objetivo garantir a qualidade das residências de interesse social. Por essa modalidade, os arquitetos da Codhab realizam projetos de arquitetura para reforma em casas de famílias que vivem em situação precária. Atualmente, já existem 10 postos de assistência técnica da Codhab que realizam essa atividade e também são responsáveis pela medição de conflitos em áreas de regularização. Os postos ainda desenvolvem projetos de melhorias nas ruas, parques e áreas públicas das comunidades onde estão instalados.

3)     Morar Bem (produção de unidades habitacionais)

Modalidade que produz unidades imobiliárias em áreas urbanas, com recursos do Minha Casa Minha Vida, para inscritos na lista da Codhab.

4)      Aluguel legal

Destina-se às famílias de renda mais baixa, em especial as que moram de aluguel e gastam mais de 30% do rendimento, aos idosos e à população vulnerável. Para eles, o governo oferecerá moradia, próximo dos empregos e de serviços públicos, com valores mais baixos que os praticados no mercado de locação. Quem participa dessa linha do programa continua na lista de atendimento habitacional, aguardando ser contemplado em outra modalidade.

5)      Portas abertas

Incentivo do governo ao setor da construção civil para que sejam disponibilizadas unidades imobiliárias em valor compatível com a renda dos beneficiários. O público-alvo é a família que tem rendimentos de até R$ 6.500.

 

Serviço:

Dia 25/06, lançamento do Habita Brasília, novo programa habitacional do DF

Horário: 9 horas

Local: Centro de Atividades Vivencias e Esporte do Guará II. Localizado na área especial do CAVE, próxima à estação do metrô da Feira do Guará.

Mais informações: 3214.4025/3214.4024

FONTE: Secretaria de Estado de Gestão do Território e Habitação 

Em mais uma rodada para revitalizar os conselhos regionais de cultura nas 31 regiões administrativas de Brasília, a Secretaria de Cultura promove seminário na quarta-feira (15), no Recanto das Emas. O evento será das 18h30 às 21h30, no Centro das Artes e Esportes Unificados (CEU) das Artes do Recanto das Emas. O encontro é preparatório para a eleição dos membros do conselho regional de cultura local, que ocorrerá em 26 de junho, das 14 às 17 horas, também no CEU das Artes.

A votação é aberta a moradores com mais de 16 anos. Cada pessoa poderá escolher oito nomes. Para participar, basta apresentar documentos pessoais e comprovante de residência atualizado.

Podem se candidatar cidadãos brasileiros com 18 anos ou mais (na data da posse) e que comprovem experiência de no mínimo três anos de atuação na área cultural e de dois anos de residência no DF. Os conselheiros não são remunerados.

As regras do processo seletivo para instituição dos conselhos regionais de cultura — órgãos consultivos ligados ao Conselho de Cultura do DF — foram formalizadas por meio de resolução publicada no Diário Oficial do Distrito Federal de 6 de junho.

De acordo com o texto, as administrações regionais devem providenciar os meios necessários para os atos relacionados à eleição. Os colegiados devem ser compostos por dois representantes da administração regional e oito conselheiros eleitos. O mandato será de três anos e é permitida uma reeleição.

Brasília tem sete grupos estabelecidos: os do Cruzeiro, do Gama, do Guará, de Samambaia, de Santa Maria, de Sobradinho II e de Taguatinga. Com a reestruturação, todas as regiões administrativas passarão a ter o colegiado, e os existentes serão reformulados.

Conselho Regional de Cultura do Recanto das Emas

Seminário

Em 15 de junho (quarta-feira)

Das 18h30 às 21h30

 

Eleição dos conselheiros

Em 26 de junho (domingo)

Das 14 às 17 horas

No CEU das Artes do Recanto das Emas (Avenida Recanto das Emas, Quadra 113, Lote 9, depois do 27º Batalhão da Polícia Militar)

 

FONTE: Agência Brasília

Há vagas para excel básico e avançado, eletricista e mestre de obras, entre outras opções. Inscrição deve ser feita até quinta-feira (9)

Estão abertas até quinta-feira (9) inscrições para cursos do Instituto Federal de Brasília, que serão dados no Polo de Ensino do Recanto das Emas, mesmo local de matrícula. O espaço, conhecido como Recanto das Artes, foi cedido pela administração regional. São, ao todo, 300 vagas para excel básico e avançado; gestão de pequenos negócios; pedreiro; instalador hidráulico; eletricista; pintor; e mestre de obras. O início das aulas está previsto para 27 de junho.

Os candidatos precisam ter ensino fundamental completo e poderão se inscrever das 8 às 12 horas e das 13 às 17h30. As vagas disponíveis serão preenchidas conforme a ordem de chegada. Para evitar filas, haverá distribuição de senhas. Exige-se apresentação de original e cópia de:

Documento de identificação válido e com foto (carteira de identidade, carteiras de registro profissional, carteira de trabalho ou passaporte)

Comprovante de escolaridade de acordo com o requisito do curso

Duas fotos 3×4 idênticas e recentes

CPF (se não estiver na carteira de identidade)

Comprovante de residência com CEP ou declaração de próprio punho

Menores de idade devem ser matriculados pelo responsável legal, com documento de identificação dentro da validade, com foto, e CPF.

Inscrições para cursos do Instituto Federal de Brasília

Até quinta-feira (9)

Das 8 às 12 horas e das 13 às 17h30

No Polo de Ensino do Recanto das Emas — Quadra 102, Área Especial, Lote 2 – Prédio Recanto das Artes

Mais informações no edital. 

FONTE: Agência Brasília

Obra orçada em R$ 700 mil faz parte do Programa de Asfaltamento — etapa 2

Uma das vias mais movimentadas do Recanto das Emas passa por recapeamento total. Pelo menos 1,7 quilômetro de capa asfáltica, na Avenida Monjolo, na altura da Quadra 300, será retirado e substituído por nova cobertura. A obra está orçada em R$ 700 mil, recurso da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), e faz parte do Programa de Asfaltamento — etapa 2, que prevê a troca de asfalto em 117 quilômetros de vias em todo o Distrito Federal.

No caso do Recanto das Emas, a intervenção é um pedido antigo da comunidade. O local era conhecido pela quantidade de buracos e pela dificuldade de circulação de veículos. Em fevereiro, o problema se agravou. Uma chuva torrencial levou parte da cobertura asfáltica, e o trânsito se complicou. A obra começou em 16 de maio e é executada pela empresa Empreendimentos Técnicos Engenharia e Comércio. A expectativa é que o trabalho se encerre em junho.

A área receberá também poda de árvores, pintura de meios-fios e limpeza dos canteiros. “Tudo isso resulta em melhoria da qualidade de vida dos moradores”, afirma o administrador regional do Recanto das Emas, Fábio Ávila. Outras duas avenidas foram recapeadas graças ao Programa de Asfaltamento: a Recanto das Emas e a Eucaliptos.

Regiões beneficiadas

Além do recapeamento asfáltico, estão previstos no projeto serviços como drenagem e sinalização horizontal. As obras vão recuperar 130 quilômetros de vias urbanas para beneficiar a população do Recanto das Emas e de outras 25 regiões administrativas: Águas Claras, Brazlândia, Candangolândia, Ceilândia, Cruzeiro, Estrutural, Gama, Guará, Itapoã, Jardim Botânico, Lago Norte, Lago Sul, Núcleo Bandeirante, Octogonal/Sudoeste, Paranoá, Park Way, Planaltina, Riachos Fundos I e II, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (Scia), Taguatinga e Varjão. Também haverá obras no Setor de Áreas Isoladas (SAI).

O custo é de R$ 43 milhões, obtidos por meio de empréstimo com o Banco do Brasil.


FONTE: Agência Brasília

Avenida Monjolo receberá 1.700 metros de capa asfáltica nova

Começaram na última terça-feira (17) as obras de recapeamento da Avenida Monjolo no Recanto das Emas, a avenida receberá 1.700 metros de capa asfáltica nova.  De acordo com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), a obra faz parte faz parte do Programa de Asfaltamento – etapa II, que contempla 177 km de novo asfalto em todo o Distrito Federal.

 

O rodoviário Valdir dos Santos morador da quadra 300, próximo a Avenida Monjolo conta que a obra de recapeamento trará melhorias para região. “Essa via é muito útil para desafogar o trânsito da entrada do Recanto, as pessoas que vem do Gama e Valparaiso passam por aqui, então vai ser uma melhoria para todo mundo, a comunidade estava precisando, temos que comemorar,” comentou o morador.

 

Para o Administrador Regional do Recanto das Emas, Fábio Viana Ávila o recapeamento atende um dos principais desejos da comunidade. “Vai ser uma obra de qualidade e que trará aos moradores da região melhorias, esse é objetivo da Administração e do Governo de Brasília, que prontamente está envolvido para dar solução a essa demanda. É o que sempre fala o Governador: Somos um só Governo,” destacou o Administrador.

 

A previsão é que o serviço seja executado em 15 dias. Outras avenidas da cidade como as avenidas Recanto das Emas e Eucaliptos já receberam as melhorias. O investimento na região administrativa é de R$ 700 mil.

 

Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou de almoço festivo na unidade nesta quinta-feira (19)

A comemoração do mês das mães, no Centro de Convivência do Idoso do Recanto das Emas, contou com a presença do governador Rodrigo Rollemberg nesta quinta-feira (19). O local, na Quadra 206, oferece atividades de lazer e cultura, como aulas de forró, capoterapia, ginástica e artesanato para moradores da terceira idade da região administrativa.

Segundo o administrador regional, Fábio Avila, o objetivo da unidade é estimular a interação social do público-alvo. “A ideia é resgatar o idoso, tirá-lo de dentro de casa e da ociosidade.” Para o governador, o evento foi uma oportunidade para se aproximar da comunidade. “É uma alegria muito grande estar aqui em uma data tão especial”, afirmou Rollemberg.

Roda de Conversa

Em 31 de julho de 2015, na semana em que o Recanto das Emas completou 22 anos, o chefe do Executivo esteve na região para a terceira Roda de Conversa do governo de Brasília. O diálogo da população com o governador durou quase duas horas e reuniu cerca de 450 pessoas no Ginásio do Tatuzão, na Quadra 300. A reunião levou para o centro do debate assuntos relevantes, como melhorias no sistema de transporte, na saúde, na cultura, no esporte e na educação.


FONTE: Agência Brasília

Há turmas em áreas como beleza, culinária, informática, eventos e a maioria das capacitações dura dois meses e meio

Dezesseis cursos técnicos gratuitos, com turmas até o fim do ano, estão com vagas abertas no Recanto das Emas. Trata-se de uma parceria da administração regional local com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

São formações em áreas como depilação, manicure e pedicure; corte e costura; informática; organização de eventos; confeitaria; confecção de pães artesanais; técnicas de química capilar; técnicas de pintura artística em unhas; normas de cerimonial e protocolo; e design de sobrancelhas.

Cada turma pode ter até 25 alunos, e os cursos têm duração de dois meses e meio — com exceção da formação em cabeleireiro, com seis meses de aulas.

“Fiz curso de cabeleireiro no ano passado. Gostei porque já trabalho na área, e foi uma oportunidade de reciclagem. Aprendi novas técnicas. Penso em fazer outros cursos, como design de sobrancelha”, conta a cabeleireira Carine Maciel Ribeiro, de 27 anos.

Os professores e os insumos para as aulas são de responsabilidade do Senac. A Administração Regional do Recanto das Emas coloca à disposição a estrutura física e auxilia na divulgação, sem gastos para a oferta das capacitações.

Inscrições

Para participar, é necessário ter ao menos 18 anos e o ensino fundamental completo. As turmas são abertas a partir de 20 inscritos — no caso de informática, o mínimo é de 15 pessoas.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente no Centro Cultural Recanto das Artes, na Quadra 102, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas. São necessárias cópias do documento de identidade, do CPF e de comprovantes de residência e de escolaridade.

Cursos gratuitos no Recanto das Emas

Inscrições no Recanto das Artes (Quadra 102), das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas

Documentos necessários: cópias do RG, do CPF e de comprovantes de residência e de escolaridade

Informações: 3333-3104


FONTE: Agência Brasília

As 14 coordenações regionais de ensino da Secretaria de Educação já receberam o Cartão Material Escolar, documento que concede aos estudantes recurso financeiro para aquisição de materiais utilizados em sala de aula. O complemento de R$ 80 é destinado para compra de itens como lápis, borrachas e cadernos por estudantes de 6 a 18 anos da rede pública e de famílias inscritas no Bolsa-Família, de acordo com a Lei nº 5.490, de 16 de junho de 2015.

Foram confeccionadas 45.154 unidades, segundo a secretaria, e o Banco de Brasília (BRB) começou a distribuição nas regionais em 31 de março. Nesta sexta-feira (15) o benefício chegou às restantes — Paranoá, Samambaia, Santa Maria e Sobradinho. As 14 regionais englobam todas as regiões administrativas do Distrito Federal e o documento irá para cerca de 550 escolas.

De acordo com o coordenador de apoio educacional da Secretaria de Educação, Idalmo Santos, não houve problemas na distribuição. “Ocorreu tudo bem nessa nova logística de repasse às regionais e de retirada pelos beneficiários na própria escola. Fica mais fácil para a família e para os estudantes”, afirmou. Até 2015, o cartão só poderia ser resgatado pelos pais ou responsáveis em agências do BRB.

As unidades de ensino enviarão um comunicado ao para a retirada do documento — disponível até fim de abril —, e os gestores de cada colégio terão a responsabilidade de fazer a distribuição em até cinco dias úteis. As famílias que não fizerem a retirada terão o cartão recolhido pelo banco.

As escolas de São Sebastião foram as primeiras a ter o documento em 1º de abril. No dia 4, a foi a vez das unidades de Brazlândia, do Gama e do Recanto das Emas. Guará, Núcleo Bandeirante e Planaltina tiveram acesso aos cartões no dia 6. Já no dia 11, as regionais de ensino do Plano Piloto/Cruzeiro, de Ceilândia e de Taguatinga começaram a distribuir o benefício.

Papelarias

Estão habilitados a receber o Cartão Material Escolar 271 estabelecimentos comerciais, escolhidos por meio de chamada pública feita pela Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável e publicada no Diário Oficial do Distrito Federal em 18 de março. A relação de lojas também está disponível em cartazes nas 14 coordenações regionais de ensino.

As lojas têm a obrigação de emitir nota fiscal eletrônica e cobrar preços compatíveis com os de mercado. Caso haja fraude de qualquer natureza, como desvio de uso, a papelaria será descredenciada.

Novo lote

Segundo a Secretaria de Educação, mais de 60% dos benefícios já foram entregues e 70.771 estudantes se enquadram no perfil para obter o complemento de R$ 80. Até o fim de maio, novo lote será produzido.

De posse do documento, o aluno ou familiar deve desbloquear o crédito por telefone (o número será entregue com o documento em um envelope lacrado pelo banco). A utilização estará liberada imediatamente para uso nas papelarias credenciadas em até 45 dias depois do recebimento. Após esse período, a eventual sobra do benefício retornará para o Tesouro do DF.

FONTE: Agência Brasília 

Palestra gratuita será na quarta-feira (6) no Recanto das Emas

Os feirantes do Recanto das Emas terão a chance de participar de um treinamento gratuito sobre boas práticas no manuseio de alimentos na quarta-feira (6), às 19 horas, no Centro de Convivência do Idoso.

Haverá uma palestra com o gerente de Alimentos da Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, André Godoy. Todos os participantes receberão certificado, e, apesar de voltado a feirantes, o evento será aberto ao público em geral.

O projeto, intitulado Qualifeira, é promovido pela Secretaria de Gestão do Território e Habitação, por meio da Subsecretaria de Ordenamento das Cidades. A Administração Regional do Recanto das Emas disponibilizou o local para a realização da palestra.

Qualifeira

6 de abril (quarta-feira)

Às 19 horas

No Centro de Convivência do Idoso (Área Especial, Quadra 206, Lote 5, Recanto das Emas)

Informações: (61) 3333-9039


FONTE: Agência Brasília

São cerca de 30 modalidades esportivas oferecidas nas 11 unidades no Distrito Federal

Os Centros Olímpicos e Paraolímpicos do Distrito Federal vão oferecer, a partir de terça-feira (5), cerca de 7 mil vagas em cerca de 30 atividades esportivas. Entre as modalidades estão atletismo, natação, hidroginástica, caratê, futebol society, futsal e vôlei. Outra turma, exclusiva para crianças de 4 a 8 anos, é a de desenvolvimento motor. Para pessoas com deficiências são oferecidos cursos como natação, atletismo e bocha.

Os interessados devem comparecer a uma das 11 unidades do DF, de terça a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas, para escolher a modalidade e fazer a pré-matrícula. Tanto as inscrições quanto as aulas são gratuitas e atendem crianças a partir dos 4 anos, adultos, idosos e pessoas com deficiência. Após a pré-matrícula, os inscritos têm até 20 dias para entregar cópias da documentação exigida.

Documentação

De 4 a 17 anos: foto 3×4, cópia do RG ou certidão de nascimento, cópia do CPF e RG dos pais ou responsável legal, cópia da declaração escolar de 2016, cópia do comprovante de residência de 2016

De 18 a 69 anos: foto 3×4, cópia do RG e CPF, cópia do comprovante de residência de 2016

Acima de 70 anos: foto 3×4, cópia do RG e CPF, cópia do comprovante de residência de 2016, atestado médico

 

Centros olímpicos e paraolímpicos

Recanto das Emas: Avenida Ponte Alta, Quadra 604, Área Especial

Brazlândia: Bairro Vila São José, Quadra 35, Área Especial 22

Ceilândia (Parque da Vaquejada): QNP 21, Setor Habitacional Sol Nascente, P Norte

Ceilândia (Setor O): QNO 9, Conjunto 1, Lote 1

Estrutural: Área Especial 2, Setor Norte

Gama: Quadra 55, 119, Área Especial, Setor Central (ao lado do Estádio Bezerrão)

Riacho Fundo I: QS 16, Área Especial F

Samambaia: QS 119, Área Especial 1, Centro Urbano, Samambaia Sul

Santa Maria: Quadra Central 3, Área Especial 4

São Sebastião: Quadra 1, Bairro São Bartolomeu

Sobradinho: Quadra 2, Área Especial de 1 a 5


FONTE: Agência Brasília

Veja a programação das principais encenações no feriado. A mais tradicional, em Planaltina, terá 1,1 mil atores

Brasília terá a partir de sexta-feira (25) apresentações de via-sacra espalhadas pelas regiões administrativas do DF. As encenações da Paixão de Cristo ocorrerão em paróquias e em áreas públicas do DF, em alguns casos por mais de um dia.

A mais tradicional das encenações do Distrito Federal, a Via-Sacra de Planaltina, começou com eventos no sábado (19) e segue até domingo (27). São 1,1 mil atores e 300 pessoas trabalhando na parte técnica do evento.

Na quinta-feira (24), no estacionamento do Ginásio de Múltiplas Funções de Planaltina, ao lado da administração regional, o grupo encenará, a partir das 20 horas, a Santa Ceia e a prisão de Cristo. A principal parte da via-sacra ocorre na sexta-feira (25), no Morro da Capelinha, depois das 16 horas, em um percurso de cerca de 7 quilômetros. Em um espetáculo que deve reunir mais de 150 mil pessoas ao longo do dia, os atores mostrarão o momento da ressurreição de Jesus.

O evento ainda terá a Via-Sacra da Criança, com 250 atores mirins a partir das 15 horas do sábado (26). Esta iniciativa organizada por um grupo da Paróquia São Sebastião, em Planaltina, ocorre há 20 anos. O domingo (27) fechará as celebrações com shows de bandas católicas da região. Ambas as atividades ocorrerão no estacionamento próximo à administração regional.

Apoio

A Via-Sacra de Planaltina receberá R$ 500 mil de apoio ao evento proveniente de emenda parlamentar do deputado distrital Claudio Abrantes (Rede) e outros R$ 200 mil da Secretaria de Cultura. A pasta vai liberar mais R$ 267.895,96 descentralizados do crédito orçamentário para a administração regional arcar com custos de energia elétrica.

O parlamentar ainda destinou emenda de R$ 200 mil para a encenação da Via-Sacra dos Surdos. A 8ª edição do evento, que ocorre de forma itinerante pelo DF, será em 2 de abril, na comunidade católica Obra de Maria, no Trecho 1.599 da Vila Cauhy, Núcleo Bandeirante. Em 2015, a festa foi no Guará. A encenação reúne atores com vários tipos de deficiência e é apresentada em Língua Brasileira de Sinais, com tradução simultânea.

Veja a programação das principais vias-sacras no DF:

25 de março (sexta-feira)

Recanto das Emas

Paróquia São Miguel Arcanjo

Às 13 horas

O grupo sairá da Quadra 108 em direção à Paróquia São Miguel Arcanjo (Quadra 106).

Paróquia São Gabriel Arcanjo

Às 17h30

No pátio da paróquia (Avenida Recanto das Emas, Quadra 201, Lote 19)

Águas Claras

Paróquia Nossa Senhora da Assunção

Às 7 horas

Início e término na Paróquia Nossa Senhora da Assunção (Avenida Parque Águas Claras, Lote 865). A procissão vai passar pelo Parque de Águas Claras.

Brazlândia

Grupo de teatro Geração Nascente

Às 16 horas

Concentração na praça da administração regional (Área Especial 4, Lote 1). A encenação passará pelas vias principais da região e chegará ao Morro dos Milagres, na Quadra 12 Norte.

Candangolândia

Paróquia São José Operário

Às 15 horas ocorrerá a celebração da Paixão do Senhor e, em seguida, a via-sacra

Início em frente à paróquia (Quadra 1, Lote 5). A procissão seguirá para a Praça dos Estados, na entrada da região administrativa.

Ceilândia

Paróquia Sagrado Coração de Jesus e São José Operário

Às 17 horas

Saída e chegada na Igreja Matriz (QNM 30, Módulo A, Área Especial). O grupo percorrerá as QNMs 18, 20, 22, 24 e 26 (Ceilândia Norte) e 40, 38 e 36 (M Norte).

Paróquia São Marcos e São Lucas

Às 16h30

Saída e chegada no estacionamento da paróquia (EQNP 9/13, Módulo E, F, G e H). A encenação passará pela Avenida P2 e pela QNP 11.

Cruzeiro

Paróquia Santa Teresinha

Às 18 horas

Sairá da igreja (SHCES Quadra 801, Lote 2) e percorrerá vias internas do Cruzeiro Novo.

Paróquia Nossa Senhora das Dores

Às 9 horas

Partirá da igreja (Quadra 3, Bloco H, Área Especial 8) e passará por vias internas do Cruzeiro Velho.

Estrutural

Paróquia Nossa Senhora do Encontro com Deus

Às 8 horas

No terreno da paróquia (Setor Central, Área Especial 23, ao lado da administração regional).

Gama

Paróquia São Sebastião

Às 20 horas

No estacionamento da igreja (Área Especial 2, Praça 2, Setor Leste).

Guará

Paróquia Santíssima Trindade

Às 9 horas

Sairá da igreja (EQ 42/44, Área Especial 3, Lote N) em direção à Capela Santa Paulina (QE 38).

Paróquia Maria Imaculada

Às 9 horas

Na EQ 15/17.

Itapoã

Paróquia São Luís Orione

Às 18 horas

Sairá da paróquia (Quadra 378, Conjunto Q, Avenida São Luís Orione, Área Especial 1) e seguirá em direção à Capela São José (Quadra 4, Lote 3, Condomínio Del Lago).

Lago Norte

Paróquia Nossa Senhora do Lago

Às 9h30

No estacionamento da paróquia (SHIN, QI 3, AE, Lote A).

Núcleo Bandeirante

Paróquia São João Bosco

Às 19h30

No Ginásio de Esportes do Núcleo Bandeirante, Praça Central.

Paranoá

Paróquia Santa Maria dos Pobres

Às 16h30

A procissão sairá do Terminal Rodoviário do Paranoá em direção à Praça da Ressurreição, na Área Central.

Plano Piloto

Paróquia Nossa Senhora da Saúde

Às 16 horas

No pátio da igreja (702 Norte).

Santuário São Francisco de Assis

Às 16h30

No pátio do santuário (SGAN 915, Módulo A, B, C).

Riacho Fundo I

Paróquia São Miguel Arcanjo

Às 17 horas

A caminhada silenciosa, com encenações de algumas passagens da via-sacra, sairá da igreja (QN 7, Área Especial 12) em direção à Paróquia São Domingos Sávio (QS 2, Lote D).

Riacho Fundo II

Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa

Às 15 horas será celebrada a Paixão de Cristo e, após, a via-sacra

Na QN 11, Conjunto 3, Lotes de 1 a 6.

Samambaia

Paróquia Nossa Senhora das Graças

Às 16h30

A encenação sairá da paróquia (QS 431, Conjunto B, Lote 1) em direção à Quadra 429.

Santa Maria

Paróquia Sagrada Família de Nazaré

Às 15 horas

Na QRC 10/12, Área Especial, Residencial Santos Dumont.

São Sebastião

Paróquia Santo Afonso

Às 18 horas

No Morro Bela Vista, atrás do Parque de Exposições de São Sebastião.

Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Às 17h30

Sairá da Capela São Geraldo (Rua 1, Lote 100, Setor Tradicional) pela Avenida Comercial, seguirá para a Rua 45 e terminará no pátio da Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Rua 48, Lote 450).

Sobradinho

Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição

Às 17 horas

No campo de futebol da Quadra 15 — ao lado da igreja.

Sudoeste

Paróquia São Pio de Pietrelcina

Às 18 horas

Na área externa da paróquia (EQRSW, 1/2, Lote 1).

Taguatinga

Paróquia São Pedro e São Paulo

Às 8 horas

No estacionamento da paróquia (EQNM 34/36, Área Especial, Módulo B, M Norte).

Vicente Pires

Paróquia Nossa Senhora das Vitórias

Às 15 horas, após a Celebração da Cruz

No estacionamento da paróquia (Colônia Agrícola Vicente Pires – Centro Comunitário, Área Especial 1, Lote 5)

25, 26 e 27 de março (sexta-feira, sábado e domingo)

Samambaia

Paróquia Nossa Senhora das Graças

Paixão do Cristo Negro

Sexta-feira, às 18 horas, encenação da morte de Cristo

Sábado, às 20 horas, shows com bandas locais

Domingo, às 19 horas, encenação da ressurreição

Na Quadra 102, próximo à Estação Terminal Samambaia (Instituto Brasil Vivo).

25 e 27 de março (sexta-feira e domingo)

Sobradinho II

Paróquia São José Esposo de Maria

Sexta-feira, às 15 horas

Domingo, às 19h30

A procissão sairá da Associação Social São José (AR 13) com destino à Paróquia São José Esposo de Maria (AR 5, AE 2).


FONTE: Agência Brasília

Lista está no Diário Oficial desta sexta-feira (18). Mais de 270 empresas estão habilitadas

Está disponível o resultado final dos estabelecimentos comerciais habilitados para receber o Cartão Material Escolar — benefício concedido pelo governo de Brasília para estudantes de famílias inscritas no programa federal Bolsa Família. Duzentos e setenta e um locais estão credenciados. A lista, publicada no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (18), também traz as sete lojas não habilitadas no processo.

Para definir os estabelecimentos, foi feita uma chamada pública pela Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável. Antes da lista final desta sexta-feira (18), um resultado provisório foi divulgado no dia 9, e o prazo para recurso terminou no dia 14.

Os cartões vêm sendo confeccionados pelo Banco de Brasília (BRB), e o período e os locais de entrega serão divulgados posteriormente.

Chamada

A Chamada Pública nº 1/2016 foi publicada no Diário Oficial de 19 de fevereiro, e os interessados tiveram do dia 22 daquele mês até 4 de março para entregar a documentação exigida.

De acordo com as regras, poderiam se habilitar empresas varejistas de artigos de papelaria e material escolar sediadas e registradas em Brasília. Entre as exigências havia a de que os locais tivessem CNPJ há mais de seis meses.

Os habilitados terão a obrigação de emitir nota fiscal eletrônica e cobrar preços compatíveis com os de mercado. Também deverão prestar esclarecimentos à secretaria quando solicitados, sob pena de descredenciamento e outras sanções administrativas. Se houver fraude de qualquer natureza, como desvio de finalidade do cartão, ocorrerá o descredenciamento e o encaminhamento para apuração dos órgãos competentes.

Cartão

O benefício de R$ 80 é concedido pelo governo local para estudantes de famílias inscritas no programa Bolsa Família. O objetivo é complementar os gastos na aquisição do material escolar (como cadernos, lápis e borracha) por alunos da rede pública de ensino, de acordo com a Lei nº 5.490, de 16 de junho de 2015.


FONTE: Agência Brasília

Em todas as unidades de ensino do DF, músicas, palestras e apresentações teatrais quebraram a rotina da sala de aula nesta sexta-feira (4)

Alunos da rede pública do Distrito Federal tiveram um dia bem diferente nesta sexta-feira (4). Todas as unidades de ensino participaram do 1º Dia Letivo Temático 2016, com o tema: Água e Saúde – Campanha de Combate ao Aedes aegypti. Professores promoveram palestras e atividades culturais sobre o combate ao mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya.

A ideia da Secretaria de Educação é que a cada bimestre seja separado um dia para apresentar temas de relevância popular, com atividades extraclasse.

No Centro de Ensino Médio 804, no Recanto das Emas, professores cantaram músicas com letras sobre o combate ao vetor. O grupo Redondilha apresentou a peça teatral Pedro contra o mosquito, que conta a história de um estudante que incentiva a realização de ações preventivas na região onde mora. A direção e criação é da professora e contadora de histórias Nyedja Gennari, do Centro de Ensino Fundamental 301, também do Recanto das Emas.

Durante toda a manhã, agentes da Subsecretaria de Vigilância à Saúde, da Secretaria de Saúde, mostraram aos alunos como combater o mosquito e como identificar possíveis criadouros. O titular de Educação, Júlio Gregório Filho, esteve no Recanto das Emas e acompanhou as apresentações no CEM 804. “Eventos como esse quebram a rotina das salas de aula e são muito eficazes para transmitir a mensagem”, afirmou.

Também participaram das apresentações o secretário-adjunto de Educação, Clovis Lucio da Fonseca Sabino; o subsecretário de Educação Básica do DF, Daniel Crepaldi, e o coordenador regional de ensino do Recanto das Emas, Marcos Antônio Faria.

Ações contínuas

O governo de Brasília permanece mobilizado, e uma força-tarefa envolvendo diversos órgãos continua na próxima semana. Militares do Corpo de Bombeiros estarão em São Sebastião e Taguatinga. Já os militares do Exército Brasileiro vão percorrer casas no Lago Norte e no Paranoá. Os agentes da Vigilância Ambiental seguem com o trabalho em Brazlândia, que também recebe a passagem de fumacê.

De acordo com o último informe epidemiológico da Saúde feito até 1º de março, foram confirmados 4.196 casos de dengue em todo o DF. O número é 341,22% maior que o medido até o mesmo período do ano passado, quando 951 haviam sido confirmados. Brazlândia, Ceilândia, Planaltina, Samambaia, São Sebastião e Taguatinga são as regiões administrativas que apresentam maior número de casos – 2.172.

FONTE: Agência Brasília

Mutirão, que contou com o apoio da administração regional, ocorreu durante todo o fim de semana

Morador da Quadra 307 do Recanto das Emas há 20 anos, o comerciante aposentado Manoel Chagas, de 54 anos, sonha ver revitalizada a praça em frente à casa onde mora. “Queremos um lugar limpo, seguro e, principalmente, ocupado pela população”, afirma o cearense radicado em Brasília.

Na manhã deste domingo (21), Manoel uniu-se a vizinhos e colaboradores para dar continuidade à ação que começou no sábado (20).

No sabádo, cerca de 80 pessoas conseguiram recuperar pontos degradados da área, como o parque infantil e o ponto de encontro comunitário. “Se cada um fizer um pouco, sentir-se responsável pela cidade, só tende a melhorar”, acredita o morador.

Durante o mutirão, o grupo plantou mudas de árvores, fez uma barreira de pneus para conter a água da chuva que inundava o campo de futebol e instalou um ponto de leitura feito com uma geladeira transformada em armário e com pneus que viraram bancos.

No Domingo (21), os moradores começaram a pintura da calçada e a roçagem do terreno e a conclusão do espaço cultural. Para o local, estavam programadas apresentações musicais.

Iniciativa

A atividade é coordenada pela organização sem fins lucrativos Instituto Batucar — que atua desde 2001 no mesmo endereço e atende cerca de 80 crianças e adolescentes com aulas de música.

Para tocar o projeto de revitalização da praça, a entidade em que trabalham cinco pessoas conseguiu apoio da Administração Regional do Recanto das Emas, com mão de obra e doação de pneus, areia e cimento, e de empresas privadas. O administrador regional, Fábio Viana Ávila, vê a ação como um modelo a ser seguido nas outras quadras da região administrativa. “A transformação é importante para que as pessoas sintam-se conectadas com o lugar.” O gestor reforçou a importância da atuação dos moradores e adiantou que a mudança promovida pela iniciativa popular contará com o apoio do Estado para a manutenção do local.

FONTE: Agência Brasília 

Comunidade é convidada para participar da iniciativa na Quadra 307. Administração regional apoia com mão de obra e parte dos materiais

Unidos pela ideia de construir a praça dos sonhos da comunidade, moradores do Recanto das Emas vão trabalhar em mutirão, no fim de semana, para revitalizar a área de lazer da Quadra 307. A atividade, coordenada pela organização sem fins lucrativos Instituto Batucar, no mesmo endereço, tem apoio da administração regional e de outros setores, como empresas privadas. O trabalho coletivo começará às 8 horas, tanto no sábado quanto no domingo, e será encerrado com apresentações culturais.

A Administração Regional do Recanto das Emas vai doar dez sacos de cimento, pneus — recolhidos das ruas ou entregues para descarte — e ajudar na mão de obra. Além de servidores da administração, 16 internos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso vão auxiliar no mutirão. A proposta, elaborada com os moradores, é que a própria comunidade faça as intervenções desejadas na praça. Por isso, a mão de obra cedida vai ser concentrada em limpeza, poda e pintura.

Na proposta de revitalização, está prevista, por exemplo, a criação de bancos de pneus, de um local para leitura e de um espaço cultural. Grande parte das melhorias será feita com materiais reutilizados. Atendendo ao pedido de uma criança, uma geladeira doada será adaptada para guardar os livros. Para o espaço cultural, os moradores construirão um minipalco de paletes de madeira — caixas feitas do material foram oferecidas por uma empresa de logística e transporte.

A metodologia do projeto, que consiste no planejamento dos moradores com base na questão Qual é a praça que você sonha?, é do Instituto Elos. A organização não governamental paulista promoveu treinamento em Brasília no ano passado e ação semelhante na praça da Quadra 102, no Recanto das Emas. Agora, o Instituto Batucar reproduz a ação na 307 com os conhecimentos adquiridos sobre recuperação de espaços públicos.

“Sentimos a responsabilidade de promover mudanças nessa quadra. A ideia é que a própria comunidade realize, crie e cuide. Aí, vai dar valor ao espaço público”, explica Alceu Alencar, coordenador da ação e representante do Instituto Batucar. Além dos materiais já doados pela administração, por moradores e por empresas, ele destaca que também serão necessários outros produtos, como areia, brita e tinta.

No fim do domingo, quando a revitalização for concluída, haverá comemoração a cargo de grupos culturais. Vão se apresentar o Batucadeiros — crianças e adolescentes que aprendem no instituto percussão corporal e prática de diversos instrumentos — e moradores da 307 com break dance, um estilo de dança de rua.

Ressaltando a importância do combate ao mosquito Aedes aegypti, a administração regional também aproveitará o momento para distribuir folhetos e conscientizar a população.

Mutirão

20 de fevereiro (sábado) e 21 (domingo)

Na praça da Quadra 307, Recanto das Emas

Às 8 horas

Doações (areia, brita, tinta etc): (61) 3082-1014 e 9397-6606

FONTE: Agência Brasília 

Passeio semanal começará na quarta-feira (17), às 19 horas, com apoio da Polícia Militar

Para estimular o hábito de andar de bicicleta no Recanto das Emas, a administração regional, a Polícia Militar e integrantes do grupo Pedala Recanto desenvolveram na região a atividade Pedal Seguro. Além de incentivar a prática, o objetivo é proporcionar segurança ao passeio noturno.

O projeto estreia nesta quarta (17), às 19 horas, e deverá ocorrer semanalmente. O ponto de encontro dos ciclistas será no 27º Batalhão da Polícia Militar, de onde o grupo seguirá para a Avenida Recanto das Emas até a entrada da região administrativa e retornará ao local de partida.

De acordo com Marcos Cavalcanti, organizador do percurso e membro do grupo Pedala Recanto, durante a concentração (por volta das 18h30), haverá apresentação de artistas locais. Os ciclistas vão cumprir um trajeto de 18 quilômetros. Para quem precisar, a organização vai emprestar 80 bicicletas, doadas pelo comércio local.

Controle de trânsito

De acordo com a Polícia Militar, quatro policiais atuarão como batedores, fechando uma das duas faixas da avenida principal, enquanto um veículo com dois militares acompanhará os participantes. O motorista que quiser evitar o tráfego poderá contornar pelas Avenidas Vargem da Bênção ou Monjolo, paralelas à Avenida Recanto.

Segundo a administração regional, o grupo Pedala Recanto surgiu em 28 de julho do ano passado para comemorar o aniversário da região.


Passeio ciclístico — Projeto Pedal Seguro

Início: 17 de fevereiro de 2016 (quarta-feira)

Às 19 horas

Ponto de partida: 27º Batalhão da Polícia Militar (Quadra 111, Avenida Recanto das Emas)

 

FONTE: Agência Brasília

No sábado (13), militares das Forças Armadas, do Corpo de Bombeiros e agentes da Vigilância Ambiental vão passar em todas as regiões

Subsecretário de Proteção e Defesa Civil, coronel Sergio Bezerra; comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; subsecretário de Vigilância à Saúde, Tiago Coelho; e chefe da Assessoria de Mobilização Institucional e Social para a Prevenção de Epidemias, da Secretaria de Saúde, Aílton Domício

Subsecretário de Proteção e Defesa Civil, coronel Sergio Bezerra; comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; subsecretário de Vigilância à Saúde, Tiago Coelho; e chefe da Assessoria de Mobilização Institucional e Social para a Prevenção de Epidemias, da Secretaria de Saúde, Aílton Domício

Todos os administradores regionais se reuniram nesta quinta-feira (11) com secretários do Executivo local para decidir os últimos ajustes da ação de conscientização de combate ao Aedes aegypti no sábado (13). A operação é comandada pelo Ministério da Defesa e terá apoio dos órgãos do governo de Brasília.

O chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, acredita que a união das administrações com as pastas contribua para o planejamento estratégico de combate ao mosquito e às doenças transmitidas: “É importante estarmos alinhados ao que cada um está fazendo para decidir como podemos ajudar”.

Para a data marcada, serão 18 mil militares das Forças Armadas no Distrito Federal e Entorno (Cristalina, Formosa, Luziânia, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso do Goiás),1,1 mil homens do Corpo de Bombeiros e 385 agentes da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde — corresponde a 77% dos agentes na vigilância.

Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hamilton Santos Esteves Junior, a corporação está envolvida com a campanha. “Estamos fazendo um esforço para mobilizar 1,1 mil bombeiros em um sábado, mas eles sabem que trabalharão em prol da sociedade com a prevenção da dengue, da zika e da chikungunya e visitando as moradias, unindo as forças para fazer um combate efetivo.”

No dia, os militares e os agentes vão visitar as casas prestando orientações à população de todas as regiões administrativas e nas cidades do Entorno sobre como evitar a proliferação do mosquito e os cuidados que devem ser tomados.

Campanha nacional

O sábado, 13 de fevereiro, será marcado com ações pelo País. A campanha de conscientização envolverá 220 mil militares nas 27 unidades federativas, que deverão visitar mais de três milhões de residências.


FONTE: Agência Brasília

Procedimento pode ser feito até 18 de março. Vagas para novos alunos serão ofertadas a partir de abril

Dos 11 centros olímpicos e paraolímpicos do Distrito Federal, oito oferecem a renovação de matrículas de 23 de fevereiro a 18 de março. O serviço nas unidades da Estrutural, do Setor O, em Ceilândia, e de Sobradinho ocorreu em dezembro do ano passado e janeiro deste ano.

De acordo com a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer, todos os centros de Brasília somam 35.112 matrículas ativas e a expectativa da pasta é que 80% delas sejam renovadas.

A rematrícula das unidades do Setor O, da Estrutural e de Sobradinho ocorreu com antecedência em relação às demais porque esses centros entraram em processo de seleção da entidade responsável por administrá-los. As aulas nesses locais foram interrompidas em novembro e se reiniciarão no dia 16 deste mês. Nas demais, as atividades seguiram normalmente, com interrupção somente nas festas de fim de ano.

De acordo com a secretaria, o padrão é renovar as matrículas após o término das férias e o início do ano letivo nas escolas públicas, para que o estudante saiba qual período tem disponível para as atividades nos centros olímpicos.

Novos alunos

A abertura de novas matrículas será em abril, em data ainda a ser confirmada, e a oferta ocorrerá mensalmente. A quantidade de vagas dependerá do número de renovações e ficará exposta no mural de cada unidade.

O centro da Estrutural é o único em que os atletas praticam atividades durante todo o período da manhã ou da tarde, em horário contrário ao da escola, de terça a sexta-feira. A medida é fruto de debates com a comunidade local, por se tratar de uma região de grande vulnerabilidade social. Essa unidade, a exemplo das demais, também atende o público adulto, idosos e pessoas com deficiência.

Documentação

O aluno que quiser renovar a matrícula em algum dos oito centros precisa apresentar comprovante de residência — se tiver mudado de endereço — e declaração da escola — se for estudante. Os menores de 18 anos devem estar acompanhados de um responsável maior de idade.

Para pessoas com mais de 70 anos, além do comprovante de residência atualizado, é necessário levar atestado médico, se aquele que está na unidade tiver passado da validade.

Atividades oferecidas

Brazlândia

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica localizada, hidroginástica, natação e vôlei

Para pessoas com deficiência: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, natação, parabadminton, tiro com arco e vôlei sentado

Ceilândia

Atividade física orientada, atletismo, basquete, capoeira, capoterapia, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica rítmica, hidroginástica, jiu-jítsu, natação, pilates e vôlei

Para pessoas com deficiência: atividade física orientada, atletismo, bocha, natação e parabadminton

Estrutural

Atletismo, basquete, boxe, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica acrobática, ginástica artística, ginástica localizada, handebol, hidroginástica, judô, natação, tênis e vôlei

Para pessoas com deficiência: atletismo, bocha, natação e tênis de mesa

Gama

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, dança, desenvolvimento motor, futebol society, futsal, ginástica localizada, natação, saltos ornamentais e vôlei

Para pessoas com deficiência: atletismo, bocha, natação, tênis de mesa e vôlei sentado

Recanto das Emas

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica localizada, handebol, hidroginástica, natação e vôlei

Para pessoas com deficiência: atividade física orientada, atletismo, bocha, hidroginástica, natação e parabadminton

Riacho Fundo I

Atividade física orientada, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futsal, ginástica localizada, handebol, hidroginástica, jiu-jítsu, natação e vôlei

Para pessoas com deficiência: atividade física orientada, bocha, futsal, natação e vôlei sentado

Samambaia

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caminhada orientada, caratê, corrida, desenvolvimento motor, futebol society, futsal, ginástica localizada, ginástica rítmica, handebol, hidroginástica, jiu-jítsu, natação, pilates, tênis e vôlei

Para pessoas com deficiência: atletismo, bocha, estimulação aquática, futsal, natação, parabadminton e vôlei sentado

Santa Maria

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica localizada, ginástica rítmica, hidroginástica, natação, tênis e vôlei

Para pessoas com deficiência: atividade física orientada, atletismo, bocha, hidroginástica, natação, tênis em cadeira de rodas e tênis de mesa

São Sebastião

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol society, futsal, ginástica localizada, hidroginástica, judô, natação, tênis e vôlei

Para pessoas com deficiência: atividade física orientada, atletismo, bocha, golbol, natação e parabadminton

Setor O (Ceilândia)

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica localizada, ginástica rítmica, hidroginástica, jiu-jítsu, natação e vôlei

Para pessoas com deficiência: atletismo, basquete, bocha, natação e vôlei sentado

Sobradinho

Atividade física orientada, atletismo, basquete, caratê, desenvolvimento motor, futebol society, futsal, ginástica localizada, handebol, vôlei e vôlei de areia

Para pessoas com deficiência: atletismo, basquete, bocha, futebol e futsal


FONTE: Agência Brasília

Ação no Residencial São Francisco, no Recanto das Emas, recebeu o reforço de 30 militares

O combate a focos de larvas do mosquito Aedes aegypti em áreas públicas do Recanto das Emas ganhou nesta quinta-feira (4) o auxílio do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. O local da ação foi o Residencial São Francisco, no Setor Habitacional Água Quente. Trinta militares, com o apoio de servidores da Administração Regional do Recanto das Emas e da Vigilância Ambiental em Saúde, visitaram as casas da região para orientar a população a evitar acúmulo de água e, assim, barrar o surgimento de criadouros do mosquito. Os militares e agentes da Vigilância aplicaram larvicida, composto para matar a larva do Aedes aegypti, em diversos pontos do Residencial São Francisco.

12651282 1663498617233748 5642241906981107253 nFOTO: Afonso Ferreira/ ASCOM-RAXV

“É essencial que os moradores recebam as nossas equipes em casa. Nosso objetivo é ajudar, ensinar o que a população pode fazer para evitar que o mosquito cresça dentro de casa”, destacou a tenente Ana, do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, que faz parte da Coordenação de Combate à dengue, à chikungunya e ao zika vírus.

A prevenção é a única arma contra as doenças, e a melhor forma para evitá-las é combater os pontos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor. “A ação do Governo de combate à dengue com a comunidade é muito importante. A dengue traz risco de morte para população, cabe também a cada um ter a consciência de cuidar do seu quintal, da sua casa”, afirmou Denise Freitas da Costa, moradora há 8 anos do Residencial São Francisco.

É importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

“Ações como essa são importantes para mobilizar a população no enfrentamento ao mosquito vetor da dengue, da chikungunya e do zika,” enfatizou o administrador regional, Fábio Viana Ávila.

12642810 1663498603900416 5365983567335487016 nFOTO: Afonso Ferreira/ ASCOM-RAXV

Ação contínua

Durante todo o ano, agentes da Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde, da Secretaria de Saúde, combatem focos do Aedes aegypti. Segundo a Chefe da Vigilância Ambiental do Núcleo Regional do Recanto das Emas, Ione Siqueira a ação no Residencial São Francisco é muito importante devido à proximidade com Santo Antônio do Descoberto (GO), cidade que constatou três casos de zika vírus — duas gestantes e uma criança de 2 anos — apenas no mês de janeiro.

“A prevenção da dengue deve ser monitorada diariamente pelos moradores, a população deve ter comprometimento em cuidar da sua residência e nunca esquecer que a nossa cidade é extensão da nossa casa”, finalizou a servidora.

Lembre-se

A Administração pede à população que não jogue lixo domiciliar, móveis inservíveis e entulho em áreas públicas e terrenos baldios e que não contrate empresas clandestinas para se desfazer deste material, pois são elas as principais responsáveis pelo despejo irregular de resíduos na cidade. Assim, são evitadas a proliferação de diversas doenças, como a dengue e a febre chikungunya.

Prazo para inscrição dos cerca de 470 mil estudantes começou hoje (26). Veja a documentação necessária

Teve início nesta terça-feira (26) a matrícula dos estudantes na rede pública de ensino para o ano letivo de 2016. Responsáveis têm até 4 de fevereiro (somente em dias úteis) para efetivar as inscrições feitas pelo telefone 156, além daquelas de quem pediu remanejamento escolar e de quem vai trocar de nível — do ensino fundamental para o médio, por exemplo.

O ano letivo começa em 29 de fevereiro. São cerca de 470 mil vagas para 2016. As que sobrarem serão ofertadas de 15 a 19 de fevereiro, apenas para quem não fez a matrícula por telefone. A lista será divulgada no balcão de cada escola, onde os responsáveis devem fazer a inscrição, por ordem de chegada.

Em 22 de janeiro, a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer divulgou a abertura de mais 246 vagas para educação infantil, de 4 a 5 anos. Com isso, também de hoje (26) a 4 de fevereiro, 39.834 dos 42.309 inscritos pelo telefone no fim de 2015 poderão fazer a matrícula nas escolas indicadas. Com relação aos 2.475 estudantes ainda não contemplados, também dessa faixa etária, a pasta informa que fará as chamadas ao longo de 2016.

Veja o telefone de cada uma das 657 escolas para consultar o horário de funcionamento de cada secretaria.

Documentação para efetivar a matrícula

Educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos (EJA): original e cópia da certidão de nascimento, duas fotos 3×4, comprovante de residência e informações sobre tipo sanguíneo e fator RH. No caso de estudantes menores de idade, o responsável deverá apresentar RG e CPF.

Também é obrigatória a apresentação de:

Educação infantil: cópia do cartão de vacina atualizado.

Ensino fundamental: declaração provisória de matrícula, histórico escolar ou ficha individual do estudante (séries/anos finais).

Ensino médio: declaração provisória de matrícula ou histórico escolar.

EJA: declaração provisória de matrícula ou histórico escolar. Caso a documentação esteja incompleta ou inexistente, deverão ser seguidos os procedimentos administrativos apontados no Manual da Secretaria Escolar 2010.

FONTE: Agência Brasília 

Portaria publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (20) destina verbas do Fundo de Apoio à Cultura para custear viagens e cursos


A Secretaria de Cultura disponibilizará R$ 700 mil para passagens aéreas e diárias, além de R$ 450 mil para bolsas de estudo, ao longo de 2016, com o objetivo de apoiar artistas do Distrito Federal. A decisão foi publicada no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (20), por meio de portaria. As verbas serão reservadas no orçamento deste ano do Fundo de Apoio à Cultura (FAC). A expectativa é que cerca de 200 entes culturais sejam beneficiados.

As solicitações devem ser feitas na própria Secretaria de Cultura, no anexo do Teatro Nacional Claudio Santoro, por meio de entrega de formulário. Para ter acesso ao benefício, o artista precisa fazer o Cadastro de Ente e Agente Cultural. Não é preciso se inscrever em nenhum edital.

Não há data limite para apresentar os pedidos, mas, no caso de viagens, é necessário entregar o formulário com 45 dias de antecedência, para que seja analisado pelo Conselho de Cultura do Distrito Federal.

Viagens

O objetivo do apoio a passagens e diárias é auxiliar agentes e grupos culturais que pretendam participar de eventos, cursos de curta duração, seminários ou congressos, nacionais e internacionais. Serão contempladas solicitações até o valor máximo de R$ 60 mil por mês, respeitando a dotação orçamentária para o ano. Os solicitantes deverão comprovar a participação de mais de 75% do evento informado.

Cada artista poderá pleitear até R$ 5 mil para passagens e diárias em viagens nacionais e até R$ 12 mil para destinos internacionais. Para grupos de até 19 pessoas, o máximo é de R$ 35 mil, seja para viagens domésticas, seja para outros países. Acima de 20 pessoas, o teto é R$ 60 mil.

Bolsas

Criado a partir do Decreto nº 34.785 — que estabelece o regulamento do FAC —, o programa de bolsas de estudo e capacitação engloba cursos formais e não formais. O auxílio é de R$ 900 mensais para graduação, cursos de aperfeiçoamento e capacitação em instituições informais e cursos de extensão e pós-graduação lato sensu. Bolsas de mestrado, doutorado e de cursos internacionais seguem as regras  do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

O beneficiário deverá apresentar, anualmente, relatórios de aproveitamento e atividades desenvolvidas. Serão até R$ 5 mil para bolsas nacionais fora do DF e R$ 10 mil para internacionais. As mesmas normas valem para solicitações de bolsas de pesquisa. O FAC também custeia despesas com inscrição, deslocamento e instalação.

Histórico

O programa de apoio foi regulamentado em janeiro de 2013, por meio da  Resolução nº 3, do Conselho de Cultura do DF, que detalha os procedimentos a serem seguidos pelos artistas interessados.

O valor destinado à iniciativa é reajustado anualmente. Em 2015, foram investidos R$ 273.291,21 em 11 bolsas de estudos e R$ 674.366,95 em passagens aéreas e diárias, contemplando 192 entes culturais.

FONTE: Agência Brasília

A partir desta segunda-feira (18), 400 alevinos e 600 litros de larvicida biológico serão utilizados na luta contra o mosquito

O governo voltou a reforçar as estratégias de combate ao Aedes aegypti — vetor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. A partir desta segunda-feira (18), 400 alevinos de lambari de cauda amarela e 600 litros do micro-organismo Bacillus thuringiensis israelensis, que é um larvicida biológico, serão distribuídos nas regiões administrativas com a maior incidência do mosquito.

“Esse controle biológico é um esforço complementar para melhorarmos a luta contra o mosquito”, explicou o governador Rodrigo Rollemberg durante o lançamento das novidades, no Gama. “Só três unidades da Federação diminuíram os casos de dengue no ano passado, e o Distrito Federal foi uma delas. Mas é claro que, enquanto tivermos um caso, ainda estaremos preocupados.”

Os métodos serão somados aos já usados atualmente. No caso dos filhotes de peixe, eles serão espalhados por espelhos d'água de espaços públicos em regiões mais afetadas por focos do vetor. Será um para cada 20 metros cúbicos. Os alevinos serão doados pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF).

Segundo o subsecretário de Vigilância à Saúde da Secretaria de Saúde, Tiago Araújo Coelho de Souza, a ideia de utilizar os filhotes no combate ao vetor surgiu durante uma reunião entre o governador Rodrigo Rollemberg e representantes de secretarias de Estado. A escolha foi devido à espécie ser resistente e sobreviver a situações adversas, além de alimentar-se basicamente de larvas e insetos.

Um biólogo da subsecretaria acompanhará a entrega para explicar os cuidados necessários com os alevinos. Posteriormente outras áreas do DF devem ser atendidas. A expectativa é ultrapassar, neste ano, a produção dos peixes de 2015: cerca de 15 mil.

Bacillus

Os 600 litros do Bacillus thuringiensis israelensis serão aplicados a partir de hoje por agentes da força-tarefa criada em dezembro por meio do Plano de Ação para o Enfrentamento das Doenças Transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Inicialmente, as regiões que receberão o produto são Gama, Recanto das Emas e Santa Maria. Uma gota é suficiente para pelo menos um litro de água, segundo o diretor de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde, Divino Valero.

24164871820 175db5b7f7 zO governo voltou a reforçar as estratégias de combate ao Aedes aegypti — vetor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. A partir desta segunda-feira (18), 600 litros do micro-organismo Bacillus thuringiensis israelensis, que é um larvicida biológico, serão distribuídos nas regiões administrativas com a maior incidência do mosquito.


 

O larvicida biológico não representa risco ao meio ambiente nem ao ser humano, mesmo se ingerido. A estimativa feita pelo diretor é que os bacillus causem a morte das larvas do mosquito em até uma hora. “Ele atua destruindo o estômago da larva”, explica. Valero esclarece que o produto será aplicado inicialmente por seis meses para ser comprovada sua eficácia.

Os bacillus são extraídos da terra e fermentados. A gota do larvicida age do primeiro ao quarto estágio da larva. Juntas, as fases chegam a durar cerca de cinco dias.

Em 7 de janeiro, o governo criou uma sala de situação para reunir a coordenação da força-tarefa de combate ao mosquito, identificar início dos focos e informar ao governo federal sobre os casos de doenças transmitidas pelo vetor.

Desde o início da força-tarefa, foram retiradas 22.882 toneladas de lixo e entulho das ruas do DF e visitados 24,5 mil imóveis, dos quais 660 tinham possíveis focos. As amostras foram encaminhadas para análise laboratorial. Além da Secretaria de Saúde, participam da iniciativa a Agência de Fiscalização, o Corpo de Bombeiros Militar, o Serviço de Limpeza Urbana, a Subsecretaria de Proteção de Defesa Civil, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, as administrações regionais, a Aeronáutica, o Exército e a Marinha.

Registros

O último boletim epidemiológico divulgado pela Saúde mostra que, desde o início do ano até o dia 11, foram notificados 38 casos suspeitos de dengue, contra 101 no mesmo período de 2015. Quanto aos casos confirmados, foram 36 — 29 a menos.

Quanto à febre chikungunya, neste ano ocorreram duas notificações de suspeita e nenhuma confirmação. Já em relação ao zika vírus, houve cinco suspeitas, sendo duas confirmadas — uma trata-se de morador do DF e outro, de Santo Antônio do Descoberto (GO).

Apesar dos esforços, o subsecretário de Vigilância à Saúde reforça que é imprescindível a participação popular no combate. “É importante que os moradores abram as portas para os agentes”, diz Tiago Souza. Segundo ele, 30% da população ainda apresenta resistência às visitas.

Situação de emergência

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal nesta manhã o decreto que prorroga a situação de emergência na saúde pública local. A medida vale por mais 180 dias. “O Brasil todo está em situação de emergência por conta do Aedes aegypti. A própria presidente Dilma conclamou todos os estados a ficarem em estado de alerta máximo”, explicou o secretário de Saúde, Fábio Gondim.

Com o decreto, a secretaria continua com a permissão para comprar medicamentos e insumos com dispensa de licitação e a possibilidade de convocar novos servidores. A medida, adotada em janeiro, já havia sido prorrogada pelo Decreto nº 36.613, de 16 julho de 2015.


FONTE: Agência Brasília

Documento fornece orientações para atendimento à população

Com objetivo de orientar profissionais de saúde sobre as ações de assistência e vigilância epidemiológica às ocorrências associadas à infecção pelo vírus zika no Distrito Federal, a Secretaria de Saúde elaborou o “Plano Distrital de Enfrentamento e Atendimento de Ocorrências Associadas à Infecção pelo Vírus Zika”.

O documento salienta atenção especial para os casos que envolvem mulheres em idade fértil, gestantes e bebês com microcefalia. Entre os tópicos citados no texto aos profissionais está o aperfeiçoamento da assistência para detecção e notificação de quadros sugestivos de microcefalia em recém-nascidos, bem como a reabilitação de casos confirmados.

Confira o plano na íntegra neste link .

FONTE: Agência Saúde

Em 2015, foram apreendidas 2.024 armas de fogo no DF. Essas operações influenciam na redução de homicídios e roubos

Dos 11 tipos de crime apresentados no balanço da Segurança Pública divulgado na manhã de segunda-feira(12) pelo governo, oito tiveram queda em 2015 em comparação com 2014. O resultado vem das ações do programa Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida, que, segundo a secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar Araújo, terá novos desafios em 2016.

A secretária afirma que o trabalho para coibir crimes contra o patrimônio, como roubos e furtos, precisará ser intensificado, pois corresponde à maioria das ocorrências. “Temos resultados positivos em praticamente todos os indicadores, mas não estamos satisfeitos”, disse. “O governo tem um compromisso em aprofundar a cultura de paz no Distrito Federal.”

Para atingir melhores índices, são desenvolvidas ações estratégicas em áreas específicas. As iniciativas tratam-se da resposta das forças de segurança à criminalidade e a outros anseios da comunidade— a chamada produtividade, contabilizada em cada força e na própria secretaria.

Na produtividade da Polícia Militar, por exemplo, destacam-se ações como 1.341.069 de abordagens a pessoas em 2015 e 383.959 a veículos. Foram empregados quase 3 mil policiais militares e mais de 930 viaturas por dia nos atendimentos da corporação. Projetos sociais também fazem parte da produtividade com quase 90 mil atendimentos em quatro propostas diferentes: Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência e Programa de Educação Ambiental.

Um dos principais índices, segundo a avaliação do comandante-geral da PM, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira, a apreensão de armas de fogo também obteve resultado positivo. Em 2015, foram 2.024 armas apreendidas — 138 a mais que em 2014. “A apreensão de arma é uma preocupação constante, pois sabemos que grande parte dos homicídios é praticada com arma de fogo.”

Mandados de prisão

A Polícia Civil efetuou 8,15 mil prisões por meio de mandados. Comparado a 2014, houve queda de 6,3% no índice. “Estamos focando no cumprimento qualificado, que é preventivo e condenatório”, explicou o diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba. Segundo ele, a medida influencia na redução de criminalidade, pois deixa de focar em detenções onde o suspeito é liberado pouco tempo depois.

O Corpo de Bombeiros Militar empreendeu 2.454 visitas domiciliares para coleta de leite materno, com resultado de mais de 1,45 mil litros. Os militares passaram por mais de 1,9 mil casas em ação de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Carteiras apreendidas

Na produtividade do Detran estão contabilizados 2.033 veículos apreendidos em dezembro do ano passado e 518 carteiras de habilitação suspensas e/ou cassadas.

A Defesa Civil fez 141 vistorias e 33 interdições, desinterdições e notificações de edificações, e a Subsecretaria de Integração de Operações de Segurança Pública atendeu 229.269 chamadas só em dezembro pela Central de Atendimento e Despacho (Ciade).


FONTE: Agência Brasília

Veja quais serviços públicos estarão disponíveis e os horários de atrações turísticas de quinta-feira (24) a domingo (27)

O último fim de semana do ano começará mais cedo. Isso porque o feriado de Natal, 25 de dezembro, cairá na sexta-feira e a véspera, quinta-feira (24), será ponto facultativo a partir das 14 horas, conforme determinado pelo Decreto Distrital nº 36.366, de 2015. Alguns serviços públicos e pontos turísticos terão horários de funcionamento diferenciados. As unidades de saúde da rede pública, por exemplo, atenderão casos de emergência, e as delegacias de polícia, em regime de plantão.

SERVIÇOS

Saúde

Na véspera de Natal, quinta-feira (24), os ambulatórios de hospitais e centros de saúde terão atendimento até as 14 horas. Depois disso, na sexta-feira (25), no sábado (26) e no domingo (27) só funcionam as emergências dos hospitais e as unidades de pronto-atendimento (UPAs) de Ceilândia, do Núcleo Bandeirante, do Recanto das Emas, de Samambaia, de São Sebastião e de Sobradinho, abertas 24 horas por dia.

Segurança

O cidadão que precisar registrar ocorrência policial durante o feriado e o fim de semana deverá procurar as delegacias da Polícia Civil, que funcionarão em regime de plantão. Na quinta-feira (24), o expediente será normal até as 14 horas. Depois disso, em esquema de plantão. Na segunda-feira (28), o funcionamento será normalizado.

Transporte

Na véspera de Natal (24), de acordo com o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), o horário de funcionamento das linhas de ônibus será normal até as 20 horas, mas com autorização do reforço das frotas entre 12 e 14 horas para as viagens de retorno entre a Rodoviária do Plano Piloto e as regiões administrativas. No feriado (25) e no domingo (27), as empresas seguem a escala com 40% dos veículos nas ruas.

As bilheterias do Sistema de Bilhetagem Automática do DFTrans funcionam todos os dias, inclusive em fins de semanas e feriados. No Gama, abrem das 5 às 22 horas; em Santa Maria, das 5 às 19 horas; no Park Way, das 6 às 22 horas; e na Rodoviária do Plano Piloto, das 6 às 22 horas.

O Metrô-DF estará fechado no feriado de Natal (25). Na véspera (24), funcionará com horário reduzido, das 6 às 20 horas, e no domingo seguirá a escala normal, das 7 às 19 horas. A passagem custa R$ 4.

Banco de Brasília (BRB)

Na quinta-feira (24), as agências estarão abertas ao público das 9 às 11 horas. Já de sexta-feira (25) a domingo (27) ficam fechadas. Na segunda-feira (28), o atendimento é normal, das 11 às 16 horas.

Doação de sangue

A Fundação Hemocentro de Brasília funcionará das 7 às 12 horas na quinta-feira (24). No feriado (25) estará fechada. No sábado (26), funciona das 7 às 18 horas e no domingo (27) é fechado. A instituição fica no Setor Médico-Hospitalar Norte, Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3 (Asa Norte). Para mais informações, disque 160 e tecle a opção 2.

Postos do Na Hora

Os postos do Na Hora não funcionarão na sexta-feira (25), no sábado (26) e nem no domingo (27). Na quinta-feira (24) estarão abertos das 7h30 às 12h30. O Na Hora reúne, em um único local, serviços de órgãos públicos federais e distritais, tais como: emissão de carteira de identidade, consulta a processos do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios e retirada de segunda via de contas de água.

Procon-DF

Haverá atendimento ao público na quinta-feira (24) no Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF), das 8 às 14 horas. De sexta-feira (25) a domingo (27) estará fechado. Na segunda-feira (28), o horário de funcionamento será normal, das 8 às 18 horas. Mais informações pelo telefone 151. Veja a relação dos postos do Procon.

Secretaria de Fazenda

As agências estarão abertas das 9 às 14 horas na véspera de Natal, quinta-feira (24). No feriado, sexta-feira (25), estarão fechadas. O atendimento será retomado na segunda-feira (28), das 12h30 às 18h30. A central telefônica da secretaria (número 156, opção 3) seguirá o mesmo cronograma. Na segunda (28), o atendimento volta ao normal, das 7 às 19 horas.

Quem precisar de consultas e serviços básicos, como impressão de segunda via de boletos para pagamento de impostos e emissão de certidões negativas, poderá acessar o site da secretaria. Outras demandas, sobre o Nota Legal, por exemplo, poderão ser registradas no atendimento virtual, mas as respostas serão dadas nos dias úteis, em horário comercial, das 8 às 19 horas.

Shoppings populares

O Shopping Popular de Ceilândia, na QNM 11, estará aberto normalmente, das 8 às 18 horas na quinta-feira (24), no sábado (26) e no domingo (27). No dia 25 estará fechado. O de Brasília, ao lado da antiga Rodoferroviária, funcionará na quinta-feira, das 8 às 17 horas. Na sexta-feira (25), estará fechado. No sábado (26), o atendimento é normal, das 8 às 17 horas. No domingo (27), não abre.

PONTOS TURÍSTICOS

Catetinho

Km 0 da BR-040, Gama

Estará aberto das 9 horas ao meio-dia na quinta-feira (24) e fecha no feriado de Natal (25). Sábado (26) e domingo (27) abrirá em horário normal, das 9 às 17 horas.

Entrada gratuita

3338-8803

Jardim Botânico de Brasília

SMDB, Área Especial, Lago Sul

No dia 24 funcionará das 9 às 14 horas. No feriado (25) não abrirá, mas voltará ao funcionamento normal no sábado (26), das 9 às 17 horas.

Entrada: R$ 5

Para crianças de até 12 anos incompletos e adultos a partir dos 60, a entrada é gratuita.

3366-2141

Memorial dos Povos Indígenas

Eixo Monumental Oeste, Praça do Buriti, em frente ao Memorial JK

Funcionará na quinta-feira (24) das 9 às 14 horas. Na sexta-feira (25) estará fechado. No sábado (26) e no domingo (27), abre em horário normal, das 9 às 17 horas.

Entrada gratuita

3344-1154

Museu Nacional da República

Setor Cultural Sul, perto da Rodoviária do Plano Piloto

Na quinta-feira (24) estará aberto das 9 às 14 horas. No feriado não abre, mas no sábado (26) e domingo (27) o funcionamento é normal, das 9 horas às 18h30.

Entrada gratuita

3325-5220

Museu Vivo da Memória Candanga

Via Epia Sul, Lote D, Núcleo Bandeirante

Funcionará na véspera de Natal das 9 horas ao meio-dia. No feriado não funcionará. No sábado (26) funciona em horário normal, das 9 às 17 horas. E no domingo o local não abre.

Entrada gratuita

3301-3590

Torre de TV

Na quinta-feira (24) a visitação ao mirante e ao mezanino será das 9 às 14 horas. Na sexta-feira (25) estará aberta ao público das 14 às 19 horas. No fim de semana funcionará normalmente, das 9 às 20 horas. O Café da Torre seguirá os mesmos horários da visitação em todos os dias. A Feira da Torre estará aberta todos os dias das 9 às 18 horas. A praça segue até às 20 horas. De acordo com a Secretaria de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo, a fonte luminosa está temporariamente desligada por motivos técnicos.

Torre de TV Digital

Estrada Parque Contorno, DF-001, Bairro Colorado, Sobradinho — subida para Sobradinho, após a Academia da Polícia Federal.

A visitação na quinta-feira (24) será das 9 ás 14 horas. Na sexta-feira (25) das 14 às 19 horas. E no fim de semana em horário normal, das 9 às 18 horas.

Zoológico

Avenida das Nações (Via L4 Sul)

Na quinta-feira (24) funcionará das 9 horas ao meio-dia. Já no feriado de Natal (25) estará fechado. O funcionamento volta ao normal no sábado (26), das 9 às 17 horas.

Entrada: R$ 10 (quem tem até 5 anos e pessoas com deficiência e o acompanhante não pagam. Idosos com 60 ou mais, estudantes, crianças até 12 anos, professores e beneficiários de programas sociais dos governos distrital ou federal, mediante a apresentação da carteirinha, pagam meia-entrada).

BIBLIOTECAS

Biblioteca Nacional de Brasília

Setor Cultural Sul, perto da Rodoviária do Plano Piloto

Na quinta-feira (24) funcionará das 8 às 12 horas. Na sexta-feira (25) estará fechada. No sábado e no domingo, funciona das 8 às 14 horas. Na segunda-feira (28), fecha novamente e reabre em 4 de janeiro, das 8 horas às 19h45.

Biblioteca Pública de Brasília

EQS 312/313

Estará aberta na quinta-feira (24) das 7h30 às 14 horas. Na sexta-feira (25) fecha e reabre apenas em 4 de janeiro, das 7h30 às 18 horas.

CENTROS CULTURAIS E CINE BRASÍLIA

Casa do Cantador

QNN 32, Área Especial, Ceilândia Sul

Estará aberto das 8 horas ao meio dia na quinta-feira (24). No feriado de Natal (25), no sábado (26) e no domingo (27) não funcionará. Reabre na segunda-feira (28), das 8 às 12 e das 14 às 18 horas.

Telefones: 3378-5067 e 3378-4891

Centro Cultural Três Poderes

Praça dos Três Poderes

Reúne o Panteão da Pátria, o Espaço Lucio Costa e o Museu da Cidade

Funcionará até as 14 horas do dia 24, véspera de Natal. No feriado (25), estará fechado. No sábado (26) e no domingo (27) volta ao horário normal, das 9 às 18 horas.

Entrada gratuita

3325-6244

Cine Brasília

EQS 106/107

Estará fechado na quinta-feira (24) e na sexta-feira (25). Nos outros dias há programação.

Veja a programação até 30 de dezembro

Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada)

3244-1660


FONTE: Agência Brasília

Dezembro Musical terá cantatas nas RAs e Réveillon no Museu Nacional e na Prainha

A programação de fim de ano da Secretaria de Cultura começa nesta sexta (18), recheada de música e distribuída por nove regiões administrativas. Batizada de Dezembro Musical, a série de eventos será aberta com concertos itinerantes da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro e encerrada com os shows de Réveillon na Prainha dos Orixás e no Museu Nacional da República.

Além da Orquestra Sinfônica, a partir de sexta será realizado o circuito de cantatas de Natal pelas regiões administrativas. Cinco conjuntos (entre corais, madrigais e grupos instrumentais) compõem a programação que passará entre os dias 18 e 23 por São Sebastião (Coral Sigma), Ceilândia (Madrigal Natal Brasileiro), Recanto das Emas (Coral Canto Vivo), Fercal (Orquestra Popular Percussiva Batukenjé) e Planaltina (Coral Vox Dei Brasília).

No dia 31 de dezembro, será realizado, como é tradição, o Réveillon de Brasília. Desta vez, serão duas festas ocupando simultaneamente a Prainha dos Orixás e a área externa do Museu Nacional da República. Na Prainha, haverá shows de quatro grupos locais (Surdodum, Nanãn Matos, Emília Monteiro e Filhos de Dona Maria) e mais a apresentação da cantora maranhense Rita Benneditto (ex-Rita Ribeiro). No Museu Nacional, também serão cinco atrações, incluindo os grupos locais Pé de Cerrado, Karen & Pâmela Viola, Patubatê e Passo Largo. Encerrando a noite e realizando a contagem regressiva para a queima de fogos, está escalada a performance de Baby do Brasil, cuja carreira nasceu no embrião do revolucionário grupo Novos Baianos, em 1969, e culminou na apresentação catártica realizada neste ano, ao lado de Pepeu Gomes, no Rock in Rio.

O orçamento total das festividades de fim de ano, para realização de dez atividades, é de R$ 639.875,00, sem incluir os cachês das cantoras nacionais, que serão patrocinados pelas empresas Inframérica (R$ 80 mil para Rita Benneditto) e JC Gontijo (R$ 80 mil para Baby do Brasil). Com isso, o Governo de Brasília movimentará a cena musical, realizando uma programação que se espalha por várias cidades do DF e, ao mesmo tempo, proporciona à população uma programação de fim de ano diversa, democrática e econômica.

PROGRAMAÇÃO DEZEMBRO MUSICAL

RECANTO DAS EMAS – 20 de Dezembro

Coral Canto Vivo

O coro formado com 20 componentes tem o repertório voltado para músicas natalinas como: Noite Feliz, Noite Azul, We Wish you a Merry Christmans, com participação do público infantil soltando sua imaginação e criatividade.

Local: Praça da Cultura, Av. Recanto das emas, Quadra 103, 10h. (evento social de Natal do ICV)


FONTE: Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal

 

Suspensão temporária começa neste domingo (13). SLU estuda propostas para tornar o serviço eficaz e sustentável

A coleta seletiva será interrompida, a partir de domingo (13), em nove regiões administrativas de Brasília: Candangolândia, Gama, Núcleo Bandeirante, Park Way (a partir da Quadra 6), Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Samambaia e Santa Maria. A suspensão é temporária, de acordo com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU). A autarquia estuda particularidades do lixo de cada região para desenvolver novo modelo desse tipo de coleta, uma vez que o formato adotado não tem eficiência em certos locais.

Dividido em quatro lotes, de acordo com as regiões, o serviço já havia sido paralisado no fim de março em outras cinco. Nesse caso e no de agora, no Lote II, alegando prejuízo financeiro, as empresas escolhidas por licitação não quiseram renovar os contratos. Para o SLU, da maneira como é feito hoje, o serviço não atende também a critérios de sustentabilidade.

Entre as principais dificuldades do sistema de coleta seletiva de Brasília — contratado na gestão anterior — estão a falta de planejamento e o desconhecimento das diferenças do lixo produzido em cada localidade. Em fevereiro de 2014, o serviço — iniciado nas Asas Sul e Norte, em Brazlândia, no Cruzeiro, no Lago Norte e no Setor Militar Urbano — expandiu-se para as 31 regiões administrativas, além da área rural, sem distinção entre as características de cada lugar.

Qualidade

As especificidades do lixo em cada região interferem na qualidade do material coletado. Em algumas, por exemplo, a presença de lixo seco, como embalagens e outros recicláveis, é maior, o que torna o serviço mais rentável. Enquanto em outras regiões há concentração de produto orgânico. Além disso, muitas vezes, a separação dos resíduos não é feita corretamente.

O SLU estuda novas maneiras de fazer a coleta seletiva em Brasília. Uma consultoria foi contratada pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) para analisar e caracterizar os resíduos — divididos em 17 diferentes categorias — por região.

“A coleta seletiva tem de chegar, principalmente, aonde os resíduos secos são gerados. Os estudos vão instrumentalizar o SLU para uma proposta de coleta seletiva que realmente dê resultado”, explica a diretora-geral da autarquia, Kátia Campos. O perfil da população de Águas Claras, por exemplo, indica alto potencial de descarte de embalagens na região. “Vamos reavaliar a coleta do ponto de vista da sustentabilidade, e não apenas do financeiro.”

Moradores de onde o serviço estiver interrompido têm a opção de levar materiais recicláveis para os chamados locais de entrega voluntária (LEVs), em parceria com a iniciativa privada, considerados tendência em cidades da Europa. Supermercados de Brasília oferecem essa alternativa.

Contratos

A Valor Ambiental, responsável pela coleta seletiva que se encerra nas nove regiões a partir de domingo, recebeu pelo contrato do Lote II, de janeiro a novembro, R$ 1.386.869,70. Contratada em 2013, a empresa fez uma das cinco renovações a que tinha direito por lei, atuando por 24 meses. Com base na Lei nº 8.666, o contrato válido por 12 meses era renovável por iguais períodos até o prazo de 60 meses.

Em março, o serviço foi interrompido na Fercal, no Itapoã, no Paranoá, em Planaltina e em São Sebastião, todas do Lote III. À época, a Quebec, responsável pelas regiões, também não renovou o contrato. Em 2014, a empresa recebeu R$ 1.625.810,92.

Quando os contratos foram firmados, a expectativa era que as empresas coletassem 800 toneladas por mês. O número, porém, ficou abaixo: média de 503 toneladas/mês, em 2014, e de 688 toneladas/mês neste ano. O valor pago em 2015 é de R$ 183,25 por tonelada.

O pagamento dos contratos foi definido com base na pesagem dos materiais efetivamente coletados. Ou seja, as empresas recebem de acordo com a quantidade recolhida. Em outros locais do País, paga-se pela rota de coleta realizada.

Normalidade

Nas demais regiões administrativas, o serviço segue normalizado. A Valor Ambiental continua com os trabalhos no Lote IV, que abrange Águas Claras, Brazlândia, Ceilândia, Estrutural, Park Way (até a Quadra 5), Taguatinga e Vicente Pires. Já a empresa CGC, responsável pelo Lote I, faz a coleta seletiva no Cruzeiro, no Guará, no Plano Piloto, no Setor de Industria e Abastecimento (SIA) e no Sudoeste/Octogonal.

 

FONTE: Agência Brasília

Os empresários da região ganharam um novo espaço de desenvolvimento no Recanto das Emas. A Sala do Empreendedor permite acesso a serviços como formalização gratuita de empresas, obtenção de cadastro de pessoa jurídica (CNPJ) e certificado de microempreendedor individual (MEI).

A sala do Empreendedor é um ponto de apoio para o empreendedor da cidade, onde vai ter a oportunidade de tirar suas dúvidas”, afirmou a subsecretária de Micro e Pequena Empresa, Carina Rosso

A criação do espaço é resultado de parceria entre o Governo de Brasília e o Sebrae, que treinou servidores da administração para auxiliar no atendimento.

“Esse novo espaço significa mais desenvolvimento na economia da nossa cidade, isso significa gerar mais emprego, arrecadar mais impostos e fomentar a economia do Recanto das Emas”, enfatizou o Administrador Regional Fábio Viana Avila.

O serviço funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 14h às 18h, sem necessidade de agendamento, na sede da Administração Regional – Avenida Vargem da Benção, Chácara 3, o telefone da Sala do Empreendedor é 3333-9039.

Parceria do governo com o Sebrae-DF, espaço é voltado ao atendimento de micro e pequenos empresários

Moradores do Recanto das Emas interessados em abrir um pequeno negócio ganharam espaço dedicado a atendê-los. A Sala do Empreendedor da região será inaugurada oficialmente na quinta-feira (10), na administração regional, às 10 horas. Criado em abril como resultado de parceria do governo de Brasília com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Distrito Federal (Sebrae-DF), o serviço já atendeu cerca de cem pessoas, mas foi aprimorado com a capacitação dos servidores.

De segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, são oferecidos serviços de formalização gratuita e simplificada de empresa, obtenção do cadastro nacional de pessoa jurídica (CNPJ), emissão do certificado de condição do microempreendedor individual (MEI), entre outros. Não é preciso marcar horário para ser atendido.

Sonho

“Vamos dar todo o suporte aos empreendedores da região. Queremos incentivá-los a produzir e a ir atrás do sonho de ser dono do próprio negócio”, declara a chefe do setor de Desenvolvimento Econômico da Administração Regional do Recanto das Emas, Kelly Cristina Rêgo. A servidora faz parte do grupo de funcionários das administrações regionais treinados pelo Sebrae-DF para tirar dúvidas e orientar os cidadãos que procurem a sala.

O evento de inauguração contará com a presença de comerciantes, artesãos, carroceiros e recicladores de lixo que trabalham na região. Também haverá exposição de produtos, de alimentos oriundos da agricultura familiar e de artesanato. “Mostraremos a riqueza da nossa produção local”, resume a servidora.

Espaços semelhantes existem nos Lagos Sul e Norte, no Riacho Fundo I e no Varjão, mas o objetivo da Secretaria de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo — responsável pelo projeto — é levar o serviço a todas as regiões administrativas.

Inauguração da Sala do Empreendedor do Recanto das Emas

Em 10 de dezembro de 2015 (quinta-feira)

Às 10 horas

Na administração regional — Avenida Vargem Bênção, Chácara 3

Funcionamento: de segunda a sexta, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas

Trinta e cinco artesãos do receberam nesta quarta-feira (25) a carteira nacional do trabalhador manual. O documento regulariza a condição dos profissionais e permite que eles participem de feiras organizadas pelo governo de Brasília, de outras unidades da Federação e até mesmo de fora do País. Além disso, podem fazer cursos e oficinas de artesanato. O evento ocorreu no Centro de Convivência do Idoso do Recanto das Emas .

A entrega atende a uma reivindicação dos moradores feita durante Roda de Conversa com o governador Rodrigo Rollemberg, em 31 de julho.

A artesã Maria Morais, de 80 anos, faz tapetes de crochê e outros tipos de artesanato comemorou a adesão do novo documento.  “ Eu trabalho com artesanato desde o ano 2000 e só agora tive oportunidade de tirar minha carteirinha, estou muito feliz”, afirmou a artesã.

12295284 1642035239380086 2747146941022423858 nArtesã Maria Morais recebe carteira nacional

Como tirar a licença

As carteiras são gratuitas e têm validade de quatro anos. Segundo a subsecretaria, o artesão que quiser tirar o documento precisa agendar a avaliação de um técnico por meio do telefone 3214-2823. Os trabalhos são analisados em grupos de, no mínimo, 15 pessoas.

“Este documento regulariza a situação de pessoas que tem o artesanato como fonte de renda, além disso, facilidade a oportunidade de  expor e comercializar os produtos confeccionados”, enfatizou o Administrador Regional Fábio Viana Avila.

Os candidatos devem ter mais de 16 anos e levar uma foto 3X4, original e cópia da carteira de identidade e do cadastro de pessoa física (CPF), e comprovante de residência no Distrito Federal com o código de endereçamento postal (CEP) atualizado e no próprio nome.

Para renovar a licença, é necessário passar pelo mesmo processo de quem a retirou pela primeira vez. Aqueles que estão com a carteira vencida perdem os benefícios, entre eles a isenção da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos produtos comercializados no DF e a emissão de nota fiscal.

Moradores de 15 regiões de Brasília são beneficiados em cerimônia no Centro de Convenções Ulysses Guimarães

A manhã desta quinta-feira (19) foi de alegria para Luís Santos Filho, de 57 anos. Morador de Águas Claras há 28 anos, ele recebeu das mãos do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, a escritura do imóvel onde vive com a esposa e três filhos. “Agora tenho a certeza de que estou morando no que é meu”, disse o vendedor, que recebeu o documento durante evento no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Na solenidade, 5.002 escrituras estão sendo entregues para moradores de 15 regiões do DF: Águas Claras, Brazlândia, Candangolândia, Ceilândia, SCIA/Estrutural, Gama, Guará, Planaltina, Riacho Fundo I, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho II e Taguatinga.

“É um sonho que traz tranquilidade e segurança jurídica para todos”, disse o chefe do Executivo. “Estamos trabalhando em três vertentes: no combate rigoroso à grilagem de terras públicas, na regularização fundiária e na entrega de unidades habitacionais.”

Para o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab), Gilson Paranhos, a legalização do território contribui com o reforço da cidadania. “No momento em que a pessoa recebe a escritura, ela tem condições, por exemplo, de fazer um financiamento para melhoria da habitação.”

Balanço

De acordo com a Codhab, neste ano foram entregues outras 1.375 escrituras para moradores de 20 regiões administrativas. Além disso, enviaram-se aos cartórios 13.146 fichas descritivas para que sejam transformadas em escrituras públicas. Com isso, a estimativa é que, até dezembro, as entregas alcancem 20 mil títulos.

Para diminuir o valor para a emissão das escrituras, a empresa pública trabalha na assinatura de convênio com a Associação dos Notários e Registradores do DF, para que o valor passe de R$ 1,8 mil para R$ 160.

Participaram do evento o secretário de Gestão do Território e Habitação, Thiago Teixeira de Andrade; administradores regionais; os deputados distritais Liliane Roriz (PRTB), Lira (PHS) e Juarezão (PRTB); e o presidente da Associação dos Notários e Registradores do DF, Allan Guerra.


FONTE: Agência Brasília

Operação removeu 20 barracos de área pública próximo à quadra 803 da avenida Monjolo, na tarde desta terça-feira (17)

Na tarde desta terça-feira (17), 20 barracos de madeira foram retirados de área pública nas proximidades da quadra 803 da Avenida Monjolo, no Recanto das Emas. Primeira da Subchefia da Ordem Pública e Social — antiga Subsecretaria da Ordem Pública e Social, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social —, a operação foi articulada e executada em menos de 24 horas, já que a invasão fora identificada ontem (16) à noite.

Para planejar a remoção, a subchefia entrou em contato na manhã de terça-feira (17) com a Administração Regional do Recanto das Emas, a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e órgãos de segurança, como a Polícia Militar e a Delegacia Especial do Meio Ambiente, da Polícia Civil. Trinta servidores participaram da ação.

“O governador [Rodrigo Rollemberg] cobrou mais agilidade nas ações de combate a invasões”, justifica o subchefe da Ordem Pública e Social, coronel da Polícia Militar Cláudio Fernando Condi. No início da operação, alguns moradores resistiram, mas não houve incidentes graves. Todos os barracos foram removidos do local até as 17 horas.

Estratégia

Desde a publicação do Decreto nº 36.842, de 2015, no Diário Oficial do Distrito Federal, a Subchefia da Ordem Pública e Social passou a fazer parte da estrutura da Casa Militar e mudou a forma de atuação. Segundo o coronel Condi, a subchefia ganhou viés mais estratégico, focando no planejamento de ações, no estabelecimento de metas e na busca de soluções pacíficas de conflitos. “Procuramos ser mais efetivos, em menos tempo”, resume o subchefe.


FONTE: Agência Brasília

Moradores da região definiram as prioridades para a área e colocaram a mão na massa

Os moradores do Recanto das Emas arregaçaram as mangas em um mutirão para revitalizar a Praça da quadra 102. No último fim de semana (7 e 8 de novembro), a comunidade se reuniu para realizar uma série de melhorias em uma área de 6.156 m². Entre as melhorias estão uma pista de skate que foi construída no local , um parquinho sonhado pelas crianças, pintura da quadra esportiva e uma horta, além de acesso a wi-fi gratuito. O projeto é uma parceria de uma empresa de telefonia, com o apoio da Administração Regional do Recanto das Emas e do Instituto Elos, que trabalha com tecnologias sociais de mobilização comunitária. O Recanto das Emas foi a única Região Administrativa no Distrito Federal a receber o projeto.

“Esse tipo de mutirão é muito importante, desperta nos moradores esse sentimento de que todo espaço público tem dono: é da comunidade”, destacou o Administrador Regional do Recanto das Emas, Fábio Viana Avila.

O projeto, que foi construído com a ajuda da comunidade há três meses, e chegou ao ponto final com a construção e revitalização dos pontos propostas pelos moradores. Nos dois dias de mutirão cerca de 300 pessoas participaram da ação.

12193792 1637921343124809 471875089179071233 n

“Fiquei muito feliz, agora a praça tem parquinho, pista de skate, bancos coloridos e uma horta comunitária. A comunidade tem que cuidar, afinal todos nós ajudamos na reforma da nossa praça”, afirmou Maria Tereza, moradora da quadra.

O projeto, que existe desde 2013, já revitalizou 11 praças em localidade como São Paulo (SP), Santos (SP), Curitiba (PR), Campinas (SP), Santo André (SP) e Belo Horizonte (MG).

A equipe do Juizado Itinerante atende moradores do Recanto das Emas, na tarde desta terça-feira (3). O ônibus ficará estacionado no Recanto das Artes, entre 14h e 18h.

No Juizado Itinerante, o atendimento é rápido, fácil e gratuito. No primeiro contato, o problema é relatado e, após um prazo médio de 30 dias, o ônibus volta ao local, para realizar as sessões de conciliação. Nos casos em que não há acordo, as partes seguem para as audiências com o juiz. No caso de acordo, a cópia da homologação pelo juiz é obtida no mesmo dia.

O Juizado Itinerante, que recebe causas no valor de até 40 salários mínimos, resolve questões como: cobranças, despejos, indenização por inclusão do nome no SPC e na Serasa e outros prejuízos. As causas no valor de até 20 salários mínimos dispensam a presença de advogado.

Vale ressaltar que as causas trabalhistas, de família, reclamações contra o Estado (Distrito Federal, autarquias e empresas públicas), assim como ações envolvendo crianças e adolescentes, heranças, falências e causas criminais não podem ser resolvidas pela Justiça Itinerante.

Medida visa à redução do consumo de energia. Em Brasília, postes funcionam automaticamente por meio de dispositivo sensível à luz solar

Inicia-se à zero hora do domingo (18) o horário de verão brasileiro. Isso significa que, quando os ponteiros saírem do marco 23h59 de sábado (17), os relógios deverão ser adiantados para uma hora da manhã. A medida vai até 21 de fevereiro de 2016 e deve ser adotada pelo Distrito Federal e por todos os estados das Regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, conforme determina o Decreto Federal nº 6.558, de setembro de 2008.

De acordo com o texto, o período oficial do horário de verão é sempre do terceiro domingo de outubro ao terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte — ou quarto, no caso de coincidir com o domingo de carnaval. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a média de duração foi de 120 dias nos últimos 20 anos. Desta vez, será de 126 dias.

O superintendente de Operação do Sistema Elétrico da Companhia Energética de Brasília (CEB), Marcus Fontana, explica que o primeiro objetivo da medida é a redução do consumo de energia no horário chamado de ponta, das 18 às 21 horas. “Nesse período, o consumo é maior porque é quando as pessoas chegam em casa depois do trabalho ou da escola, tomam banho e ligam equipamentos elétricos”, exemplifica.

Com mais tempo de sol, essa rotina é alterada. “Alguns aproveitam indo a parques, praticando atividades físicas. Outros chegam em casa ainda com luz do dia e desempenham as atividades sem a necessidade de luz artificial”, explica.

Em setembro de 2015, por exemplo, o Distrito Federal consumiu, em média, 1.150 megawatts diários durante o horário de ponta. Com base nos números dos últimos três anos, a expectativa da CEB é que a redução seja de 46 megawatts diários no período de vigência da medida, o que corresponde a uma economia aproximada de 4%.

Iluminação automática

Acima dos postes de iluminação pública em Brasília, há fotocélulas que reconhecem a presença de energia solar e fazem com que a lâmpada acenda ou apague automaticamente. Quem encontrar algum deles aceso durante o dia ou desligado à noite pode entrar em contato com a CEB pelo número 116. A exceção é quando o poste fica ligado no período diurno por estar passando por manutenção, avisa Fontana.

Vigência

No Brasil, o horário de verão foi instituído em 1931 pelo presidente da República Getúlio Vargas. Sua versão de estreia durou quase meio ano, bem como no verão seguinte. Posteriormente a adoção foi retomada em períodos não consecutivos, de 1949 a 1953; de 1963 a 1966; e a partir de 1985.


FONTE: Agência Brasília

Governo de Brasília promove uma série de atividades, com brincadeiras, contadores de histórias, música e teatro no feriado de segunda-feira (12)

O Dia da Criança terá uma série de programas voltados para o público infantil no Distrito Federal. A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, em parceria com as administrações regionais e a colaboradora do governo Márcia Rollemberg, promoverá sete festas simultâneas, em diferentes regiões administrativas. A abertura oficial do evento será na Estrutural, na segunda-feira (12), a partir das 10 horas.

No mesmo horário, começam as atividades em outras seis regiões administrativas: Itapoã, Planaltina, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria e Sobradinho II. “São as regiões com maior vulnerabilidade social. Por isso, levamos as festas para lá”, explica a secretária Jane Klébia Reis.

Até as 17 horas, haverá atividades esportivas, brincadeiras, brinquedos infláveis, contadores de histórias, distribuição de brindes, lanche, música, pintura de rosto e teatro. Todas as atividades serão feitas por artistas locais.

O custo das festas, de R$ 269 mil, será pago com recursos do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal, gerenciado pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do DF.

Brinquedos

A pasta também promove, como parte da ação Outubro é da Criança, a campanha de arrecadação de brinquedos novos e usados. As doações podem ser feitas até o dia 27. Entre os pontos de entrega estão as administrações regionais, os batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, as estações do Metrô-DF, a Fundação Hemocentro de Brasília e os ônibus das empresas TCB, Piracicabana e Pioneira.

Os brinquedos em boas condições vão para entidades assistenciais cadastradas no Banco de Alimentos do DF — a expectativa é atender cerca de 18 mil crianças. Os que estiverem danificados serão recuperados ou reciclados pela Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso.

Corrida

Ainda na programação do Outubro é da Criança, ocorre a Corrida da Criança, no domingo (11), às 8 horas, no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson. A ação é parceria com a Secretaria do Esporte e Lazer.

As inscrições, limitadas a mil, devem ser feitas no site da pasta. Podem participar meninos e meninas de 6 a 12 anos, incluindo crianças com deficiência.

O percurso da corrida será de 300 metros para todas as faixas etárias. Os competidores estarão separados por idade. A cada cinco minutos, haverá a largada de uma bateria. Todos os que completarem o trajeto receberão uma medalha de participação. O vencedor de cada bateria ganhará uma bicicleta. O kit poderá ser retirado a partir das 7 horas, no dia da corrida, no Ginásio Nilson Nelson.

Centros olímpicos e paraolímpicos

As 11 unidades dos centros olímpicos e paraolímpicos terão, na quinta (8) e na sexta-feira (9), o Festival das Crianças, promovido pela Secretaria do Esporte e Lazer. Das 7h40 às 17h45, haverá competições de corrida com obstáculo, corrida de revezamento, futebol society, polo aquático, vôlei aquático e vôlei. Também serão feitas brincadeiras de rua, como amarelinha, caça ao tesouro, corrida da vassoura, corrida de braço, pique-bandeirinha, pique-pega e queimada.

Zoológico

No zoológico, as atividades começam no sábado e vão até a segunda-feira, com programação especial. Entre as atrações, haverá apresentações teatrais e circenses, encontro de carros antigos e tenda para fotos com o tigre-de-bengala taxidermizado.

Corrida da Criança

Domingo (11)

Para meninos e meninas de 6 a 12 anos

Estacionamento do Ginásio Nilson Nelson

Inscrições gratuitas, no site da Secretaria do Esporte e Lazer

Festas do Dia da Criança

Segunda-feira (12)

Das 10 às 17 horas

Estrutural (Avenida Comercial, Centro, entre as Quadras 1 e 2)

Itapoã (Quadra 61, Del Lago)

Planaltina (Praça do Estudante, Setor de Educação)

Recanto das Emas (Avenida 301/510, Estacionamento da Igreja Assembleia de Deus)

Samambaia (QR 431 A/E 1 — Expansão da Samambaia)

Santa Maria (AC 1, Setor Central, Avenida Alagados)

Sobradinho II (AR 13, Área Especial nº1, Setor Administrativo)

Secretaria de Cultura promove encontro de institutos e grandes empresas

Entre ritmos e melodias, o projeto Batucadeiros investe na cultura e na educação no Recanto das Emas. O grupo faz parte do Instituto Batucar, que usa a música como forma de preparar as crianças para o mercado de trabalho, além de promover a integração social. Essa é uma das 11 iniciativas que serão apresentadas na 1ª Rodada de Negócios da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), na sexta-feira (25), promovida pela Secretaria de Cultura.

A ideia é que os idealizadores de projetos culturais de Brasília possam mostrar os trabalhos diretamente a grandes empresas, como as de telefonia e de tevê a cabo, para incentivar patrocínios. Cada grupo terá até 10 minutos de apresentação.

Segundo a Secretaria de Cultura, 11 projetos foram selecionados entre 247 para participar da rodada desta semana. Ainda de acordo com a pasta, o critério de escolha era a empresa manifestar interesse em determinados tipos de iniciativa.

Oportunidade

O administrador do Instituto Batucar, Alceu Avelar, de 31 anos, comemorou o fato de a Secretaria de Cultura ter criado uma ponte entre os projetos culturais e as empresas. Para ele, o encontro é uma oportunidade de conseguir patrocínio. “Sendo um evento só do Distrito Federal é mais fácil conseguir captar esses recursos a um nível local.”

Avelar ressalta que faltam recursos financeiros para o projeto. Segundo o administrador, o Instituto Batucar atenderia mais crianças e teria mais cursos com mais dinheiro. Ele, contudo, ressaltou que o principal é continuar com os trabalhos. “O que a gente quer é sobreviver.”

O projeto começou em 2001 e já apresenta resultados. Alceu Avelar foi aluno logo no primeiro ano do grupo. Ele disse que virou monitor e, depois, professor de música. Ele pagou a faculdade com o salário que recebia pelo projeto. Mesmo formado, Avelar continuou a abraçar e a participar da equipe.

O Batucar atende 80 crianças e jovens de 6 a 21 anos e mostra como o corpo pode ser um instrumento musical. Também há aulas de violão, piano, violino, baixo e outros instrumentos musicais. Em 2011, o centro cultural foi selecionado pela Organização das Nações Unidas como um dos trabalhos capazes de usar a música para resolver os problemas sociais.

Orgulho e estudos

O estudante Lucas Paz, de 15 anos, participa do grupo há três. Ele diz que, quando chegou ao instituto, não sabia nenhum instrumento musical. Hoje, o rapaz se orgulha do que já aprendeu. “Eu sei violão, violino, piano, baixo, percussão corporal e o principal: contrabaixo. Eu sou contrabaixista”, sorriu.

Lucas não estava matriculado em um centro de ensino quando ingressou no projeto. O centro cultural providenciou que o rapaz voltasse aos estudos. “O pré-requisito para o Batucar é estar na escola”, informou Avelar.

LIC

A Lei de Incentivo à Cultura, regulamentada em 2014, visa aumentar os recursos disponíveis para projetos culturais no DF. As empresas habilitadas na Secretaria de Cultura podem apoiar projetos culturais, com incentivo fiscal, por meio da Política de Incentivo à Cultura do Distrito Federal, prevista na Lei nº 5.021, de 2013.

A empresa pode destinar entre 2,5% e 3% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) ou do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) recolhido no ano anterior para projetos culturais, no limite de até R$ 120 mil.

Veja a lista dos projetos selecionados para a 1ª Rodada de Negócios da Lei de Incentivo à Cultura:

2ª Edição do Festival Divas do Samba

II Encontro Musical ao Vivo

Batucadeiros

Bloco de Carnaval Babydoll de Nylon

Bloco do Calango Careta

Carnativos – Carnaval dos Blocos Alternativos de Brasília

Caravana da Criança

Ferrock – 30 anos de Música Popular

Projeto Tambores na Escola

Rock Brasil 80

Sons do Cerrado


FONTE: Agência Brasília

O Centro Comunitário da quadra 508, no Recanto das Emas, foi palco do 1° dia da Virada do Cerrado Cidadania e Sustentabilidade. O evento de conscientização ambiental teve início hoje (11) e oferecerá uma agenda repleta de atividades culturais, educacionais e esportivas até domingo (13). A Virada do Cerrado acontece no Parque Ecológico e Vivencial Recanto das Emas e tem como principal objetivo apresentar aos moradores das áreas verdes da região a importância da preservação do meio ambiente. “O objetivo da Administração em trazer para o Parque Ecológico e Vivencial Recanto das Emas a Virada do Cerrado é  fortalecer o uso consciente desse local, proposta apresentada no  programa Brasília nos Parques, lançado em junho pelo governo de Brasília”, enfatizou o Administrador Regional do Recanto das Emas Fábio Viana Ávila.

Os participantes terão a oportunidade de assistir a apresentações musicais, apreciar o artesanato local e contemplar exposição de pinturas ao ar livre. O evento oferecerá, também, oficina de confecção de “filtro dos sonhos”- artefato de inspiração indígena a que se atribui o poder de reter energias oníricas positivas – e oficina de “fuxico”. Os que curtem dançar poderão se alegrar com a boa música da DJ Rachel. Há muita diversão prevista para as crianças. Os mais jovens poderão brincar no pula-pula e se aventurar no slackline, esporte no qual pessoas caminham se equilibrando sobre cordas ou fitas.

Para iniciar a Virada do Cerrado na cidade, o Grupo Pracatá abriu as atividades com muita música. Os instrumentos de percussão do grupo são feitos de materiais recicláveis. A professora Telma Franco, idealizadora do Pracatá,  conta  que o nome  do grupo foi inspirado na ideia do químico francês Antoine Lavoisier, célebre por descobrir a Lei da conservação das massas. “Lavoisier afirma: Nada se cria, nada se perde. Essa é a essência do Grupo Pracatá, tudo vira som”, destacou.

Alunos dos centros de Ensino Médio 111 e 804 também participaram da abertura das atividades e elogiaram a inciativa. “É muito bom participar da Virada do Cerrado na cidade que moro, ações como essa mostram a importância de cuidarmos do meio ambiente”, afirmou a aluna do 2° ano Janaína Alves do Centro de Ensino Médio 804.  

O evento é realizado pela Administração Regional do Recanto das Emas e organizado por um comitê de entidades comprometidas com a sustentabilidade socioambiental e o desenvolvimento de consciência crítica. O evento pretende divulgar ações de sustentabilidade com abordagem dos aspectos econômico, social, ambiental, cultural, ético, político e estético.

A primeira Virada do Cerrado é uma iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). No Recanto das Emas, a Virada do Cerrado conta com a parceria da organização não-governamental Instituto de Esportes Radicais e de Ação.

Em parceria com 14 Administrações Regionais, os projetos e ações da Virada acontecem em várias regiões administrativas do DF, promovendo uma descentralização da iniciativa e o envolvimento maior da população. As atividades são realizadas em diversos espaços públicos e parques urbanos.

Acesse a programação completa da Virada do Cerrado Cidadania e Sustentabilidade no link –>http://goo.gl/tUHQLt

Poda de árvores perto de paradas é uma das ações com o objetivo de reduzir crimes. Ação está em Samambaia e em mais 12 regiões administrativas

As administrações regionais reforçam o trabalho de limpeza das ruas, de poda de árvores e de manutenção de iluminação pública com o objetivo de diminuir roubos nas proximidades das paradas de ônibus e dentro dos coletivos. De janeiro a julho deste ano, foram 1.234 ocorrências registradas em Brasília, o que representa redução de 15,3% em relação às 1.457 contabilizadas no mesmo período do ano passado.

As primeiras a colocar o plano em prática foram as administrações de Ceilândia, do Cruzeiro, da Estrutural, do Gama, do Itapoã, do Paranoá, do Recanto das Emas, do Riacho Fundo I, de Samambaia, de Santa Maria, do Setor Complementar de Indústria e Abastecimento, de Sobradinho I e do Sudoeste/Octogonal.

As ações fazem parte do Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida. O programa, lançado oficialmente em julho, tem o objetivo de reduzir a criminalidade por meio do trabalho não só das forças policiais, mas também de vários órgãos do governo. Identifica as necessidades da comunidade e promove uma cultura de paz, com ações preventivas como projetos educativos, culturais e esportivos.

A intensificação do combate a esses roubos foi determinada durante a primeira reunião do comitê gestor do programa, em 29 de julho, do qual o governador Rodrigo Rollemberg faz parte e preside. O assunto foi o tema principal por serem crimes estatisticamente relevantes e impactarem diretamente na sensação de segurança do cidadão.

Ocorrências

No Viva Brasília, as administrações regionais são responsáveis por acionar os órgãos competentes para limpar as paradas de ônibus, podar as árvores e fazer a manutenção da iluminação pública. As iniciativas são necessárias para que as áreas fiquem mais claras e, assim, infratores tenham dificuldade de se esconder. “Os crimes contra o patrimônio, como roubos ao pedestre e às residências, se dão por oportunidades; um lugar que não é iluminado à noite pode favorecer o delito”, explica a coordenadora da unidade gestora do programa da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, Andréia Macêdo.

De acordo com levantamento da pasta, 62% dos casos de assalto a ônibus de janeiro a junho de 2015 foram em Ceilândia, no Recanto das Emas, em Samambaia e em Santa Maria.

Dos 115 pontos de ônibus de Samambaia, 17 precisavam de poda de árvores. O serviço foi feito no início de agosto pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap). A administração capina os matos nas proximidades das paradas e vistoria os postes à noite para identificar falhas.

Lâmpadas queimadas

No Recanto das Emas, também estão sendo recuperados o ginásio poliesportivo Tatuzão e áreas de lazer das quadras residenciais. No Sudoeste e na Octogonal, lâmpadas queimadas estão sendo trocadas, e as praças passam por revitalização, como capinagem, retirada de entulhos e pintura de meios-fios. “Quando falamos que a iluminação é importante, que a poda é importante, damos visibilidade para as pessoas que circulam por ali; é um cuidado com os locais e com os brasilienses”, afirma a coordenadora do Viva Brasília.

A Administração Regional de Santa Maria iniciou o cruzamento de dados sobre a criminalidade e as reclamações recebidas pela ouvidoria da administração a respeito da iluminação pública. Foram listados pelo menos 25 locais com necessidade de manutenção. No Paranoá, a prioridade são as áreas perto de escolas.

Viva Brasília

O programa foi lançado em 21 de julho, mas funciona desde o início do ano com quatro objetivos principais: redução dos crimes violentos letais intencionais; aumento da confiança da população nas instituições de segurança pública e melhoria da prestação do serviço público de segurança; redução dos crimes violentos contra o patrimônio; e diminuição da vulnerabilidade social por meio da promoção da paz social e de políticas de prevenção de violências.

 

FONTE: Agência Brasília

O governo de Brasília promove, na terça-feira (18), o terceiro encontro do projeto Voz Ativa no Planejamento com a participação dos moradores do Gama, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Riacho Fundo II e de Santa Maria. A próxima edição será realizada, a partir das 19h30, no Centro Poliesportivo do Gama, Área Especial 1, Setor Central, ao lado do Estádio Bezerrão.


A inciativa prevê quatro audiências públicas para ouvir as sugestões da população na elaboração do Plano Plurianual (PPA). A primeira reunião do projeto foi organizada em Samambaia, com moradores de Taguatinga, Ceilândia, Vicente Pires, Águas Claras e Brazlândia. A segunda, ocorrida em Sobradinho II, ouviu a população daquela região administrativa, além dos moradores de Sobradinho, Planaltina, Fercal, Itapoã, Paranoá e dos condomínios da região norte do Distrito Federal. A região do Plano Piloto receberá a última edição do projeto, marcada para 27 de agosto.


No Voz Ativa no Planejamento, a comunidade pode participar por escrito e oralmente, a partir das 18h30, limitadas em 25 inscrições por ordem de chegada. Quem não puder comparecer ao evento poderá colaborar por meio do formulário eletrônico disponível no site da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (www.seplag.df.gov.br), até o fim de agosto.


O PPA é instrumento fundamental de planejamento do governo, uma vez que define as diretrizes, os objetivos e as metas da administração pública local para um período de quatro anos. O plano que vigorará de 2016 a 2019 é construído sob dois eixos centrais: participação popular e alinhamento orçamentário dos projetos estruturantes, os quais integram o planejamento estratégico governamental.


Projeto Voz Ativa no Planejamento no Gama

Data: 18/8/2015

Horário: 19h30

Local: Centro Poliesportivo do Gama, Área Especial 1, Setor Central, ao lado do Estádio Bezerrão.

Na comemoração do 22º aniversário da região administrativa, moradores ganharam uma manhã com lazer e prestação de serviços

A entrada do Parque Ecológico e Vivencial Recanto das Emas foi palco de diversas atividades culturais e esportivas da 1ª Virada Recanto Sustentável. O projeto faz parte da programação do 22º aniversário da região administrativa, comemorado nesta semana. O evento, promovido na manhã deste sábado (1º) pela administração regional e em parceria com a organização não governamental Instituto de Esportes Radicais e de Ação, teve como principal objetivo apresentar aos moradores as áreas verdes da região e conscientizá-los da importância da preservação do meio ambiente.

Quem compareceu ao local teve a oportunidade de assistir à apresentação de capoeiristas e usufruir de serviços de saúde, tais como aferir a pressão arterial e fazer testes de glicose e de tipagem sanguínea. Já as crianças se divertiram no pula-pula, no slackline (esporte no qual pessoas caminham se equilibrando sobre cordas ou fitas) e na oficina de artesanato.

O auxiliar de estoque Silvestre Lúcio dos Santos, de 58 anos, é hipertenso e resolveu ir até a tenda instalada no parque para verificar a pressão. “Está alta demais, 16 por 10. O farmacêutico disse que eu tenho que tomar remédios, mas antes devo procurar um médico”, contou.


FONTE: Agência Brasília

Diálogo do governador Rodrigo Rollemberg com moradores abordou temas relacionados à educação e ao transporte público, entre outros

Na semana em que completa 22 anos, o Recanto das Emas recebeu a terceira Roda de Conversa do governo de Brasília. Na noite desta sexta-feira (31), no Ginásio do Tatuzão, na Quadra 300, o diálogo entre o governador Rodrigo Rollemberg e cerca de 450 pessoas — segundo cálculo do Corpo de Bombeiros Militar — durou quase duas horas e trouxe para o centro do debate assuntos relevantes, como melhorias no sistema de transporte, na saúde, na cultura, no esporte e na educação.

Quem deu as boas-vindas ao governador e ao público foi o grupo Batucadeiros, de percussão corporal. Os adolescentes integram o Instituto Batucar, organização não governamental com sede no Recanto que ensina em torno de 250 crianças e adolescentes a tocar instrumentos musicais. Depois da apresentação artística, abriu-se o espaço para as perguntas.

20189005721 669e3cfd12 z

Os cortes em algumas linhas de ônibus nas Quadras 600 e 800 foram questionados por quem utiliza o transporte público. Rollemberg explicou que ali houve, na verdade, a otimização do serviço, para evitar a sobreposição de viagens. Antes, 17 linhas atendiam cerca de 1,5 milhão de passageiros por dia. Agora são 10, mas a capacidade aumentou para 1,7 milhão de usuários. Isso porque, dos 50 coletivos que operam na região, 25 são articulados que podem transportar até 130 pessoas. Apesar das mudanças, o governador reconheceu que é preciso promover mais melhorias no sistema. “Ainda estamos desenvolvendo adaptações e buscando uma solução definitiva.”

Ainda na área de mobilidade, o chefe do Executivo local falou do objetivo de construir um viaduto entre o Recanto e o Riacho Fundo II. “Vamos iniciar os projetos, pois sabemos da necessidade dessa obra para melhorar a qualidade de vida da população.”

Educação

No setor da educação, o governador anunciou uma parceria com o Instituto Federal de Brasília a fim de oferecer cursos profissionalizantes para aproximadamente 800 estudantes da região administrativa. Ainda neste semestre, um prédio na Quadra 300 será reformado para receber a iniciativa no começo do próximo ano letivo.

Membro de um grupo da terceira idade, Maria Moraes pediu a reforma da piscina do Centro de Convivência ao Idoso, na Quadra 206, onde são ministradas aulas de hidroginástica e de outras modalidades aquáticas. Rollemberg determinou que o espaço seja revitalizado em um prazo de 30 dias.

Nas áreas de cultura e esporte, a reivindicação foi por mais espaços e materiais, como bolas, calçados, uniformes. O governador pediu para que a administração regional faça um mapeamento de todos os projetos sociais existentes. A ideia é traçar políticas públicas com base nesse levantamento. “Reconhecemos que essas iniciativas são fundamentais para manter a meninada longe das ruas, e me comprometo a pensar alternativas que contemplem esses projetos”, disse.

Inscreveram-se no evento 101 pessoas. Dessas, dez foram sorteadas para fazer perguntas a Rollemberg. Todas as outras demandas vão ser examinadas pela equipe técnica do governo e respondidas pelos canais (e-mail e telefone) informados nas fichas de inscrição.

Incidente

No início da Roda de Conversa, um curto-circuito em uma das luminárias do ginásio desligou o sistema de som. O Corpo de Bombeiros Militar tomou as medidas de segurança necessárias e, em poucos minutos, retomou-se a conversa entre o governador e a comunidade, sem riscos aos participantes. O local passou por vistoria da corporação antes do evento e durante.

As duas Rodas de Conversa anteriores ocorreram em junho: a primeira na Candangolândia, no dia 2, e a segunda, no Itapoã, no dia 25.

22 anos

Fundado em 1993, o Recanto das Emas tem 145.304 habitantes distribuídos em 41.434 domicílios, de acordo com a Companhia de Planejamento do Distrito Federal. O ritmo acelerado do desenvolvimento econômico na última década contribuiu para a geração de empregos. Diversas lojas de grande porte do ramo de vestuário e eletrodoméstico, além de redes de supermercados, instalaram-se na região administrativa. Não por acaso, o segmento de serviços absorve mais de 90% dos postos de trabalho locais.

FONTE: Agência Brasília 

Morador do Recanto das Emas, chegou a sua vez de conversar com o Governo de Brasília! Nesta sexta-feira (31/07), às 19h30, teremos a terceira Roda de Conversa, que será realizada na quadra esportiva “Tatuzão” – ao lado do 36º Grupamento de Bombeiros Militar. O governador Rodrigo Rollemberg estará lá para responder às perguntas e ouvir moradores, grupos comunitários e segmentos sociais locais.

Quem quiser fazer sugestões ou perguntas para o governador durante o evento precisa se inscrever no “Fale na Roda”, que é no mesmo local da atividade, entre 18h e 19h15. Depois, ele irá sortear as perguntas, para garantir que todos tenham a mesma chance de participar!

A Roda de Conversa é o novo canal de diálogo com a população. É uma grande oportunidade de conversa aberta e debate de soluções que tragam mais qualidade de vida para todos. Participem!

 

O Governo de Brasília convida os segmentos sociais e as lideranças comunitárias do Recanto das Emas para construir pautas a serem discutidas na próxima Roda de Conversa. 

Serão três opções de encontros, todos no Centro de Convivência do Idoso – CCI:
Dia 28 (terça-feira) às 14h;
Dia 28 (terça-feira) às 16h;
Dia 29 (quarta-feira) às 14h.

A Roda de Conversa do Recanto das Emas será no dia 31/08 (sexta-feira), às 19h30, na Quadra Esportiva “Tatuzão”, centro urbano, em frente ao Conjunto 2 da quadra 300, ao lado do 36º GBM – Grupamento de Bombeiro Militar. A ação será aberta a toda a comunidade.

Shows marcam o início das comemorações do 22º aniversário da cidade


O Recanto das Emas inicia comemorações de aniversário com música no Skate Park, da Quadra 206/300. O espaço foi palco de shows que marcaram o inicio das comemorações do 22º aniversário da região administrativa.  

No sábado (18), aconteceu a 9ª edição do Poerão do Rock, com shows das bandas 10ZERO4, Bruto, Heavenly King, Ruptura Social, Função Inversa, Lâmina, O Dia D, 1 Real, Thunder Dreams e Ralt . No domingo (19), o local recebeu representantes do hip hop. Em um palco alternativo artistas se apresentaram no evento que contou ainda com a participação MCs e DJs. Nos dois dias de festa o publico chegou a duas mil pessoas.

image4

“O Recanto das Emas vive cultura, o rock e o hip hop estão presentes na vida de muitas pessoas, a participação do público mostra isso”, destacou Grasiela Sampaio, chefe de Cultura, Esporte e Lazer da Administração Regional do Recanto das Emas.

Com uma programação para todas as idades, o Recanto das Emas completa 22 anos em 28 de julho. Serão onze dias de atividades para os moradores, que vão curtir desde eventos esportivos a apresentações de bandas locais. “A nossa cidade é conhecida pelos frequentes movimentos culturais, a programação traz inúmeras atrações para todas as idades e gostos, a intenção é para que todos os moradores possam participar das comemorações do aniversário do Recanto das Emas”, enfatizou o Administrador Regional Fábio Ávila.


Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefones: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com

 


São 11 dias de atividades com início neste sábado (18). Shows de rock, baile para idosos, queima de fogos e eventos esportivos e cívicos estão entre as atrações

Uma programação para todas as idades marca o aniversário do Recanto das Emas, que completa 22 anos em 28 de julho. São 11 dias de atividades para os moradores, que vão curtir desde eventos esportivos a apresentações de bandas locais.

Os eventos começam neste sábado (18), às 16 horas, com a 9ª edição do Poerão do Rock, no estacionamento do Skate Park, na Quadra 206/300. No local, shows com as bandas 10ZERO4, Bruto, Heavenly King, Ruptura Social, Função Inversa, Lâmina, O Dia D, 1 Real, Thunder Dreams e Ralt vão animar o público. No domingo (19), o mesmo espaço é palco de circuito de skate e basquete, além de grafite e duelos de rimas em um palco alternativo, com muito hip hop, MCs e DJs.

Aniversario do Recanto das Emas 22anos  AgenciaBrasilia 1

No dia 23, será a vez da festa de aniversário do Recanto das Emas, com apresentações musicais no estacionamento da Faculdade JK, na Quadra 104/105. A entrada é franca. Durante três dias (24, 25 e 26), a partir das 21 horas, o mesmo local recebe o Circuito Cerrado de Rodeio, quando peões vão demonstrar habilidades na arena. Os ingressos custam R$ 10. Na sexta-feira (24), uma festa ocupa o Centro de Convivência do Idoso, na Quadra 206.

O centro de convivência também abre as portas no sábado (25) para um aulão de capoterapia — terapia alternativa em que se utiliza elementos da capoeira adaptados para todas as idades. No domingo (26), a opção é ao ar livre, no passeio ciclístico Pedala Recanto, com concentração na Clínica da Família, na Quadra 308.

Na data do aniversário (28), a agenda fica ainda mais movimentada: culto ecumênico, queima de fogos com a participação da banda de música da Polícia Militar do DF, discursos e corte do bolo. Tudo no estacionamento público da Quadra 206. De 31 de julho a 2 de agosto, artesãos locais mostram trabalhos no estacionamento da praça na Quadra 103.

Sessão solene

Em 1º de agosto, para exaltar as belezas naturais da região, a 1ª edição da Virada Sustentável do Recanto das Emas toma conta do Parque Ecológico e Vivencial, na Quadra 508. Festival de pipas e slackline — esporte no qual a pessoa se equilibra sobre uma fita estendida a 30 centímetros do chão — estão entre as atrações. No domingo (2), está marcada uma corrida com partida do estacionamento da Quadra 400/600.

No encerramento do aniversário, em 3 de agosto, o auditório da Regional de Ensino, na Quadra 203, recebe uma sessão solene em homenagem aos 22 anos do Recanto das Emas, às 19 horas. Segundo a administração regional, foram gastos até o momento R$ 58 mil. O comércio local, os moradores e os empresários também colaboraram com a organização.

Histórico

A região administrativa Recanto das Emas foi criada em 28 de julho de 1993 pela Lei nº 510, de 1993, e regulamentada pelo Decreto nº 15.046, do mesmo ano. Na área, havia um sítio arqueológico chamado Recanto, no qual existia predominância de canela-de-ema, arbusto característico do Cerrado.

Com 145.304 habitantes, de acordo com dados de 2015 da Companhia de Planejamento do Distrito Federal, a região nasceu para atender o programa de assentamento do governo.


FONTE: Agência Brasília

 Inscrições para quem quer ser delegado podem ser realizadas até sexta-feira (10/7). Encontro ocorrerá no dia seguinte

Começa neste sábado (11) a programação de conferências regionais do DF. A primeira etapa regional da 3ª Conferência Distrital de Juventude ocorrerá das 8h30 às 18h, no Centro de Ensino Médio 804, no Recanto das Emas. 

No total, serão realizados cinco encontros no Distrito Federal, sempre divididos por região administrativa. O primeiro contará com representantes de Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Gama e Santa Maria. Moradores desses locais poderão se inscrever como delegado para representar sua cidade até sexta-feira (10/7) por este link.

Com o tema “As várias formas de mudar o Brasil”, a conferência tem o objetivo de atualizar a agenda da juventude dando autonomia às múltiplas formas de expressão e participação juvenil, além de fortalecer a garantia de direitos dos jovens e combater todas as formas de preconceitos. “A importância desse seminário é dar voz à nossa juventude. Eles discutirão quais são suas pautas prioritárias”, avalia a secretária de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Jane Klebia Reis.

Nas etapas regionais, que estão de acordo com o Regimento Interno da 3ª Conferência, serão escolhidos os representantes para a Conferência Distrital, em 17 e 18 de outubro. Neste último encontro, serão eleitas 16 pessoas para representarem Brasília na Conferência Nacional, prevista para ocorrer em dezembro. Essas conferências estão ocorrendo paralelamente em todo o Brasil.

Edições anteriores – A 1ª Conferência de Juventude do Brasil, em 2008, mobilizou mais de 400 mil pessoas em todo país. Movimentos juvenis, coletivos, redes, indígenas e gestores participaram dos debates sobre bandeiras da juventude, ampliando seu reconhecimento e legitimidade. Na 2ª Conferência, foram discutidos os rumos do desenvolvimento nacional, a partir da maior geração de jovens da nossa história, 52 milhões à época, entre 15 e 29 anos.

Confira abaixo as datas e as regiões administrativas das próximas etapas:

Macrorregião 2 (18/7) – Planaltina, Sobradinho I e II, Fercal, Paranoá, Varjão, Itapõae Lago Norte.

Macrorregião 3 (8/8) – São Sebastião, Jardim Botânico, Lago Sul, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Plano Piloto, Cruzeiro, Octogonal e Sudoeste.

Macrorregião 4 (9/8) – Estrutural, Brazlândia, Taguatinga, Guará, Vicente Pires e Águas Claras.

Macrorregião 5 (15/8) – Ceilândia

SERVIÇO:
Primeira etapa regional da 3ª Conferência Distrital de Juventude
Neste sábado (11/7), das 8h30 às 18h
Centro de Ensino Médio 804, no Recanto das Emas (Quadra 804, Área Especial 1, Recanto das Emas).
Mais informações aqui sobre as conferências regionais  


FONTE: Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude

 

Programa de recapeamento começou em seis regiões; outras quatro estão com projeto em fase de análise

Suspenso desde o ano passado por indisponibilidade financeira, o programa de asfaltamento do governo de Brasília foi retomado na semana passada e vai garantir o recapeamento de 177 quilômetros de vias em todo o Distrito Federal. Com projetos revisados e aprovados, a ação começou por seis regiões: Octogonal/Sudoeste, Taguatinga — Avenida Samdu —, Lago Sul, Lago Norte, Águas Claras e Recanto das Emas. Já o SIA, Santa Maria, Planaltina e Samambaia estão com seus planejamentos em fase de análise, revisão e readequação para receberem o programa.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) informa que o asfaltamento vai chegar também a outras regiões. Fazem parte do planejamento Ceilândia (parte Oeste), Taguatinga (parte Norte e Sul), Brazlândia, Varjão, Paranoá, Itapoã, São Sebastião, Jardim Botânico, SCIA (onde fica a Cidade do Automóvel), Estrutural, Núcleo Bandeirante, Cruzeiro, Candangolândia, Guará, Riacho Fundo I e II, Gama e Park Way. “Os trabalhos serão intensificados a medida em que a conferência dos projetos for liberada”, afirmou o diretor de Urbanização, Antônio Coimbra.

Em 21 de maio, a Novacap assinou 14 ordens de serviço relativas ao asfaltamento para realização de serviços de fresagem — cortar áreas com asfalto antigo —, recapeamento asfáltico, tapa buraco com microrevestimento — fechamento de ranhuras e rachaduras —, reciclagem, drenagem e sinalização horizontal em vias do DF. “Desde então, a companhia tem trabalhado na conferência dos projetos e na sua adequação”, destaca Coimbra.

Cerca de R$ 43 milhões foram empenhados para a retomada do programa. Os recursos tem origem do empréstimo feito pelo governo de Brasília ao Banco do Brasil, no valor de R$ 500 milhões.

Etapas anteriores
Quando foi paralisado, o programa de asfaltamento estava na fase de execução da segunda etapa. Do início das obras, em junho de 2013, até a interrupção, em agosto de 2014, foram entregues 950 km de vias urbanas com malha recuperada, asfalto recomposto, faixas e passagens de pedestres sinalizadas.

De acordo com a Novacap, o investimento total até o momento é de R$ 437,2 milhões. A terceira fase ainda está em processo de licitação. A quilometragem prevista para recuperação na terceira etapa do programa de asfaltamento é de 1.934 km.

A carreta oferecerá cursos, oficinas e palestras para os jovens da região administrativa

Até setembro, 12 regiões administrativas receberão durante uma semana a Caravana da Juventude Negra. Dentro de uma carreta equipada com computadores, mesa de som e ilha de edição de vídeo, serão ministrados cursos de informática, de sites e páginas nas redes sociais, de cinegrafista, entre outros. No espaço ainda terão oficinas e palestras sobre empreendedorismo.

O objetivo do projeto é promover a inserção dos jovens negros no mercado de trabalho, focando em áreas atrativas para essa faixa etária, como a tecnologia da informação e o audiovisual. “Com isso, o Estado dá um passo para a efetivação de políticas afirmativas, essenciais ao combate ao racismo e à promoção da igualdade racial”, afirma Vera Araújo, secretária-adjunta de Igualdade Racial da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

A primeira região visitada será Santa Maria. De segunda-feira (29) a sábado, 4 de julho, das 8 às 21 horas, a carreta estará estacionada próximo à administração regional, na Avenida Alagados. As turmas têm de 8 a 50 vagas, dependendo da atividade, e os formulários de pré-inscrição estão disponíveis na internet. No entanto, a inscrição será feita no local e por ordem de chegada.

Segundo o coordenador de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Victor Gonçalves, os cursos servirão de motivação, de “porta de entrada” para os jovens investirem numa profissão.

A Caravana da Juventude Negra é resultado de um convênio entre a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República. Os recursos para o projeto vêm do governo federal.

Veja a programação e o número de vagas de cada atividade — válida para todas as regiões administrativas.

Interessados devem ficar atentos, já que inscrições disponíveis são rapidamente preenchidas

Os centros olímpicos e paraolímpicos do Distrito Federal abrem vagas, a partir desta quarta-feira (1º), para a prática de mais de 30 atividades esportivas. Os interessados devem comparecer a uma das 11 unidades distribuídas por Brasília, das 8 às 12 horas ou das 14 às 18 horas, para a realização da pré-matrícula. Tanto as inscrições quanto às aulas são gratuitas e atendem pessoas a partir dos 4 anos de idade.

São 8 mil vagas — uma média de 700 por unidade — em atividade física orientada (para idosos), atletismo, basquete, boxe, bocha, capoeira, capoterapia, desenvolvimento motor (para crianças), futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica localizada, ginásticas rítmica, acrobática e artística, handebol, hidroginástica, karatê, jiu-jitsu, natação, pilates, tênis, voleibol e judô. A procura é grande e os interessados devem ser rápidos se não quiserem perder a oportunidade.

Feita a pré-matrícula, os inscritos têm até 20 dias para entregarem as cópias e os originais da documentação exigida: atestado médico, uma foto 3×4, carteira de identidade e CPF. Menores de 18 anos devem apresentar o comprovante de residência atual, a declaração escolar, a certidão de nascimento, a identidade e o CPF dos pais, um atestado médico e o documento de guarda ou autorização do conselho tutelar — caso o responsável não seja o pai ou mãe, além de uma foto 3×4.

Pessoas com deficiência

Os centros também oferecem vagas para pessoas com deficiências. Entre as modalidades estão parabadminton, vôlei sentado, natação, atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha adaptada, tiro com arco, basquete, atividade física orientada, tênis de mesa, hidroginástica, futsal, hidroestimulação e goalball (futebol para cegos).

Nesse caso, os interessados devem procurar a Coordenação de Pessoas com Deficiências, onde o aluno será encaminhado à uma modalidade de acordo com àquelas oferecidas no centro olímpico e paraolímpico desejado.

Veja onde estão localizadas as unidades dos centros olímpicos e paraolímpicos de Brasília:

– Recanto das Emas – Entrequadra 400/600

– Ceilândia (Parque da Vaquejada) – QNP 21, P Norte

– Riacho Fundo I – QS 16, lote F

– Samambaia – QS 119, Área Especial, Samambaia Sul

– São Sebastião – Quadra 2, Bairro São Bartolomeu

– Brazlândia – Bairro Vila São José, Quadra 35, AE 22

– Ceilândia (Setor O) – QNO 9, Conjunto 1, Lote 1

– Estrutural – Área Especial 2, Setor Norte

– Gama – Área Especial, Setor Central (ao lado do Estádio Bezerrão)

– Santa Maria – Quadra Central 3, AE 4

– Sobradinho – Quadra 2, Setor Esportivo, Área Especial


FONTE: Âgencia Brasília

Objetivo é reunir a população e o governo para discutir diretrizes do Plano de Cultura do DF

(Brasília, 10/6/2015) – O Recanto das Emas foi palco, na terça-feira (9), de mais uma audiência pública do Projeto Diálogos Culturais. Representantes da Secretaria de Cultura apresentaram as linhas do projeto à comunidade. O objetivo foi o de reunir a população para discutir com o governo diretrizes do Plano de Cultura do DF. As sugestões serão consideradas na elaboração do projeto de lei que traçará políticas públicas para os próximos dez anos.

“O nosso objetivo é valorizar ainda mais cultura da nossa cidade. A administração em parceria com produtores culturais do Recanto, oferece à comunidade eventos culturais diversificados. Discutir o Plano de Cultura do DF com a Secretaria de Cultura e a comunidade local é muito importante”, enfatizou o administrador regional do Recanto das Emas, Fábio Ávila.

Até o fim de julho, o programa terá percorrido 29 regiões administrativas de Brasília, das quais 11 já foram visitadas. A próxima audiência pública será nesta quarta-feira (10), em Santa Maria.
“É primordial a participação da Administração diretamente na audiência. O contato, a conversa em si, e os diálogos com a comunidade são muito importantes”, afirmou Fábio Campos membro do grupo Pro Radical Skate do Recanto das Emas.

Os debates, que ocorrem desde maio, indicam que os moradores estão mais preocupados em sugerir questões para o desenvolvimento da área cultural do que falar sobre financiamentos públicos.
“Estamos percorrendo 29 Ras, para construção do Plano de Cultura do DF, que será um documento que vamos encaminhar para a Câmara Legislativa do DF, para virar lei, que estabelece todas as estratégicas, as ações e temas que a cultura deve contemplar nos próximos 10 anos”, explicou Mariana Soares, subsecretária de Políticas Culturais da Secretaria de Cultura do Distrito Federal.
Assim como a Roda de Conversa — proposta em que o governador Rodrigo Rollemberg responde pessoalmente a perguntas do público — o Diálogos Culturais segue a linha do Executivo de discutir assuntos de interesse geral.

Consulta pública
O esboço do projeto do Plano de Cultura está em fase de consulta pública e divide as ações em sete temas centrais: desenvolvimento cultural e artístico; cultura, educação e novos públicos; identidades, cidadania e direitos culturais; gestão pública da cultura; difusão, promoção e circulação; empreendedorismo e economia criativa; e patrimônio e infraestrutura cultural.
É possível enviar sugestões também pela internet: acesse a página do Plano de Cultura do DF, escolha um dos temas, siga as instruções e envie as observações. A ferramenta complementa a participação popular na elaboração da lei.


Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefones: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com


Objetivos são garantir a ressocialização e oferecer à comunidade serviços eficientes


(Brasília, 5/6/2015) – A Administração Regional do Recanto das Emas, em parceria com a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap-DF), inclui reeducandos nos serviços oferecidos à comunidade. Os objetivos são garantir a ressocialização e oferecer à comunidade serviços eficientes.
Indicados ao trabalho pela (Funap-DF), no Recanto das Emas, os reeducandos compõem a equipe de gerência de obras e contribuem para a manutenção das áreas públicas e próprias da administração regional. Estão entre os serviços prestados à comunidade a organização, limpeza, recuperação de espaços e equipamentos públicos, desobstrução de bocas de lobo, tapa buraco, pintura de meios-fios, poda de árvores, recolhimento de entulho e limpeza dos principais pontos da região administrativa.
“É direito de todos os cidadãos, serem tratados com dignidade e respeito. Os reeducandos estão fazendo um trabalho muito importante na comunidade, o objetivo da administração é garantir a eles a ressocialização e oferecer à comunidade serviços eficientes”, enfatizou o administrador, Fábio Ávila.
A Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal – FUNAP/DF, instituída há mais de 27 anos, é vinculada à Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal desenvolve programas sociais nas áreas da educação, da cultura, da capacitação profissional e do trabalho para as pessoas que se encontram privadas de liberdade, contribuindo para a inclusão social.
“É muito importante a contribuição dos trabalhadores na Administração do Recanto das Emas, eles colaboram para melhorias na cidade”, afirmou Fábio Lindenberg, executor do contrato com a Funap.
As ações buscam trazer a ideia de ressocialização ao reeducando, além de proporcionar a redução dos níveis de reincidência, ajudando, consequentemente, na recuperação com medidas que auxiliem na sua educação, capacitação profissional e na busca da conscientização psicológica e social.
“Estamos tendo uma oportunidade melhor no mercado de trabalho, além de contribuirmos nos serviços para a comunidade, isso é muito gratificante”, concluiu a reeducando Nayara Meirelles.


Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefones: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com


O objetivo é manter a cidade mais organizada e oferecer bem estar aos moradores

(Brasília, 21/5/2015) – A Administração Regional do Recanto das Emas intensifica operação de limpeza na RA, os serviços estão sendo realizados pelo órgão, com o reforço do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Novacap, além de reeducandos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (FUNAP) na organização, limpeza, recuperação de espaços e equipamentos públicos. Entre os serviços estão desobstrução de bocas de lobo, tapa buraco, pintura de meios-fios, poda de árvores, recolhimento de entulho e limpeza dos principais pontos da região.
Além dos serviços, a administração trabalha para conscientizar os moradores do Recanto das Emas a não descartarem lixo de forma inadequada. “Pedimos à população que não jogue lixo domiciliar, móveis inservíveis, restos de podas e entulhos em áreas públicas e terrenos baldios e que não contrate empresas clandestinas para se desfazer deste material, pois são elas os principais responsáveis pelo despejo irregular de resíduos na nossa regional”, enfatizou o administrador Fábio Ávila.
Os trabalhos de fiscalização e monitoramento estão sendo feitos em parceria entre Administração Regional do Recanto das Emas, SLU e Agefis.
Para Maria Helena, moradora da quadra 307 do Recanto das Emas, a comunidade deve ajudar a administração, não descartando lixo de forma irregular. “Todos nós devemos fazer a nossa parte, cuidar da nossa cidade é muito importante para termos bem estar onde vivemos”, afirmou a moradora.
Até o momento, foram realizadas em média, 40 desobstruções de bocas de lobo e 800 toneladas de massa asfáltica utilizadas na realização do tapa buraco.
Aproximadamente 170 mil moradores estão sendo beneficiados com a operação, o Setor Habitacional Água Quente, região que também é de responsabilidade da administração recebe a operação.


Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefones: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com

Ordem de serviço assinada pelo governador prevê a recuperação de 130 quilômetros de vias urbanas em várias regiões administrativas

Em mais um esforço para honrar os compromissos da gestão passada, o governador Rodrigo Rollemberg assinou, na manhã desta quinta-feira (21), ao lado do presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Hermes de Paula, uma ordem de serviço para a retomada das obras de asfaltamento de diversas regiões administrativas de Brasília. O trabalho estava interrompido desde o fim de 2014 por falta de recursos. As obras serão concluídas com R$ 43 milhões dos R$ 500 milhões tomados de empréstimo com o Banco do Brasil, em 29 de janeiro, com destinação exclusiva a obras de mobilidade e infraestrutura.

Serão realizados serviços como fresagem, recapeamento asfáltico, drenagem e sinalização horizontal. As obras vão recuperar 130 quilômetros de vias urbanas e beneficiarão os moradores de Ceilândia, Taguatinga, Brazlândia, Varjão, Lago Norte, Paranoá, Itapoã, Samambaia, São Sebastião, Lago Sul, Jardim Botânico, Setor de Áreas Isoladas (SAI), Setor Complementar de Indústrias e Abastecimento (SCIA), Estrutural, Núcleo Bandeirante, Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal, Candangolândia, Santa Maria, Guará, Riacho Fundo I e II, Planaltina, Gama, Recanto das Emas, Águas Claras e Park Way.

“Um asfalto novo e de qualidade é garantia de segurança e paz no trânsito, além de melhor manutenção dos veículos”, frisou o governador. Rollemberg lembrou outras obras que estão sendo realizadas com o dinheiro do empréstimo feito no Banco do Brasil, como o Parque do Riacho Fundo II e os serviços de drenagem e pavimentação em Vicente Pires e no Sol Nascente. “Estamos trabalhando para melhorar a infraestrutura nas comunidades.”

O presidente da Novacap, Hermes de Paula, disse que os trabalhos de pavimentação serão fiscalizados, garantindo, assim, a qualidade do asfalto, frequentemente questionada pelos cidadãos. “Vamos trabalhar para dar uma resposta positiva a essas dúvidas e não frustrar a comunidade”, assegurou. Ainda de acordo com ele, a perspectiva da Novacap é construir 2 mil quilômetros de vias até 2017.

Também estiveram presentes na solenidade, na sede da Novacap, o vice-governador Renato Santana e o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Julio Cesar Peres. Esta é a segunda etapa do programa de asfaltamento de Brasília. Uma terceira fase está prevista, porém se encontra em processo de licitação.

FONTE: Âgencia Brasília

O objetivo é  que os jovens não percam o prazo do alistamento.

(Brasília, 19/5/2015) – A Junta de Serviço Militar da Administração Regional do Recanto das Emas realiza divulgação do alistamento militar nas escolas públicas de ensino médio da RA, o objetivo é que os jovens não percam o prazo do alistamento.
A primeira escola em que os serviços foram divulgados foi o Centro de Ensino Médio 111. “Nosso objetivo é divulgar para os rapazes que completam 18 anos até dezembro, que o prazo está chegando ao fim e que devem comparecer à junta militar para se alistarem.” Afirmou o chefe da Junta Militar do Recanto das Emas, José Henrique Fernandes.
O Serviço Militar consiste no exercício das atividades desempenhadas pelas Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), em defesa da nação e é obrigatório no Brasil para jovens com 18 anos ou mais.
Para se alistar, o jovem deverá comparecer à Junta Militar, no ano em que completar a maioridade, e apresentar certidão de nascimento, documento de identidade, comprovante de residência e uma foto 3×4 recente. Se possuir filhos, deverá apresentar a certidão de nascimento. Pessoas portadoras de alguma deficiência devem apresentar atestado médico. O prazo para o alistamento, nesse ano, vence em 30 de junho.
“A intenção da administração é divulgar em todas as escolas públicas de ensino médio, para que nossos jovens não tenham prejuízos, como o pagamento de multas, não recebimento de carteira de reservista, não realização de provas como vestibular, matrícula em escolas e universidades e ingresso em serviço público”, enfatizou o administrador Fábio Ávila.
A Junta de Serviço Militar do Recanto das Emas fica sala nº3 na Administração Regional do Recanto das Emas, Avenida Vargem Benção – Chacará nº 03 e o telefone para contato é o 3333-9017

Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefones: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com

Pesquisa da Codeplan divulgada nesta quarta-feira apresenta informações sobre a região administrativa

De 2013 a 2015, a renda per capita do Recanto das Emas aumentou de R$ 732,33 para R$ 803,92. Com isso, a média de rendimento familiar também teve alta no mesmo período de comparação — passou de R$ 2.714,49 para R$ 2.747,59. Os dados fazem parte da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios da região, divulgada na tarde desta quarta-feira (13) pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).

“O que nos chama a atenção no Recanto das Emas é um crescimento populacional significativo nesses últimos anos, com vários resultados positivos, como a melhora no nível educacional e na renda”, destacou o presidente da Codeplan, Lucio Rennó.

O Recanto das Emas tem atualmente 145.304 habitantes na área urbana, distribuídos em 41.434 domicílios. Do total, cerca de 24% são estudantes de escolas públicas e 3,19% de instituições particulares. Quanto ao nível de escolaridade, a população concentra-se nas categorias dos que têm ensino fundamental incompleto, 38,48%, e médio completo, 23,03%. Os que possuem nível superior representam 5,52%, quase o dobro do percentual apurado em 2011, de 2,15%. Dos estudantes que moram no Recanto das Emas, 78,35% frequentam as aulas na própria região administrativa.

A maior parte dos moradores tem entre 40 e 59 anos de idade, 27,26%. Quanto à ocupação dos habitantes acima de 10 anos de idade, 49,55% têm atividades remuneradas, 15% são estudantes e 8,57% estão desempregados. O setor que mais absorve a comunidade local é o de serviços, com 90%. Prevalecem moradores com carteira assinada (62,61%), enquanto os autônomos representam 15,70%.

A região administrativa foi criada em 28 de julho de 1993 e possui 59 quadras residenciais. Quase todas as moradias são abastecidas pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (98,62%) e têm energia elétrica (99,50%). A rede de esgoto atende 91,70% da população; o Serviço de Limpeza Urbana, 95,35%. Além disso, 84,03% das casas recebem coleta seletiva.

Desafios
No entanto, apesar do crescimento, a região apresenta desafios, herdados de um crescimento habitacional desordenado e irregular. Com o aumento não planejado, diminui-se a quantidade de pessoas com acesso a saneamento básico e a escolas na região. Problemas que, segundo o administrador do Recanto das Emas, Fábio Viana Ávila, estão sendo estudados: “Estamos em contato com a regional de ensino, visando à identificação de áreas para instalar novos colégios. Além disso, é entendimento do governador que não sejam permitidas novas invasões.”

As próximas pesquisas deste tipo a serem divulgadas pela Codeplan serão referentes a Brazlândia e a Planaltina, respectivamente.

Veja a íntegra da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios 2015 do Recanto das Emas.

 

FONTE: Agência Brasília

Com salão decorado e muita diversão, idosos do CCI do Recanto das Emas deram início as festividades

(Brasília, 8/5/2015) – Os idosos que frequentam o Centro de Convivência do Idoso no Recanto das Emas tiveram um dia especial nesta sexta-feira (8). Promovido pelo Centro de Convivência do Idoso, por meio da Administração Regional do Recanto das Emas e governo de Brasília, e em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), a ação animou os frequentadores do CCI.

Serviços de corte de cabelo e manicure, foram oferecidos gratuitamente por uma equipe de profissionais do Senac. A ação faz parte das comemorações do dia das mães no Recanto das Emas.
“Nossa intenção é proporcionar ações que estimulem o envolvimento e a diversão dos idosos da nossa cidade, mas que promovam a saúde, por meio de atividades físicas e sociais”, enfatizou o administrador regional Fábio Ávila.

Os idosos contaram ainda com sorteios de brindes e uma alimentação saudável que foi oferecida.
“É muito gratificante ver a alegria dos idosos nos eventos que a administração promove no CCI. Essa comemoração também é uma forma de homenagear todas as mães que frequentam o centro”, afirmou Quilma Gomes, Chefe do Núcleo de Políticas Sociais do Recanto das Emas.

O Centro de Convivência do Idoso oferece diversas atividades de lazer, esporte, saúde, integração social e cultura para a terceira idade. Atualmente, a unidade conta com mais de 600 idosos cadastrados. “Adoro participar das atividades no CCI. É aqui que encontro os amigos e me divirto. Não perco um evento, sempre participo de todos”, contou dona Maria Morais de 80 anos.

Para se inscrever e participar das atividades os interessados devem procurar o CCI do Recanto das Emas, ter mais de 50 anos, documento com foto, comprovante de endereço e uma foto 3×4.
A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e está localizada na Avenida Recanto das Emas, Quadra 206.

Mais informações pelo telefone 3333-2979.

Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefones: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com

O objetivo é conscientizar os alunos para os cuidados no combate a doença e manejo correto do ambiente.

(Brasília, 4/5/2015) – A Escola Classe Vila Buritis no Setor Habitacional Água Quente, no Recanto das Emas, recebeu nesta segunda-feira (4) a companhia de teatro da Vigilância Ambiental. O objetivo da ação é conscientizar os alunos para os cuidados no combate a dengue e manejo correto do ambiente.
O Grupo Executivo Intersetorial de Gestão do Plano Regional de Prevenção e Controle da Dengue, (GeiplanDENGUE) do Recanto das Emas, decidiu intensificar as ações de orientação e sensibilização dos moradores e estudantes da cidade. O grupo é composto por representantes da Administração Regional do Recanto das Emas, Secretaria de Saúde, Agefis, Vigilância Ambiental, Regional de Ensino do Recanto das Emas, Vigilância Sanitária e Serviço de Limpeza Urbana (SLU).
A companhia de teatro faz parte de um trabalho coordenado pela Vigilância Ambiental do Distrito Federal. Com o intuito de levar às futuras gerações a conscientização sobre os cuidados com a dengue, o grupo transmite conscientização para as crianças, além de muita alegria e diversão nas apresentações. “O teatro é cultura, é o mais válido de ações como é essa é a criança desde de cedo se conscientiza a combater a dengue’’, afirmou o diretor da Escola Classe Vila Buritis Robson Ribeiro.
“Ações como essa são muito importantes para conscientizar as crianças da nossa cidade, faz parte da cidadania e dos cuidados com a saúde”, enfatizou Fábio Ávila, administrador Regional do Recanto das Emas.
Além da apresentação teatral, estão programadas visitas à escolas da região, reuniões com associações de moradores e igrejas, e mobilização em todas as quadras do Recanto das Emas. “O meu filho chegou em casa contando do teatro na escola, ele agora não pode ver água parada que toma cuidado”, afirmou Diana Marques moradora do Setor Habitacional Água Quente .
Casos
O Recanto das Emas registrou, até o momento, 47 casos de dengue. Segundo Maria Ângela , agente de Fiscalização Ambiental, a intensificação das chuvas e o calor favorecem o aumento dos mosquitos transmissores da dengue, por isso conscientizar as crianças é muito importante e a comunidade deve estar atenta e observar se, em suas residências, não há o criadouro do Aedes Aegypti, transmissor da doença.

Mais informações:
Administração do Recanto das Emas – RAXV
Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira
Telefone: 9340-2260/3333-9007
E-mail: ascomraxv@gmail.com

Saiba quais locais e serviços terão horário diferenciado no Dia do Trabalho e no fim de semana

No feriado do Dia do Trabalho (1º de maio) e no fim de semana, o cidadão brasiliense poderá contar com serviços públicos e pontos turísticos no Distrito Federal. A área da saúde atenderá a casos de emergência, e as delegacias funcionarão em caráter de plantão. Alguns locais, como museus, terão horários especiais.

SERVIÇOS PÚBLICOS

Banco de Brasília

As agências do Banco de Brasília (BRB) fecharão no fim de semana e no feriado. Na segunda-feira (4), abrirão normalmente, das 11 às 16 horas. Encontre aqui uma agência mais próxima.

Doação de sangue

A Fundação Hemocentro de Brasília não funcionará na sexta-feira (1º) e no domingo (3). No sábado (2), o atendimento será das 7 às 18 horas. O órgão fica no Setor Médico-Hospitalar Norte, Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3 (Asa Norte). Para mais informações, disque 160 e tecle a opção 2.

Postos do Na Hora

O Na Hora reúne, em um único local, serviços de órgãos públicos federais e distritais. Oferece, por exemplo, emissão de carteira de identidade, consulta a processos do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e retirada de segunda via de contas de água.

Há unidades nas regiões administrativas de Ceilândia (Shopping Popular), do Gama (entre as Quadras 55 e 56 do Setor Central), do Plano Piloto (subsolo da Rodoviária), do Riacho Fundo I (Shopping Mall), de Sobradinho (Serra Shopping) e de Taguatinga (Pistão Sul).

Os postos de atendimento vão fechar neste feriado e reabrir na segunda-feira, no horário normal, das 7h30 às 19 horas. De acordo com o Na Hora, ainda não foi definido o funcionamento de sábado (2). As unidades sempre fecham aos domingos.

Procon

Não haverá atendimento ao público na sexta-feira (1º) nem no domingo (3). Os postos que funcionam aos sábados manterão o horário regular. Veja as escalas de cada posto. Mais informações: 151.

Secretaria de Fazenda

As agências da Secretaria de Fazenda fecham na sexta-feira (1º) e voltam a funcionar na segunda, em horário padrão, das 12h30 às 18h30. A central telefônica da pasta (número 156, opção 3) não funciona no fim de semana nem no feriado. Na segunda-feira (4), o atendimento volta ao normal, das 8 às 18 horas.

Quem precisar de consultas e serviços básicos, como impressão de boletos e de certidões negativas, poderá acessar o site da secretaria. Demais serviços poderão ser registrados no atendimento virtual, mas as respostas serão concedidas nos dias úteis, em horário comercial, das 8 às 18 horas.

Segurança e saúde

O cidadão que precisar registrar ocorrência policial durante o feriado poderá procurar as delegacias da Polícia Civil, que funcionarão em regime de plantão. Na segunda-feira (4), o expediente é normal.

Nesta sexta-feira (1º), os hospitais da rede pública atenderão somente a casos de emergência, no mesmo esquema de funcionamento dos fins de semana. As unidades de pronto atendimento (UPAs) estarão abertas 24 horas por dia. Os centros de saúde fecham no feriado, mas retomam o atendimento regular na segunda-feira.

Shoppings populares

O shopping popular de Ceilândia, na QNM 11, funcionará normalmente no feriado e no fim de semana, das 8 às 18 horas. Já o de Brasília, ao lado da antiga Rodoferroviária, estará aberto no feriado e no sábado, das 8 às 18 horas, mas fechará no domingo e na segunda-feira.

Transporte urbano

Na sexta-feira (1º), os trens do metrô de Brasília vão funcionar no mesmo horário de domingo, das 7 às 19 horas. No sábado, o horário é o de sempre: das 6 horas às 23h30. A tarifa no feriado e no fim de semana será de R$ 2. Nos demais dias, custa R$ 3.

Horários, itinerários e opções de trajeto podem ser consultados no site do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans).

PONTOS TURÍSTICOS

Catetinho (Km 0 da BR-040, Gama)

Estará fechado na sexta-feira (1º). Nos outros dias, abrirá normalmente, das 9 às 17 horas.

Entrada gratuita

(61) 3338-8803

Jardim Botânico de Brasília (SMDB, Área Especial, Lago Sul)

Abre sempre de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas, e fecha às segundas-feiras para manutenção.

Entrada: R$ 2

(61) 3366-2141

Memorial dos Povos Indígenas (em frente ao Memorial JK)

Aberto de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas. Sábados, domingos e feriados: das 10 às 18 horas. Nesta segunda-feira (4), estará fechado para manutenção.

Entrada gratuita

(61) 3344-1154

Museu Nacional da República (Setor Cultural Sul, perto da Rodoviária do Plano Piloto)

Funciona de terça-feira a domingo, das 9 horas às 18h30. Fecha às segundas-feiras.

Entrada gratuita

(61) 3325-5220

Museu Vivo da Memória Candanga (Via Epia Sul, Lote D, Núcleo Bandeirante)

Aberto todos os dias, exceto domingo, das 9 às 17 horas.

Entrada gratuita

(61) 3301-3590

Torre de TV

A visitação no mezanino e no mirante da Torre de TV estará permitida das 9 às 20 horas tanto no feriado quanto no fim de semana. A Feira da Torre, por sua vez, funcionará nos três dias das 9 às 20 horas. No período, a fonte luminosa fechará para manutenção.

Zoológico (Avenida das Nações, via L4 Sul)

Abrirá normalmente de sexta-feira a domingo, das 9 às 17 horas. Na segunda-feira, estará fechado para manutenção. No feriado de 1º de maio, terá uma programação especial.

Entrada: R$ 2 (quem tem até 5 anos ou mais de 60 não paga)

BIBLIOTECAS

Biblioteca Pública de Brasília (EQS 312/313)

Abrirá no sábado, das 7h30 às 13h30, e fechará no Dia do Trabalho e no domingo. A partir da segunda-feira, abrirá regularmente das 7h30 às 18 horas.

Biblioteca Nacional (Esplanada dos Ministérios)

Fechará na sexta-feira (1º), mas abrirá no sábado e no domingo, das 8 às 14 horas. A partir da segunda-feira (4), o horário é normal: das 8 às 20 horas.

CENTROS CULTURAIS E CINE BRASÍLIA

Casa do Cantador (QNN 32, Área Especial, Ceilândia Sul)

Estará fechada no feriado de 1º de maio. No sábado, o centro cultural abre das 8 às 12 horas e, no domingo e na segunda-feira, das 8 às 18 horas.

(61) 3378-5067

Centro Cultural Três Poderes (Praça dos Três Poderes)

Reúne o Panteão da Pátria, o Espaço Lucio Costa e o Museu da Cidade. Estará aberto normalmente durante o feriado e no fim de semana, das 9 às 18 horas.

Entrada gratuita

(61) 3325-6244

Cine Brasília (EQS 106/107)

Aberto diariamente a partir das 10 horas. De 30 de abril a 4 de maio, haverá exibição de filmes às 17, às 19 e às 21 horas

Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada)

(61) 3244-1660

 

FONTE: Agência Brasília 

 Cursos, palestras e oficinas serão oferecidos gratuitamente. O objetivo é melhor atender aos empreendedores locais.


(Brasília, 24/04/2015) O Sebrae do Distrito Federal deu início ao projeto “Ação Sebrae Mais Perto de Você” nas regiões administrativas do DF com o objetivo de melhor atender aos empreendedores locais.

O Recanto das Emas recebe o projeto nesta sexta-feira (24).  Cursos, palestras e oficinas serão oferecidos gratuitamente àqueles que precisam de oportunidade para abrir uma empresa ou crescer no mercado de trabalho.

O Sebrae, em parceria com Administração Regional do Recanto das Emas, Secretaria de Estado de Economia e Desenvolvimento Sustentável e governo  de Brasília apostam na valorização e capacitação dos empresários da cidade.

“Essa é uma ótima oportunidade para quem deseja abrir uma empresa na nossa cidade, a capacitação é muito importante para a qualidade dos serviços oferecidos”, enfatizou Fábio Ávila, Administrador Regional do Recanto das Emas.

Até o fim do ano, a instituição levantará demandas dos empresários e levará capacitações a todas as regiões administrativas.

O Sebrae Mais Perto de Você, no Recanto das Emas, será realizado no Centro de Convivência do Idoso,  Área Especial, Quadra 206, lote 5.

Confira a programação:

24 de abril – Tributação na medida – Horário: 19 às 22 horas

4  a 8 de maio – Curso: Atendimento ao cliente – Horário: 19 às 22 horas

11  a 15 de maio – Como gerenciar seu negócio – Horário: 19 às 22 horas

20 de maio – Palestra: Gestão visual de loja – Horário: 19 às 22 horas

26 de maio – SEI Comprar – Horário: 19 às 22 horas

28 de maio – Oficina: Acesso ao crédito na medida para microempresário – Horário: 19 às 22 horas

8  a 12 de junho – Técnicas de Vendas – Horário: 19 às 22 horas

11 de junho – Internet na medida – Horário: 19 às 22 horas

Mais informações:

Assessoria de Comunicação da Administração Recanto das Emas

E-mail: ascomraxv@gmail.com

Telefone: 3333-9007/9340-2260

Assessoria de imprensa: Afonso Ferreira

Ações gratuitas como capacitação, oficinas e consultorias são realizadas para interessados em se tornar microempreendedores individuais

(Brasília, 14/4/2015) – O Recanto das Emas recebe, a partir desta terça-feira (14), ações gratuitas como capacitações, oficinas e consultorias voltadas aos interessados em se formalizar como microempreendedores individuais ou para aqueles que já têm um negócio e querem crescer em seu empreendimento. As atividades fazem parte da 7ª Semana do Empreendedor Individual.

O Sebrae em parceria com a Administração Regional do Recanto das Emas, Secretaria de Estado de Economia e Desenvolvimento Sustentável e governo do Distrito Federal apostam em crescer ainda mais os microempreendedores individuais da cidade. São dicas de faturamento, crescimento e como prosperar.

A Semana do MEI acontece de 13 a 18 de abril em 21 pontos de atendimento espalhados por 18 Regiões Administrativas (RAs), do Distrito Federal. É uma ação concentrada para que os microempresários tirem suas dúvidas e estejam preparados para vender para o governo e para fomentar seus negócios e a economia do Distrito Federal.

Serviço

Semana do Microempreendedor Individual

Data: 14, 16 e 17 de abril

Horário: dias 14 e 17, das 14h às 18h. Dia 16, das 9h às 13h

Local: Área Especial, Quadra 206, lote 5, Centro de Convivência do Idoso – Recanto das Emas

Mais informações:

Administração do Recanto das Emas – RAXV

Chefe de Comunicação: Afonso Ferreira

Telefone: 9340-2260/3333-9008

E-mail: ascomraxv@gmail.com

Objetivo das reuniões mensais é discutir políticas públicas para a comunidade rural

(Brasília, 2/4/2015) – A  Administração Regional do Recanto das Emas reuniu-se, nesta quinta-feira (2), com os membros do Conselho Regional de Desenvolvimento Rural Sustentável (CRDRS) no auditório da Administração. O conselho é composto por membros das regiões do Gama, Recanto das Emas e Santa Maria.

O objetivo do conselho é discutir políticas públicas para a comunidade rural, buscar melhor qualidade de vida para os moradores das áreas rurais dessas regiões. “Tudo o que envolve a comunidade rural é discutido nas nossas reuniões, assuntos como educação, regularização de área, infraestrutura, saúde e segurança”, afirmou Joaquim Campos, presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento Rural Sustentável.

As reuniões do Conselho Regional são abertas a população. As comunidades rurais, nestes espaços, são representadas pelas organizações sociais rurais (associações de produtores, cooperativas, sindicatos e federações), e as suas demandas devem, inicialmente, ser apreciadas e discutidas nas suas instituições de base e, posteriormente, se necessário, encaminhadas para deliberação no Conselho Regional e, se não superadas, encaminhadas ao Conselho Distrital.

“A administração está pronta para ouvir e trabalhar em prol da população do Recanto das Emas. A participação do Conselho Regional de Desenvolvimento Rural Sustentável é primordial para a melhoria da qualidade de vida dos moradores das áreas rurais da nossa cidade,” enfatizou  o administrador regional do Recanto das Emas, Fábio Ávila.

As reuniões do CRDRS são realizadas sempre na primeira quinta-feira de cada mês.

Mais informações :

Assessoria de Comunicação da Administração Recanto das Emas

E-mail: ascomraxv@gmail.com

Telefone: 3333-9007/9340-2260

Assessor de imprensa: Afonso Ferreira

Para aqueles que querem aproveitar a Sexta-Feira Santa (3), os parques do DF oferecem diferentes atrativos, como espaço para práticas esportivas, área de piquenique, trilhas e espaço para contemplação da vegetação nativa do cerrado. Em algumas unidades de conservação, há cachoeiras e piscinas para crianças e adultos.

Parte do território da capital federal está sob alguma forma de proteção ambiental e conta com 73 parques criados por decreto, administrados pelo Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal – Brasília Ambiental (Ibram). Apesar de a maioria ainda não ter sido formalmente implantada, muitas unidades estão aptas à visitação do público. A nova gestão do Ibram tem feito visitas técnicas para conhecer melhor a realidade dos parques e pretende definir o cronograma de finalização das obras de revitalização daqueles que estão prontos, porém não dispõem de infraestrutura suficiente para atender à população.

A secretaria de Turismo é responsável pelo Parque da Cidade, e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma instituição do governo federal, é quem responde pelo Parque Nacional de Brasília. Outras unidades têm administração própria, em parceria com a secretaria do Meio Ambiente, como o Jardim Botânico e o Jardim Zoológico. O Taguaparque, em Taguatinga, e o Parque de Uso Múltiplo Burle Marx, que ainda está em construção no Setor Noroeste, são responsabilidade das administrações regionais.

Parques que estão abertos no feriado e no final de semana.

Jardim Botânico de Brasília
O Jardim Botânico de Brasília (JBB) possui aproximadamente 5 mil hectares, dos quais 526 estão abertos à visitação e o restante se destina a preservação e pesquisa.

O visitante pode conhecer o herbário Ezechias Paulo Heringer e sua coleção de plantas secas, um orquidário com mais de mil espécies e o Jardim de Cheiros, ou Jardim Sensorial, que proporciona experiência com plantas medicinais, aromáticas, comestíveis e condimentares. É possível realizar, ainda, visitas guiadas previamente agendadas.
SMDB – Área Especial – Lago Sul
Aberto de domingo a terça, das 9 às 17 horas. Na segunda-feira é de manutenção.
Entrada R$ 2.
(61) 3366-2141.

Jardim Zoológico de Brasília
Inaugurado em 1957, foi a primeira instituição ecológica criada no Distrito Federal. Atualmente, dispõe de um plantel de 1.250 animais distribuídos em 230 espécies, entre aves, répteis, mamíferos e artrópodes. Conta, ainda, com museu de animais, camping, playgrounds, lago artificial, borboletário e área para piquenique.

Av. das Nações, Via L 4 Sul – Candangolândia
Aberto durante a sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) das 9 às 17 horas. Na segunda-feira (6), estará fechado para manutenção.
Entrada R$ 2.
Menores de 5 anos e maiores de 60 anos não pagam.
(61) 3445-7043.

Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek
Mais conhecido como Parque da Cidade, foi fundado em 1978 e é o maior parque urbano de Brasília e do mundo. Conta com diversos atrativos, especialmente para práticas esportivas, como quadras de vôlei, futebol, basquete, pista de cooper, parque de diversões, quiosques, lago artificial e área para realização de eventos culturais.

Eixo Monumental.
O parque está continuamente aberto.
Entrada franca.
(61) 3325-1092.

Parque dos Jequitibás
Criado em 1994, abriga árvores de grande porte, como o jequitibá. No estacionamento, uma pavimentação especial facilita a absorção de água pelo solo. Com média de 600 frequentadores nos fins de semana e 400 de segunda a sexta-feira, atrai visitantes para a pista de skate e para o circuito de ginástica, criados em 2012.

O anfiteatro é frequentemente utilizado pelos alunos das escolas da região, que ensaiam peças teatrais. Aos fins de semana, sessões de meditação e encontros de ciclistas também ocorrem com frequência.
Quadra 10/11, Av. do Contorno – Sobradinho.
Aberto todos os dias, de 6h às 18 h.
Entrada franca.
(61) 3591-4049.

Parque Ecológico de Águas Claras
Criado em 2000, é contornado por longas e largas trilhas, ideais para praticar corrida e caminhada. Durante os fins de semana, recebe, em média, quatro mil pessoas. Nos 95 hectares de área, é possível encontrar patos, capivaras, gansos, tucanos e bem-te-vis que vivem por entre os ipês, ingás e outras árvores frutíferas.

Conta também com sede da Polícia Militar, espaço específico para educação ambiental, campo de futebol com grama sintética, quadra poliesportiva, equipamento de ginástica e campo de futebol de areia.
Av. Castanheiras – Centro.
Aberto todos os dias, das 6 h às 22 h.
Entrada franca.
(61) 3436-7229.

Parque Ecológico do Areal
Implantado em 2012, apresenta características urbanas, com várias quadras esportivas, campos de futebol, pracinhas e áreas de lazer.

Quadras QS6/QS8 – Taguatinga.
Aberto todos os dias, das 6 h às 22 h.
Entrada franca.

Parque Ecológico Canela de Ema
A vegetação típica de áreas alagadas traz grande riqueza de fauna para o parque, considerado um verdadeiro santuário de vida silvestre na cidade de Sobradinho. Ideal para contemplação da natureza.

Área Especial 3 Núcleo Urbano Fazenda – Sobradinho.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.

Parque Ecológico Dom Bosco.
Muito conhecido por abrigar a Ermida — um dos principais cartões postais da cidade — é uma das unidades de conservação do Distrito Federal que mais recebe visitantes. Nos períodos de seca, são cerca de 800 frequentadores durante a semana e, nos fins de semana, três mil. Nos períodos chuvosos, o número de visitantes se reduz para a metade.

Os visitantes costumam buscar o parque para fazer trilhas, caminhadas, andar de bicicleta, andar de skate, avistar aves e contemplar o pôr-do-sol com uma bela vista do Lago Paranoá. O Parque conta com o Jardim do Patrimônio Ecológico, espaço onde há as 12 espécies de árvores nativas do bioma, tombadas pelo Patrimônio Ecológico do DF, entre elas, a Copaíba e a Aroeira.
QL 30, do Lago Sul (acesso pela Estrada Parque Dom Bosco).
Aberto todos os dias, das 6 h às 20 h.
Entrada franca.

Parque Ecológico Ezechias Heringer
Conhecido também como Parque do Guará, leva o nome do agrônomo que dedicou a vida a estudar a flora do cerrado, em especial, as orquídeas. Está em um dos locais em que o ambientalista mais atuou, identificando cerca de 72 espécies de orquídeas nativas da região. Os visitantes podem conhecer algumas dessas espécies no orquidário que recebe o nome de Barjout Mirray Heringer, viúva do pesquisador. Chega a receber 300 pessoas nos fins de semana, dispõe de estrutura para a prática de esportes, como pista de cooper, ciclovia, quadra poliesportiva, quadra de areia e Ponto de Encontro Comunitário (PEC).

QE 23, Guará II.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.
(61) 3382-7176.

Parque Ecológico das Garças
Paraíso para praticantes de stand-up paddle, caiaque e remo, é considerado a “ponta de picolé” da região, devido ao tipo de terreno. Muitos visitantes também costumam levar cães para passear, pois o local é um grande campo limpo, porém não há infraestrutura de banheiros.

SHIN Ql 15/16 – Lago Norte (ao lado do Clube do Congresso).
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.

Parque Ecológico Olhos D'Água
Cercado e com seguranças trabalhando nele durante 24 horas, tem pista de cooper de 2,1 quilômetros, parque infantil, circuito de exercícios, trilhas internas, relógio do sol e área de preservação ambiental. Também apresenta um pequeno lago, conhecido como Lagoa dos Sapos, e flora típica do Cerrado, além de algumas espécies da vegetação identificadas por placas, como as trepadeiras papo de peru e o angico-do-cerrado. A fauna inclui peixes, aves, anfíbios, répteis, invertebrados e pequenos mamíferos. Com média de 800 frequentadores nos fins de semana e 500 de segunda a sexta-feira, é palco para atividades culturais — espetáculos teatrais e musicais — e programas mais alternativos, como encontros de ioga, tai chi chuan e meditação. As programações culturais são desenvolvidas pela comunidade, sob autorização do Ibram.

SQN 413/414.
Aberto todos os dias, das 6 h às 20 h.
Entrada franca.
(61) 3349-5793.

Parque Ecológico Península Sul
Oferece uma bela vista do Lago Paranoá, que pode ser contemplada num passeio pela trilha que margeia o parque, além de vários atracadouros. Frequentadores costumam praticar esportes como o stand up paddle (SUP) e o kite surf.

SHIS QL 12 – Lago Sul.
Aberto todos os dias, das 6 h às 22 h.
Entrada franca.

Parque Ecológico e Vivencial Recanto das Emas
O grande atrativo é o Ribeirão Monjolo, que corre em meio a um exuberante vale. O local é ideal para trilhas e para contemplação da natureza.

Quadra 311 – Recanto das Emas.
Aberto todos os dias.
Entrada franca.

Parque Ecológico e Vivencial do Riacho Fundo
Localizado entre o Riacho Fundo I e II, tem 530 hectares e reúne grande diversidade de fauna e flora. Conta com infraestrutura de lazer e esportes, como quadras de areia, quadras poliesportivas, pista de caminhada e de skate, ciclovia, circuito inteligente de ginástica e playground.

QS 8 – Área Especial, ao lado do conjunto 1C – Riacho Fundo.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.

Parque Ecológico Veredinha
Próximo à Lagoa de Brazlândia, tem vegetação variada, entre matas de galeria, cerrado típico, veredas úmidas e nascentes de águas límpidas. A área pode ser explorada por meio de trilhas.

Entre as Quadras 3 e 12 – Brazlândia.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.
(61) 3391-647.

Parque Ecológico do Tororó
Fica a pouco mais de 30 quilômetros da Rodoviária do Plano Piloto, perto do Lago Sul. Uma trilha íngreme em meio ao Cerrado típico leva o visitante a uma das mais altas e belas cachoeiras do DF. O salto tem queda livre de aproximadamente 15 metros de altura, o que atrai praticantes de rapel.

BR 251/DF 140 – Santa Maria.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.

Parque Lago do Cortado
Situado na região central de Taguatinga, abriga o Ribeirão do Cortado, que contém várias pequenas cachoeiras. Por ser um local onde brotam nascentes, foi construída uma passarela suspensa que proporciona condições ideais para contemplação e observação da natureza.

QNF/QNL Taguatinga.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.
(61) 3354-0651.

Parque Nacional de Brasília
Conhecido como Água Mineral, protege ecossistemas típicos do Cerrado do Planalto Central e abriga as bacias dos córregos formadores da represa Santa Maria, responsável pelo fornecimento de 25% da água potável que abastece o Distrito Federal. A principal atração do parque é a parte das piscinas. Para quem gosta de caminhada, há duas trilhas de pequena dificuldade: a da Capivara, com duração de 20 minutos, e a do Cristal Água, com duração média de uma hora.

Rodovia BR 450, Via Epia.
Na Sexta-Feira Santa estará fechado. Abrirá normalmente no sábado e domingo, das 8 às 17 horas.
Entrada: R$ 8 para brasileiros e R$ 16 para estrangeiros. Entrada franca para crianças até 12 anos e adultos acima de 60 anos.
(61) 3233-4553.

Parque Recreativo do Gama
Também conhecido como Prainha, é cortado pelas muitas corredeiras e cachoeiras do Ribeirão do Gama. Porém, não oferece infraestrutura completa nas trilhas. Por questão de segurança, é necessário que o visitante avise sempre sobre sua presença ao agente do parque.

Boa Vista – DVO – Gama.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.
Entrada franca.
(61) 9951-2016.

Parque Recreativo Sucupira
Criado em 1996, está situado ao lado do campus da Universidade de Brasília (UnB) em Planaltina, nas proximidades da Estação Ecológica de Águas Emendadas (Esecae). Funciona como uma importante zona de amortecimento entre a cidade de Planaltina e a Estação. Conta com edificação para educação ambiental, banheiros, pista de caminhada, quadras poliesportiva e de areia, pista de skate e playground.

Aberto todos os dias, das 8 h às 18 h.
Entrada franca.

Parque Três Meninas
A cultura e a história de Brasília e Samambaia são retratadas no Parque Três Meninas. O local é uma antiga fazenda construída nos anos 60, onde se destacam três pequenas casas feitas pelos antigos proprietários para as três filhas. Em meio a esse contexto, o parque oferece, ainda, pista de skate, parques infantis, quadras poliesportivas e ciclovia. Com 72 hectares, recebe em média 100 visitantes diários. Entre os atrativos ecológicos estão o Jardim dos Pequis, com mais de 50 pés plantados; a Alameda dos Ipês; e o Jardim Pomar do Cerrado. Também há quadra poliesportiva, playground, pista de skate e ciclovia.
Quadras 609 à 611 – Samambaia.
Aberto todos os dias, das 7 h às 18 h
Entrada franca.
(61) 3459-2806.

Parque Urbano Bosque do Sudoeste
Criado em 2013, reúne quadra poliesportiva, quadra de areia, pista de caminhada, ciclovia, circuito inteligente de ginástica, anfiteatro e playground; tudo isso em meio às mudas de árvores nativas plantadas pelo Ibram, com intuito de criar um bosque para recuperar a flora e fauna no local.

2ª/4ª Avenidas – Sudoeste.
Aberto todos os dias, das 6 h às 23 h.
Entrada franca.

Parque Urbano do Paranoá
O antigo acampamento do Paranoá, habitado por trabalhadores durante a construção da barragem do lago Paranoá, deu lugar ao parque com quadras esportivas, ciclovia, pista de cooper, parquinhos, amplo espaço para brincar, trilhas largas e diversas árvores frutíferas. Está limitado ao Norte pelas quadras 2 e 3 da Região Administrativa do Paranoá. No extremo Sul, pela junção entre a Estrada Parque Paranoá (EPPR) e a Estrada Parque Contorno (EPCT). A presença de cachorros é permitida somente com guia e os que oferecem risco devem portar focinheira.

Aberto das 6 h às 20 h.
Entrada franca.
(61) 3369-8502.

Parque Urbano da Vila Estrutural
Criado em 2014, conta com quadras de areia para prática de futevôlei e futebol, parque infantil, dois pontos de encontro comunitários e pista de caminhada.

Quadra 17, chácara Santa Luzia, Área Especial.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h.

Parque de Uso Múltiplo da Asa Sul
Conhecido como o berço das capivaras — que o utilizam com frequência para tomar banho de sol e nadar na lagoa —, o espaço de lazer, prática esportiva e observação da natureza recebe média de 200 visitantes por dia.

Conta com uma Unidade Demonstrativa de Permacultura (junção de técnicas para propiciar uma agricultura esteticamente bonita e autossustentável), bacia de evapotranspiração, círculo de bananeiras, sanitários ecológicos — que fazem o tratamento da água utilizada pelos usuários e com uma agrofloresta.
SGAS 613/614.
Abertos todos os dias, das 6 h às 19 h.
Entrada franca.

Parque de Uso Múltiplo do Lago Norte
Composto por uma faixa verde ao longo do Lago Paranoá, com ciclovia bem sombreada que atrai aves e pequenos mamíferos, oferece mesas de piquenique e áreas de lazer. Na margem do lago, há um pier de madeira, ideal para pescar e praticar esportes aquáticos, como a canoagem.

Módulo I – CA SHIN Lago Norte
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 h
Entrada franca
(61) 3468-5769

Parque Vivencial do Anfiteatro Natural do Lago Sul
Às margens do Lago Paranoá, permite a prática de diversos esportes, como ciclismo, corrida e remo. No local, há um morro artificial construído na década de 1980, utilizado para aprendizado de voo livre, esporte com tradição na capital.

Endereço: SHIS QL 14 – Lago Sul.
Aberto todos os dias, das 6 h às 18 .
Entrada franca.

Taguaparque
Localizado ao longo do Pistão Norte, tem vários atrativos, como churrasqueiras, playground com forte apache para crianças, pista de motocross, quadras de vôlei, quadras de futebol society, circuito de malhação e ginásio coberto. Conta também com centro cultural, auditório, teatro de arena e hall de exposição e recepção.

Pistão Norte de Taguatinga.
Aberto todo os dias.
(61) 3352-0576.

Saburo Onoyama
Inaugurado em junho de 1988, também conhecido como Vai Quem Quer, recebeu o atual nome em homenagem ao japonês Saburo Onoyama, em reconhecimento à luta pela preservação do cerrado em Taguatinga.

A infraestrutura conta com área de convivência, churrasqueiras, quadra poliesportiva, quadra de areia, playgrounds, fossas ecológicas, vestiários e uma piscina para crianças e adultos. Oferece 1.270 metros de trilha pavimentada, trilhas naturais, oito pontes de madeira, área para piquenique, posto médico, quiosques, anfiteatro e sede administrativa com salão de eventos.
Área Especial, Taguatinga Sul (atrás da QSC 25 e perto do Lar dos Velhinhos).
Aberto todos os dias, das 7 h às 18 h.
Funcionamento das piscinas: de quinta a domingo, das 9 h às 16 h.
Entrada gratuita.
Para usar a piscina, pede-se atestado médico.
(61) 3352-2102.

FONTE: Agência Brasília

Cinco dias após a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) divulgar o WhatsApp da Ouvidoria — ferramenta no celular que registra sugestões, reclamações e elogios dos usuários por meio do número (61) 9277-5011 —, o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) lança outro instrumento para estreitar o canal de comunicação com a população. Chamado de Procon Mobile, o aplicativo disponível em smartphones vai facilitar o acesso do cidadão ao Código de Proteção e Defesa do Consumidor (CDC), além de oferecer dicas e permitir consultas a andamento de processos.

O aplicativo foi criado pelo servidor de carreira do instituto, David Kalil, que, por iniciativa própria, sugeriu a ideia à direção do Procon. A ferramenta já está disponível gratuitamente, sem empenho de recursos do Executivo. “Sou cidadão e sei o quanto esses instrumentos são úteis para estreitar o canal de comunicação com o governo”, diz Kalil. Para o governador Rodrigo Rollemberg, a iniciativa aproxima a população dos órgãos de controle. “É um aplicativo simples, que facilita a fiscalização por parte do consumidor. Esses direitos têm que estar cada vez mais acessíveis”, destacou. 

A ferramenta também disponibiliza endereços dos postos de atendimento do Procon em todo o Distrito Federal, além de um link para tirar dúvidas e anexar fotos de itens suspeitos. “A pessoa pode andar pelo mercado e conseguir tirar uma dúvida de um produto na hora por meio desse sistema”, ressaltou o diretor-geral do Procon-DF, Paulo Márcio Sampaio. Segundo o órgão, cerca de 70% das demandas feitas atualmente pelo telefone 151 são consultas para orientar o consumidor.

O acesso ao sistema é muito simples. Os usuários com smartphones com sistema operacional Android devem entrar na loja de aplicativos Google Play, procurar por Procon-DF e instalar a ferramenta. Quem tem aparelho com a plataforma iOS (iPhone), precisa entrar no site do Procon (www.procon.df.gov.br) e usar o QR Code — código de barras bidimensional usado pela maioria dos telefones celulares equipados com câmera. De acordo com o órgão, em poucos meses o Procon Mobile estará disponível na loja de aplicativos da Apple.

Após a solenidade de lançamento do aplicativo na manhã desta terça-feira (31), na Rodoviária do Plano Piloto, o governador Rodrigo Rollemberg, acompanhado do secretário de Justiça e Cidadania, João Carlos Souto, e de outras autoridades, visitaram a agência do Na Hora e o comércio local. 

Wifi pela cidade
Outra tecnologia que está à disposição gratuita do cidadão desde a Copa do Mundo, em junho de 2014, é o sinal livre do wifi no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, na Rodoviária do Plano Piloto, no Planetário e na área da Torre de TV. De acordo com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, já está sendo instalado em quatro estações do Metrô-DF — Águas Claras, Central, Galeria e Guará — equipamentos de rede sem fio para acesso dos usuários à internet enquanto aguardam os trens.

FONTE: Agência Brasília

Chocolate, refrigerante e um pacote de biscoito recheado são alimentos que não faltam no dia a dia de Fernanda Rodrigues dos Santos. A garota, que tem 9anos e pesa quase 60 quilos — 15 a mais que o ideal —, sofre de obesidade infantil grave e, desde o início de março, participa de um grupo de apoio contra a doença no Centro de Saúde nº 2 do Recanto das Emas.

Para o pai de Fernanda, José Ribamar dos Santos, o tratamento exercita a troca de experiências e estimula a vida saudável. “Procuramos o serviço por orientação médica. Estávamos preocupados com problemas que existem na minha família, como pressão alta. O resultado está sendo bom.” A menina e os pais já começaram a praticar parte dos conceitos difundidos no encontro. Até seis vezes por semana, o trio sai para fazer caminhada onde mora, exercício escolhido por Fernanda.

“A grande questão nem é fazer a criança perder peso, pois está em fase de desenvolvimento e não pode fazer uma dieta com baixo número de calorias. Precisamos mudar o hábito de vida, fazer com que ela se exercite e deixe mais de lado o celular e o computador. A perda de peso será consequência”, explica a nutricionista do grupo, Raquel Rabelo, ao destacar que a iniciativa trabalha também as atitudes dos familiares, que, geralmente, são quem fazem as compras de casa, preparam as refeições, levam para passear. Mesmo não sendo o foco, o corte de alimentos gordurosos também faz parte da rotina dos participantes.

A iniciativa é dos próprios servidores da unidade. “A gente torce para que a ideia se estenda a outros centros de saúde, pois sabemos que há necessidade”, afirma o profissional de educação física da ação, Natal da Silva. Além de Raquel e Natal, três funcionários — uma pediatra, uma enfermeira, uma técnica em enfermagem — trabalham no desenvolvimento das atividades do grupo de apoio, que inclui acompanhamento médico, definição de novo plano alimentar e discussões sobre assuntos como sedentarismo.

Durante os seis meses de encontros, os envolvidos ainda participarão de oficinas que estimulam a atividade física, o controle da ansiedade e a observação dos componentes daquilo que consomem.

O grupo
A primeira edição do grupo de apoio do Recanto das Emas começou em 5 de março. Divididas por idade, em quatro grupos, 60 crianças são atendidas pela iniciativa, que precisou mudar um pouco desde que abriu as inscrições, no fim de 2014. “Por conta do espaço, tivemos que diminuir o número de vagas de 25 para 15 por grupo. Como não tivemos muita procura de crianças de 2 a 5 anos, mudamos a faixa etária”, conta Natal da Silva, ao explicar que a novidade agora atende pessoas de 6 a 12 anos.

Os encontros são mensais, sempre às quintas-feiras, sendo que cada grupo reúne-se em uma quinta diferente. Os funcionários envolvidos continuam em busca de parcerias para oferecer opções de atividades físicas aos beneficiados. A previsão é que, em abril, alguns dos pacientes sejam matriculados no Centro Olímpico do Recanto das Emas.

Acompanhamento médico
No caso de Fernanda, desde os 51,5 quilos ela já estava caracterizada como alguém com obesidade infantil. No entanto, é preciso que os pais façam acompanhamento periódico com um pediatra para detectar o mal, pois a relação do peso com a doença varia de acordo com o sexo, a altura e a idade da criança.

FONTE: Agência Brasília

(Brasília, 25/3/2015) – As quadras 202 e 301 do Recanto das Emas recebe, nesta quarta-feira (25), o mutirão de combate à dengue. O objetivo da ação é conscientizar a população para os cuidados no combate a dengue e manejo correto do ambiente.

O Grupo Executivo Intersetorial de Gestão do Plano Regional de Prevenção e Controle da Dengue (GeiplanDENGUE) decidiu intensificar as ações de orientação e sensibilização dos moradores na cidade. O grupo é composto por representantes da Administração Regional do Recanto das Emas, Secretaria de Saúde, Agefis, Vigilância Ambiental, Regional de Ensino do Recanto das Emas, Vigilância Sanitária e Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

Os moradores estão recebendo a visita dos agentes da Vigilância Ambiental (AVAS) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para orientação quanto ao combate do mosquito causador da dengue e da febre Chikungunya. Além de receberem orientações e inspeção em casa para ver se há criadouro do Aedes Aegypit.

“Vamos visitar as casas, fazer fiscalização e orientar. Nós podemos conter a dengue a partir do momento que cada um faz o seu papel dentro de casa”, enfatizou Leonardo Rafael Diretor de Atenção à Saúde do Recanto das Emas.

Além da ação estão programadas visitas à escolas, reuniões com associações de moradores e igrejas, e mobilização em todas as quadras do Recanto das Emas. “Ações como essa são muito importantes. Abro a porta da minha casa com satisfação para receber os agentes. Tive dengue e sei como é o sofrimento”, afirmou Edna Cristina moradora da Quadra 202.

Casos

O Recanto das Emas registrou, até o momento, 36 casos de dengue. Segundo Ione Siqueira, Chefe da Fiscalização Ambiental do Recanto das Emas, a intensificação das chuvas e o calor favorecem o aumento dos mosquitos e consequentemente os casos de dengue, por isso a comunidade deve estar atenta e observar se, em suas residências não há o criadouro do Aedes Aegypti.

 

Mais informações :  

Assessoria de Comunicação da Administração Recanto das Emas

E-mail: ascomraxv@gmail.com

Telefone: 3333-9007/9340-2260

Assessoria de imprensa: Afonso Ferreira

A Polícia Militar do Distrito Federal cumpre, desde o início da manhã desta quinta-feira (19), um mandado de desapropriação no Núcleo Rural Águas Quentes, próximo a Santo Antônio do Descoberto. Até as 12h30, 390 barracos de lona haviam sido desmontados do terreno de 193 hectares. A área é objeto de disputa judicial entre a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) e particulares.

A previsão é que existam cerca de 2,5 mil ocupações, mas esse número pode chegar a sete mil. As chuvas atrapalham a ação, que deve ser concluída até o fim do dia.

A saída dos ocupantes ocorre de forma ordeira e sem manifestações ou resistência. Uma reunião com representantes dos moradores e o secretário de Relações Institucionais, Marcos Dantas, foi confirmada, porém sem data definida.

A PM e o Corpo de Bombeiros do DF atuam com 442 homens no total. Outros 78 agentes da Subsecretaria de Ordem Pública e Social, da Agência de Fiscalização, da Terracap e do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) dão suporte na operação.



FONTE: Agência Brasília

A Administração Regional do Recanto das Emas está mobilizada na operação tapa-buracos com o objetivo de melhorar as condições das vias da região. Desde janeiro, a cidade está contando com o reforço dos órgãos do governo do Distrito Federal na organização, limpeza, recuperação de espaços e equipamentos públicos.

Até o momento 25 quadras receberam a operação, a previsão é que todas as quadras do Recanto das Emas recebam as benfeitorias.

 

Serviços realizados:

Quadra 101 conjuntos 05 e 08

Quadra 102 – Avenida Recanto das Emas

Quadra 104 conjunto 01

Quadra 107 conjunto 01

Quadra 109 – Avenida Recanto da Emas

Quadra 109 conjunto 10

Quadra 110 conjuntos 01, 02, 04, 05, 11 e 12

Quadra 110/111

Quadra 111 conjunto 01

Quadra 113 conjuntos 09 e 16

Avenida Vargem da Benção – Área Especial 2

Área de Desenvolvimento Econômico

Quadra 200 conjunto 1

Quadra 203 conjuntos 14 e 19

Quadra 205 conjunto 01, 04,  05, 06, 07, 09, 20

Quadra 205 – Avenida Recanto

Quadra 300 conjuntos 43, 44, 45, 46, 47, 48 e 50

Quadra 300 conjuntos 45/46 – Avenida Monjolo

Quadra 301 conjunto 01

Quadra 302 conjunto 10 e 22

Quadra 303 conjunto 08

Quadra 304 conjunto 08

Quadra 400 conjuntos 01, 04, 06

Quadra 400 conjunto 06 – Avenida Recanto das Emas

Quadra 402 conjunto 01 – Avenida Recanto das Emas

Quadra 405 conjuntos 13 e 19

Quadra 605 conjuntos 17, 17B, 23, 25A

Quadra 605 conjunto 25 – Avenida Monjolo

Quadra 800 conjuntos 01, 02, 03 e 04

Quadra 801 conjuntos 10, 12 e 19

Quadra 802 conjunto 03, 04, 05, 06, 07, 09,  10, 11, 12,13, 14, 15, 17,  19, 19B e 21

Quadra 802/803

Quadra 804 conjunto 3A e 04

Quadra 805

BRASÍLIA (24/2/2015) — A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) juntamente com sete empresas contratadas retomaram nesta semana o processo de recuperação das vias públicas do Distrito Federal. O objetivo é acabar com os buracos em todo o DF. Apesar de não estabelecer prazos e um cronograma prévio, a força tarefa já atua diariamente com 18 equipes que trabalham simultaneamente pelas regionais.

Com maiores problemas nas vias, as áreas prioritárias são Águas Claras, Plano Piloto, Taguatinga e Ceilândia, mas a Novacap garante que todo o DF será contemplado.

Apesar de a companhia e as administrações terem mantido o serviço de recuperação das vias, as empresas estavam com as atividades suspensas ,desde o início de fevereiro, em virtude de falta do empenho financeiro que garante o pagamento das mesmas. Porém, o governo do Distrito Federal liberou R$ 8 milhões para a quitação dos débitos na última semana e a operação foi retomada.

“Essa ação acontece de duas formas. Em uma delas, a Novacap produz a massa asfáltica e a encaminha para que as administrações regionais façam o recapeamento. Na outra, nossas equipes vão às cidades e realizam esse procedimento”, define o diretor de Urbanização Antônio Coimbra.

Coimbra destaca ainda que é possível a demanda partir da própria sociedade. Caso identifique buracos ou problemas no asfalto, o cidadão deve entrar em contato pelo 162 ou se dirigir diretamente à companhia, no Setor de Áreas Públicas, Lote B, Guará.

Durante esse período de chuvas esporádicas, a Novacap destaca que vai monitorar as condições climáticas antes de ir a campo. “A massa asfáltica é composta pelo Concreto Betuminoso Usinado Quente (CBUQ). Esse material não pode ser manipulado com chuva”, explica Antônio Coimbra.

A companhia produz em usina própria o CBUQ que utiliza para o recapeamento e também o distribui para as administrações regionais. Já o material usado pelas empresas é de responsabilidade delas, produzidos pelas mesmas ou comprados em instituições especializadas.

FONTE: Agência Brasília

O governador Rodrigo Rollemberg pediu a colaboração dos municípios do Entorno para que intensifiquem as ações de combate à dengue e à chikungunya em suas regiões. Uma das propostas é que os agentes de saúde regionais aumentem o número de visitas nos domicílios para conscientizar e orientar a população. O assunto foi tratado durante reunião com 20 prefeitos municipais nesta segunda-feira (23), na Residência Oficial de Águas Claras.

“O mosquito não respeita fronteiras, por isso temos que ter soluções conjuntas, pois o Entorno também é responsabilidade do DF; o que é bom para ele é para nós também e vice-versa”, afirmou Rollemberg. “Esse primeiro encontro com os prefeitos foi no sentido de conscientizá-los sobre a importância de trabalharmos de mãos dadas”, completou o governador, que entregou a todos um documento sobre as estratégias tomadas desde 2011 pelo DF para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Em janeiro deste ano, houve redução de 79% dos casos de dengue em relação ao mesmo período do ano passado no DF. De acordo com o governo, essa diminuição significativa se deve não apenas ao longo período de estiagem, como também às ações realizadas em todas as regiões. Em Goiás, em 2015, essa redução foi de 50% em relação a 2014 e, segundo a Subsecretaria de Saúde do Estado, não há município em condição de risco.

A Secretaria de Saúde de Goiás informou que 80% dos focos do mosquito da dengue encontram-se nos próprios domicílios e que apenas 20% estão nas ruas. O prefeito de Planaltina (GO), Elis Reis de Freitas, — região onde foram visitados 3,5 mil domicílios —, disse que a maioria dos moradores deixa a cidade para trabalhar no Plano Piloto durante a semana e que as ações de combate deveriam ser realizadas no sábado e no domingo.

Tratamento de lixo

Na ocasião, o governador ressaltou ainda a necessidade de se retomar a implantação do consórcio público de resíduos sólidos, que atenderá ao DF e aos municípios goianos. Para que isso ocorra, a diretora-geral do Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU), Heliana Kátia Tavares Campos, explicou que deverão ser criados um conselho regional e conferências para discutir o assunto.

Após esse processo, que deve ser finalizado ainda este ano, será possível conseguir recursos federais. “Ficou claro pela explicação do SLU que o esforço conjunto tornará o tratamento do lixo mais adequado e barato para todos os municípios e o DF”, ressaltou Rollemberg.

Transporte

Em relação ao problema que envolve os transportes coletivos das regiões metropolitanas, Rollemberg destacou que se reuniu com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o governo de Goiás e o Ministério dos Transportes. De acordo com ele, uma comissão formada por esses órgãos apresentará propostas até o dia 31 de março para melhorar o sistema da forma mais eficiente possível.

FONTE: Agência Brasília  

A Administração Regional do Recanto das Emas está mobilizada na Operação Tapa-buracos na cidade com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida à população. Desde 27 de janeiro, a região está contando com o reforço dos órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) na organização, limpeza, recuperação de espaços e equipamentos públicos.
A administração não está tendo custo com a operação. A massa asfáltica é fornecida pela Novacap.
Todas as quadras do Recanto das Emas receberão a operação. Os buracos mais críticos estão tendo prioridade neste primeiro momento.
As quadras que já receberam o atendimento foram: Quadras  200, 800,  Avenida Monjolo, Avenida Recanto, Área de Desenvolvimento Econômico e o conjunto 50 da Quadra 300.
No caso específico do conjunto 50 da Quadra 300, a Operação Tapa-buraco foi realizada com trabalhos emergenciais, porém o serviço não é definitivo. A Novacap planeja realizar uma obra de captação de águas pluviais no local, de modo a preservar o local. A estrutura é antiga e, atualmente, não comporta o grande volume de água durante o período chuvoso.
Quem quiser comunicar a existência de buracos nas vias, bocas de lobo entupidas e árvores que necessitem de poda pode ligar para o telefone 3403-2626.

O Banco do Brasil inaugura sua primeira agência no Recanto das Emas nessa terça-feira (24), as 9h30, na quadra 103, próximo as Lojas Americanas.

“Essa agência é uma das maiores demandas da nossa população. Sua inauguração irá proporcionar à nossa população o acesso, com mais comodidade e qualidade, às linhas especiais de crédito e a serviços da instituição financeira, além de atender as cidades vizinhas como o Riacho Fundo II”, afirma Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

Segundo dados do próprio banco, a empresa possui cerca de 5.000 agências, estando presente na maioria dos municípios do país e está presente em mais de 21 países além do Brasil.

SERVIÇO:

INAUGURAÇÃO DA PRIMEIRA AGÊNCIA DO BANCO DO BRASIL NO RECANTO DAS EMAS

Data: Terça-Feira (24)

Horário: As 9h30

Local: Quadra 103, próximo as Lojas Americanas

 

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

Teve inicio nessa quarta-feira (11), na quadra 106 do Recanto das Emas, próximo a Paróquia Igreja São Miguel Arcanjo, a implantação de praça de multieventos. A obra, licitada pela Administração Regional da cidade, está prevista para ser entregue em até 45 dias.

“Em abril realizamos diversos encontros com a população local que nos solicitou essa obra. Ela é fruto de uma gestão democrática e participativa que tem o bem estar dos Recantenses em primeiro lugar”, comentou o Administrador Regional, Leonardo Sampaio.

A praça de multieventos será implantado em bloquetes intertravados, compreendendo ainda a construção de calçadas e a colocação de grama, oferecendo mais um espaço na cidade para a integração da comunidade e a realização atividades culturais.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com“>ascom.ra15@gmail.com

O Governo do Distrito Federal realiza nessa terça-feira (10), as 19h30, na quadra 203, lote 32 s/n (Auditório da antiga FTB), a 1ª Reunião de Mobilização Social do Centro das Artes e Esportes Unificados (CEU), construído na quadra 113, Lote 09 do Recanto das Emas.

“Essa reunião é importante para a implantação do CEU, porque garante a participação da população no processo de implantação e gestão desse equipamento público”, ressalta Leonardo Sampaio,Administrador Regional.
O CEU está previsto para ser inaugurado no segundo semestre de 2014. 

Construído com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) trata-se de um espaço que visa integrar ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação profissional, serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital.

Em sua área de 3 mil metros quadrados destinada, o CEU abrigará dois edifícios multiuso, um Centro de Referencia Social (CRAS), salas, biblioteca com telecentro, cineteatro/auditorio com 60 lugares, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada.

No Distrito Federal, além do espaço no Recanto das Emas, estão em construção outros dois em Ceilândia. Por meio de uma parceria com o Ministério da Cultura, estão sendo construídos 357 CEUs em todo país. Cinco unidades já estão em funcionamento.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

O Governo do Distrito Federal promove nessa quarta-feira (11), às 10h e 14h, no Centro de Ensino Médio 111 do Recanto das Emas, uma palestra sobre jornalismo cultural, gratuita, para toda população.

“Há na cidade uma produção cultural extremamente rica e variada. Estamos procurando oferecer aos nossos artistas e demais interessados, a oportunidade de trocar experiências e meios de melhor divulgar os seus trabalhos”, ressalta Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

Ministrada por Marcos Pinheiro, jornalista e fundador do programa de rádio Cult, a palestra aborda a importância da integração do Jornalismo, Propaganda, Marketing e das Relações Públicas na implementação de projetos culturais, além de traçar um panorama dessa área de atuação profissional em Brasília.

 “É extremamente pertinente essa proposta. Além de diversificar os temas das palestras apresentadas nas escolas, auxilia a ampliar a concepção de cidadania do aluno, oferecendo uma visão mais critica dos meios de comunicação”, comenta Geldo Ferreira, professor do CEM 111.

A iniciativa é fruto de uma parceria da Administração Regional e Coordenação Regional de Ensino e financiada pelo FAC-DF (Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal).

SERVIÇO:

PALESTRA SOBRE JORNALISMO CULTURAL

 

Objetivos:
1. Apresentar a Comunicação Integrada como ferramenta indispensável para projetos culturais.
2. Descrever as atribuições dos profissionais envolvidos nos processos comunicativos: assessor de imprensa, jornalista, publicitário e social media.
3. Incentivar a capacitação e a formação de novos profissionais de Comunicação, especializados em Cultura.

 

Data: Quarta-Feira (11)

Horário: As 10h e 14h

Local: Centro de Ensino Médio 111 do Recanto das Emas

Maiores Informações: (61) 33339008

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

 

Siga-nos

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

 Em comemoração ao inicio da Copa do Mundo no Brasil, que acontece na próxima quarta-feira (12), o Governo do Distrito Federal promove nesse sábado (7), em parceria com o Conselho de Cultura da cidade, a partir das 15h, 1ª Caminhada Cultura do Recanto das Emas “Eu Não, nós somos a Cultura”.

 

“Estamos torcendo pelo Brasil na Copa do Mundo. Com intuito de marcar esse momento histórico, além da ornamentação verde e amarela de nossos monumentos e a pintura dos meios-fios, estamos promovendo esse evento que reúne o melhor da produção cultural da cidade”, ressalta Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

 

A Caminhada, com concentração no Skate Park da quadra 206/300, vai percorrer cerca de 3 km, em cinco horas, até a quadra 101. Os artistas de diversos segmentos como música,teatro,dança, vão se apresentar em cima de um caminhão Scania, promovendo a produção artística local e a copa do mundo.

 

SERVIÇO:

 

1ª CAMINHADA CULTURA DO RECANTO DAS EMAS “EU NÃO, NÓS SOMOS A CULTURA”

 

Data: Sábado (7)

Horário: A partir das 15h

Local: Concentração no Skate Park da quadra 206/300

Maiores Informações: (61) 33333104

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

 

Siga-nos

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

 

O Governo do Distrito Federal, em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), abrem inscrições a partir dessa terça-feira (3), no Centro Cultural Recanto das Artes, localizado na quadra 102 do Recanto das Emas, para cursos profissionalizantes gratuitos.

“Essa parceria pretende capacitar profissionalmente os Recantenses oferecendo, gratuitamente, oportunidades para nossa população ingressar no mercado de trabalho”, comenta o Administrador Regional,Leonardo Sampaio.

Serão oferecidos cursos de Manicure, pedicure, Depilação, Maquiagem e cabeleireiro, visando, além da qualificação profissional, desenvolver nos alunos senso crítico, a capacidade de interpretar conceitos estéticos e de dominar conhecimentos e habilidades técnicas.

Os cursos, com duração de cerca de três meses, estão previstos para terem inicio em julho, e serão ministrados pela manhã e a tarde, no próprio Centro Cultural Recanto das Artes. Os interessados devem ter 18 anos no ato da inscrição e,além dos documentos pessoais,apresentar o comprovante de escolaridade.

SERVIÇO:

INSCRIÇÕES DE CURSOS PROFISSIONALIZANTES GDF E SENAC

Data: A partir de terça-feira (3)

Horário: De 8h às 11h e 14h às 17h

Local: Centro Cultural Recanto das Artes, localizado na quadra 102, do Recanto das Emas

Maiores Informações: (61) 33333104

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

Algumas realizações e iniciativas da Administração Regional do Recanto das Emas durante o mês de Maio de 2014.

Nossa missão é servir.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

Esse sábado (31) no Recanto das Emas acontecem diversos eventos. Das 8h às 14h, no estacionamento da comercial da Quadra 300, o projeto “Re_viva – Faça a Diferença”, com a participação da Administração Regional do Recanto das Emas,promove ações em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Dengue (31 de maio).

Serão oferecidos à comunidade palestras, lanche comunitário, recreação, pintura de rosto, entre outras atividades,com intuito de conscientizar a população de que combater o mosquito da dengue, além de responsabilidade dos órgãos governamentais, requer empenho de toda a sociedade.

Ainda no sábado (31), a partir das 19h, no estacionamento da quadra 203, a Administração Regional realiza o Festival Cultural 2014, que contará com vários shows musicais de artistas locais e de renome nacional. 

Serviço
PROJETO “RE_VIVA – FAÇA A DIFERENÇA” 
Data: 31 de maio (sábado)
Local: estacionamento da comercial da Quadra 300 
Horário: 8h às 14h

Festival Cultural 2014
Data: 31 de maio (sábado)
Local: no estacionamento da quadra 203
Horário: A partir das 19h
Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos

Site: www.recanto.df.gov.br
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

Foi concluída nessa segunda-feira (19), a construção e implantação de mais um Ponto de Encontro Comunitário (PECs) na quadra 603 do Recanto das Emas. A meta é o Recanto das Emas ser a primeira região administrativa a ter, até o final de 2014, ao menos um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) em cada quadra.

 

Qualidade de vida é uma prioridade do O GDF.Estamos investindo em diversas obra e ações que estão transformando a nossa cidade. O objetivo do governo com as PECs é promover a integração da comunidade por meio do esporte, que ele cuide da saúde,além da valorização dos nossos espaços públicos”, comenta Leonardo Sampaioa, Administrador Regional.

 

Entre 2011 e 2013, foram entregue cerca de 20 PECs à cidade. Estão em fase de implantação outros 14 pontos e a Administração Regional pretende, ainda nesse primeiro semestre, realizar a licitação de mais 30 e entrega-las à população até dezembro.

 

Os Pontos de Encontros Comunitários são compostos por cerca de dez equipamentos de ginástica. Todos os aparelhos possuem instruções sobre como utilizá-lo e estão abertos a qualquer hora do dia para a população.

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos

Site:www.recanto.df.gov.br

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

A Administração Regional do Recanto das Emas entregou nesta sexta-feira (16), no centro cultural Recanto das Artes, na quadra 102, mais de 160 certificados dos cursos profissionalizantes de corte e costura, nível básico, pintura em tecido, entre outros, do projeto “Mentes Inovando com Criatividade”.

 

“O projeto oferece além de cursos, oficinas, exposições, colabora com a autoestima da nossa população, além de qualifica-la profissionalmente e gerar renda”, explica Stênio Pinho, Administrador Regional do Recanto das Emas.

 

Todos os cursos e oficinas são gratuitos, ministrados por voluntários e os materiais usados, doações de comerciantes locais.

 

Os interessados poderão, a partir de segunda-feira (19), se inscrever em novos cursos.Para a inscrição em qualquer uma das atividades, basta se dirigir ao centro cultural Recanto das Artes, na quadra 102 e, no ato da inscrição, esteja com o seu RG e CPF/MF. 

 

Maiores Informações: 
(61) 33333104 

 

SERVIÇO:
“MENTES INOVANDO COM CRIATIVIDADE”
Inscrições:Todos os dias, das 8h às 12h e 14h às 18h.
Local: Centro Cultural Recanto das Artes (Qd. 102)

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos
Site:www.recanto.df.gov.br
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

O Administrador Regional do Recanto das Emas, Leonardo Sampaio Oliveira, foi empossado nessa sexta-feira (16), como presidente da Junta de Serviço Militar da cidade.

 

A cerimônia, que ocorreu no Gabinete da Administração, foi presidida pelo 1º Tenente Paulo Barbosa, delegado da 17ª Delegacia do Serviço Militar, acompanhado pela chefe da Junta de Serviço Militar 342 da regional,Rosemary Lima Costa, o chefe de gabinete do órgão, Mário Sérgio, e a Diretora de Administração Geral, Marcia Assumpção.

 

Durante a cerimônia, obedecendo à Lei do Serviço Militar, o Administrador fez o juramento à bandeira nacional e, na sequência, assinou o termo de posse, estando a partir de agora à frente, como presidente, das atividades da Junta de Serviço Militar 342, que atende cerca de 3 mil jovens no período de alistamento obrigatório.

 

ALISTAMENTO

O Serviço Militar consiste no exercício das atividades desempenhadas pelas Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), em defesa da nação e é obrigatório no Brasil para jovens com 18 anos ou mais. O alistamento militar dentro do prazo, nesse ano, vence no dia 30 de junho. Para se alistar, o jovem deve comparecer à Junta de Serviço Militar no ano em que completa 18 anos, no período de 2 de janeiro à 30 de junho, levando o RG ou certidão de nascimento, CPF(não obrigatório), comprovante de endereço e uma foto 3×4.

 

SERVIÇO

Junta de Serviço Militar do Recanto das Emas

Sede: Administração Regional do Recanto das Emas

Telefone: 33339017

Horário de funcionamento: De segunda à Quinta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, sexta-feira, das 8h às 12h.

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos

Site: www.recanto.df.gov.br

Twitter: http://twitter.com/admrecanto

Facebook: http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

 

Moradores do Recanto das Emas que desejam regularizar suas moradias podem procurar, provisoriamente, os postos de atendimento da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab) no Riacho Fundo II e em Samambaia. Os interessados também podem comparecer ao atendimento da Codhab, no Edifício Embaixador, localizado no Setor Comercial Sul.

 

Os documentos devem ser levados de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, em qualquer um dos três postos. No Riacho Fundo II, o posto de atendimento funciona no Galpão de Obras da QN 27 (próximo à Feira Livre). Já em Samambaia, os técnicos da companhia atendem na administração regional.

 

“Após a entrega dos documentos e análise pelos técnicos, o morador poderá, finalmente, receber a escritura de sua moradia”, ressaltou a secretária de Habitação, Jane Diehl.

 

MUTIRÃO– No mês passado, o GDF levou o “Mutirão das Escrituras” ao Recanto das Emas e beneficiou 178 famílias das quadras 100, 200, 300, 400, 600 e 800. Elas esperavam pelo documento definitivo de propriedade desde a criação da cidade, em 1993. O atual governo já entregou mais de 1,6 mil escrituras no Recanto das Emas.

 

O “Mutirão das Escrituras” foi lançado em novembro de 2012 para incentivar as pessoas que moram em cidades já regularizadas, mas que ainda não possuem o documento definitivo e legítimo do seu imóvel, a regularizar suas moradias e obter a escritura.

 

DOCUMENTAÇÃO – Os documentos que devem ser entregues para a regularização são diferentes entre os moradores originários – que receberam o lote do GDF – e os secundários – que compraram a casa. Confira:

 

Originário

• RG;

• CPF;

• Certidão de Nascimento /Certidão de Casamento (se for o caso);

• RG e CPF do cônjuge/ companheiro (a);

• Declaração de Ocupação Mansa e Pacífica;

• Declaração Negativa de União Estável;

• Declaração Negativa de recebimento de imóvel.

 

Secundário

• Carteira de identidade – RG;

• CPF;

• Certidão de Nascimento/ Certidão de Casamento (se for o caso);

• Carteira de Identidade – RG e CPF do cônjuge /companheiro (a);

• Certidões cartorárias fornecidas pelo Cartório de Registro de Imóveis;

• Comprovante de ocupação nos últimos cinco anos, no Distrito Federal, através dos seguintes documentos: IPTU, Conta de Água, Conta de Luz, Fatura da Conta do Cartão de Crédito, Nota Fiscal, Cartão de Vacina, Declaração Escolar, etc. O ocupante atual pode usar o tempo de moradia no imóvel do ocupante anterior, apresentando documento de Cessão de Direitos ou Procuração e comprovantes de ocupação em nome do ocupante anterior;

• Boleto de Pagamento de Taxa de Abertura de Processo, pago no BRB;

• Renda Familiar;

• Declaração de Ocupação Mansa e Pacífica;

• Declaração Negativa de União Estável;

• Declaração Negativa de recebimento de imóvel.


Com informações da SEDHAB/DF

A Administração Regional do Recanto das Emas firmou uma parceria com a Secretaria de Obras e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (NOVACAP), que disponibilizaram duas equipes de tapa-buraco, exclusivas para cidade, com o objetivo de reforçar as ações contra os estragos causados pela chuva e deterioração das vias da região administrativa.

“Temos recebido muitas reclamações referente às condições do asfalto, além dos levantamentos que realizamos e identificamos diversos pontos críticos. Essas duas equipes, somadas a da própria administração, vão nos ajudar a focar nossas ações em respostas mais rápidas as demandas da nossa população”, explica Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

Nessa sexta-feira (9), os serviços foram realizados na quadra 101, conjuntos 9,12,17,15/16(em frente ao Mercado do Kléber),16 e na quadra 403,conjunto 7.

A operação tapa-buraco será executada mediante demandas recebidas pela ouvidoria da Administração Regional, por meio do telefone 33339006. Feita a Ouvidoria, o órgão tem dez (20) dias, a partir da data de registro da manifestação, para informar ao manifestante as primeiras providências adotadas.

Além da parceria firmada, o programa “Asfalto Novo” que pretende, até o final de 2014, recuperar o asfaltamento de asfaltamento de mais de 77 Km das vias do Recanto das Emas, continua em execução.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

A Administração Regional do Recanto das Emas, assinou um convênio com a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap-DF), para um programa de inclusão social de reeducandos do sistema prisional.

“O preso, por vezes, envereda por essa seara por falta de oportunidades. Essa parceria pretende capacitar o presidiário, contribuindo para sua recuperação e reinserção social”, comenta Leonardo Sampaio,Administrador Regional.

O acordo com a Administração beneficiará, inicialmente, 15 sentenciados dos regimes aberto, semi-aberto e sursis (suspensão condicional da pena) do Sistema Penitenciário de Brasília – DF, autorizados pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal – VEP, podendo chegar a 25 sentenciados.

Os participantes do projeto devem ter bom comportamento, ensino fundamental ou médio, e receber a orientação de psicólogos da Funap-DF antes de iniciarem suas novas atribuições. Em troca, recebem uma remuneração e o abatimento de um dia de pena para cada três trabalhados.

Na Administração eles vão auxiliar desde a organização de arquivos ao trabalho das equipes de tapa-buraco, sempre com a fiscalização de funcionários da FUNAP e com o apoio da Policia Militar e a Policia Civil.

Hoje mais de 1.300 internos trabalham fora dos muros do sistema prisional e mais de 800 internamente. São aproximadamente 2.200 reeducandos aproveitados da mão-de-obra carcerária.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

A partir desta quinta-feira (8), estarão abertas, até a próxima sexta-feira (9), na Coordenação Regional de Ensino do Recanto das Emas, na quadra 203 (antiga FTB), as inscrições para o preenchimento de 336 vagas para crianças de 0 a 5 anos em três Centros de Educação da Primeira Infância (Cepi),popularmente conhecidos como Creches, localizados nas quadras 107, 307 e 406.

“Esse governo está realizando uma revolução no sistema educacional do DF. Quantas creches públicas, construídas pelo estado, tínhamos antes de 2011? Nenhuma. Só no Recanto das Emas vamos inaugurar nesse primeiro semestre três unidades” explica Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

Para se inscrever, os responsáveis pelos alunos devem apresentar o documento de identidade, CPF/MF, comprovante de residência e certidão de nascimento da criança.

Na ocasião, também são exigidos alguns documentos necessários para verificar os critérios sociais em que a família se encontra, segundo a portaria de 30/12/2013, publicada no D.O.D.F. nº 08, de 13/01/2014 (http://www.cre.se.df.gov.br/ascom/documentos/public/manual_creche.pdf).

“Essas ações, como a construção desses espaços, estão oportunizando mais qualidade de vida para população.Creche pública é cidadania.O GDF está oferece aos pais uma estrutura que educa e acolhe os seus filhos enquanto eles trabalham”, ressalta Vanessa Stecanella, Diretora da Coordenação Regional de Ensino. 

A estrutura básica dos Cepis é formada por seis blocos interligados com anfiteatro, parque infantil, sala de leitura multiuso, laboratório de informática, pátio coberto, oito salas de aula e toda a estrutura oferece acessibilidade adequada para crianças com necessidades especiais.

O Governo do Distrito Federal pretende concluir e entregar à comunidade, no segundo semestre desse ano, mais um Centros de Educação da Primeira Infância na quadra e está previsto o inicio outros quatro Cepis até dezembro de 2014.

Esses investimentos estão previstas no Caderno das Cidades, publicação elaborada pela Casa Civil do Distrito Federal que reúne os projetos e ações do GDF nas regiões administrativas e que facilita o acompanhamento e fiscalização do emprego dos recursos por parte da população.

Maiores informações: 39011548

CRONOGRAMA
08 e 09/05 (quinta e sexta) – 9h as 17 h – Inscrições para os interessados. Critérios: alunos novos, que NÃO estejam matriculados na Rede. Alunos que estejam inscritos para outras Creches poderão alterar a sua opção. Demais critérios estão previstos no Manual.

12/05/14(segunda) – Digitação e compilação de resultados.

13/05/14(terça) – 9h – Divulgação de Resultados para a comunidade – Resultado/classificação no próprio CEPI.

13 e 14/05/14 (terça e quarta) – 9h às 12 e 14 as 17h – Efetivação de Matrícula – a Regional prepara o encaminhamento e a Instituição efetiva a matrícula. 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

O Governo do Distrito Federal publicou no Diário Oficial na última quinta-feira (30), o aviso de abertura da licitação para a construção de viaduto na via de acesso ao Recanto das Emas, no valor estimado de cerca de R$ 9,5 milhões.

“Essa é uma das obras mais reivindicadas pelos nossos moradores. Vamos iniciar essa obra ainda em 2014. Ela vai melhorar o trânsito nas horas do rush, tanto na saída quanto no retorno à cidade”, ressalta Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

A licitação do empreendimento foi anunciada pelo governador Agnelo Queiroz durante a 8ª edição do “GDF Junto de Você” que acorreu nos dias 11,12 e 13 de abril na região administrativa. 

A partir do aviso de abertura do certame, está previsto para esse semestre a finalização dos trâmites burocráticos e o conhecimento da empresa que executará a obra. Terminado esse processo a construção será iniciada com a previsão de 240 dias para sua conclusão.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter: http://twitter.com/admrecanto
Facebook: http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

 Teve inicio nessa sexta-feira (25), com supervisão da Administração Regional do Recanto das Emas, a construção de 5,5 mil metros quadrados de calçadas com oito centímetros de concreto polido, meios-fios e rampas de acessibilidade a partir da quadra 111 até a 116.

“Os pedestres tinham que dividir a pista com os carros. No tempo de chuva era lama e no de seca, poeira. Essa obra proporcionará mais segurança na locomoção, vai melhorar a organização no trânsito e acessibilidade da população”, comenta Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

A obra, resultado de diversas reuniões com a comunidade, tem previsão para ser concluída em 30 dias e faz parte de uma série de ações governamentais, como o programa “Asfalto Novo” e a reforma e manutenção dos passeios, que visam melhorar as condições do transito de automóveis e pedestres na cidade.

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Site: www.recanto.df.gov.br
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

Foi realizada nessa quarta-feira (23) pela Administração Regional do Recanto das Emas, acompanhada por engenheiros da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (NOVACAP), vistorias nas obras do Programa “Asfalto Novo” na cidade.

“Estamos ouvindo a comunidade e trabalhando para dar respostas concretas as suas demandas. Recebemos diversas reclamações sobre a execução do programa no Recanto. Levamos ao conhecimento do Governador Agnelo e do Vice, Tadeu Filippelli, durante o projeto GDF JUNTO DE VOCÊ que determinaram essa vistoria para identificarmos as falhas para necessárias adequações”, explica Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

Pelo programa, mais de 77 Km das vias do Recanto das Emas terá cobertura com revestimento reforçado de asfalto até o final de 2014. Contudo, as obras na cidade, iniciadas em novembro de 2013, apresentaram alguns problemas na base do asfalto.

 

 “Percorremos as Avenidas Vargem da Benção, Eucalipto, Monjolo, Buriti, Potiguar, as quadras 802/803, 802/801, que liga a cidade a DF-001 e identificamos alguns problemas referentes à estrutura da base da antiga pavimentação que danificou as vias recém-recuperadas”, comenta o Administrador.

 

Segundo a NOVACAP, órgão responsável pelo programa, será realizado um laudo pelos engenheiros da empresa para troca da base nos locais identificados, contudo, fica mantido o cronograma para até o final do ano ser concluído os serviços de recuperação de todas as principais vias, algumas avenidas coletoras e marginais da cidade.

 

Os serviços que integram o programa “Asfalto Novo”, fazem parte de uma iniciativa do Governo do Distrito Federal para recuperar a malha viária e garantir melhores condições de trafegabilidade no DF.Essa semana as obras no Recanto das Emas estão sendo executadas nas Avenidas  Monjolo quadra 601 e 602/801;  na quadra 801, pista do lado da EPCT e na quadra 802 Cj. 13A e 12ª, durante o dia.

 

 

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)

Siga-nos

Site: www.recanto.df.gov.br

Twitter:http://twitter.com/admrecanto

Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas

Email: ascom.ra15@gmail.com

Próximo sábado (26), no CEM 206, ao lado do TRE, a partir das 9h, os jovens do Recanto das Emas poderão participar de maneira mais efetiva do Conselho de Juventude (Conjuve-DF). A secretaria de Governo e a Coordenadoria de Juventude, com apoio das Administração Regional,irá realizar a eleição dos Conselhos de Juventude na cidade.

“O Objetivo é dar mais voz às demandas dos nossos jovens. Com mais participação deles teremos uma maior fiscalização das politicas públicas que os atendem e,juntos, será possível formarmos uma rede para pensar e agir em prol da nossa juventude”, comentou Leonardo Sampaio, Administrador Regional.

O que são os Conselhos de Juventude das Cidades?
Os Conselhos de Juventude das Cidades são espaços de representação e diálogo entre a juventude e o Governo. Por meio dele as diversas juventudes podem se organizar, se expressar, demandar políticas públicas e ocupar o espaço político! A atividade de conselheiro de juventude é considerada relevante prestação de serviço público e não remunerada. 

Quem pode se candidatar?
Jovens entre 15 e 29 anos. Estes jovens devem preencher a seguinte ficha para se candidatar: http://ow.ly/vU0ZF 

Quem não pode se candidatar?
Pessoas com menos de 15 anos, com mais de 29 e servidores públicos ocupantes de função de chefia ou cargo em comissão, sendo permitido aos demais servidores.

Qual a duração do mandato?
Um ano, até a próxima eleição do Conselho Distrital de Juventude.

Quem pode votar?
Pessoas a partir de 15 anos. Sem idade máxima. Basta comparecer no dia portando documento oficial com foto. Somente poderão participar, como eleitores e candidatos nas conferências eleitorais os cidadãos residentes na respectiva região administrativa.

Qual o horário?
Para votar os eleitores devem se credenciar das 9 horas até 11 horas e 30 minutos.

Quando e onde acontecera a eleição?
CEM 206 ao lado do TRE.

Como será o formato da eleição?
O processo de eleição se dará por voto direto, secreto e intransferível dos eleitores. Cada eleitor poderá votar, na mesma cédula, em até três números de candidatos, em cadeiras temáticas distintas.
A programação terá 5 etapas:
1 – credenciamento dos participantes; *
2 – ato de abertura;
3 – discussão dos temas participação social dos jovens e papel dos conselhos de juventude;
4 – eleição dos conselheiros;
5 – declaração dos resultados.
* O credenciamento será aberto às 9 horas e encerrado às 11 horas e 30 minutos.

E as demais cidades?
As demais cidades terão os seus conselhos eleitos posteriormente. A ideia é eleger Conselhos de Juventude em todas as cidades.

Quais são as cadeiras para as quais os jovens irão se candidatar?
-Juventude Negra;
-Povos e Comunidades Tradicionais e Povos Indígenas;
-Direitos das Mulheres e Equidade Entre os Gêneros;
-Orientação Sexual e Identidade de Gênero – Promoção dos Direitos das Populações de
Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT);
-Cultura;
-Esporte e Lazer;
-Direitos Humanos, Minorias, Cidadania e Inclusão Social;
-Direito das Pessoas com Deficiência;
-Direito a Saúde;
-Direito a Educação e Movimentos Estudantis;
-Direito a Trabalho e Movimentos Sindicais;
-Juventude Rural;
-Participação Social das Juventudes (homem);
-Participação Social das Juventudes (mulher).

Quem está organizando o processo?
A Coordenadoria de Juventude da Secretaria de Governo em parceria com as Administrações Regionais das cidades e o Conselho de Juventude do DF.

Onde posso encontrar mais informações e acompanhar o processo?
Nas páginas do Facebook: www.facebook.com/ConjuveDFewww.facebook.com/JuventudenoDF e no site:www.governo.df.gov.br

Onde posso encontrar a íntegra da resolução das eleições?
Na página 25 do Diário Oficial do DF de 14 de abril de 2014:
http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2014/04_Abril/DODF%20Nº%2078%2017-04-2014/Seção01-%20078.pdf

Mais informações: (61) 3961.4475 (Coordenadoria de Juventude) e conjuvedf@gmail.com

Administração Regional do Recanto das Emas – ASCOM (Marcus Lucius)
Siga-nos
Twitter:http://twitter.com/admrecanto
Facebook:http://www.facebook.com/admrecantodasemas
Email: ascom.ra15@gmail.com

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros